Jornalistas e influenciadores são classificados de ‘detratores’ em relatório feito para o governo federal

Documento baseou-se em comentários sobre a Economia e Guedes

Deu no Estadão

O governo federal contratou uma empresa que classificou jornalistas como “detratores” em uma avaliação feita de postagens de influenciadores sobre o Ministério da Economia e o ministro Paulo Guedes.

A lista foi revelada pelo jornalista Rubens Valente, do Uol, e mostra que o relatório separou os nomes em três grupos: os “detratores” do governo Bolsonaro, do Ministério da Economia e/ou do ministro Paulo Guedes, os “neutros informativos” e os “favoráveis”. No relatório, a empresa orienta o governo a lidar com os influenciadores. As medidas vão de esclarecimentos ao “monitoramento preventivo”.

POSTAGENS SOBRE GUEDES – Intitulado de “Mapa de influenciadores”, o relatório analisou postagens feitas em maio de 2020 sobre Guedes e seu ministério. Entre os classificados como “detratores” estão a colunista do Estadão e apresentadora do Roda Viva, da TV Cultura, Vera Magalhães, Guga Chacra, Xico Sá, e Cynara Menezes.

A BR+ Comunicação, paga para fazer o monitoramento, tem contrato com o Ministério da Ciência e Tecnologia, que é aproveitado pelo Ministério da Economia por meio de um Termo de Execução Descentralizada de junho de 2020, no valor total de R$ 2,7 milhões, que inclui outros serviços de comunicação. O Ministério da Economia foi procurado pela reportagem, mas não se manifestou.

Em nota, a BR+ Comunicação afirmou que o uso termo “detrator”, costumeiramente utilizado para se referir a traidores da pátria, “foi um erro de processo, já corrigido pela empresa”. “Nosso padrão de monitoramento, que é uma técnica comum e utilizada por todas as assessorias, utiliza as expressões ‘Negativo’, ‘Positivo e ‘Neutro’. Pedimos desculpas ao cliente e aos influenciadores pelo mal entendido, que, reiteramos, já foi sanado”, diz a nota.

11 thoughts on “Jornalistas e influenciadores são classificados de ‘detratores’ em relatório feito para o governo federal

  1. Felipe Quintas (via Facebook)

    O BRASIL QUE DÁ CERTO, A MÍDIA NÃO MOSTRA E OS ABUTRES QUEREM ENTREGAR E DESTRUIR

    “A CEITEC é uma empresa pública criada em 2008 para inserir o Brasil no mercado mundial de microeletrônica. Após os investimentos públicos iniciais para conformação das suas capacidades produtivas, o governo federal descumpriu a sua parte na estratégia: em lugar de realizar as compras públicas para fazer a empresa se pagar e começar a dar lucro, preferiu deixá-la ao sabor do mercado.

    Obviamente, o balanço financeiro começou a mostrar prejuízos, que na prática são artificialmente produzidos por decisões como a da Casa da Moeda, que até hoje não usa o chip da CEITEC para os passaportes emitidos pela Polícia Federal.

    Não obstante, a CEITEC conseguiu se virar e já gera receitas no mercado de micro chips. Alguns exemplos são seu acordo para fornecimento de chip de identificação dos pneus Pirelli (com patente internacional), ou os mais de 10 milhões de chips CTC13001 para identificação veicular. Clientes privados como Epson e HP, marcas de renome mundial na fabricação de periféricos para computador, usam chips CEITEC.

    Recentemente, o chip CTC13002 foi reconhecido como um dos melhores do mundo para etiquetas eletrônicas RFID pelo European EPC Competence Center – EECC, que certifica qualidade de semicondutores para o mercado europeu. O chip da CEITEC foi avaliado junto a outras 500 etiquetas eletrônicas de 45 empresas. O reconhecimento do produto brasileiro só foi alcançado por um concorrente suíço e um outro dos Estados Unidos.

    O CTC13002 serviu de base para o desenvolvimento de 17 etiquetas eletrônicas para diferentes aplicações, já em processo de comercialização.

    Com estas conquistas, a CEITEC vem demandando cada vez menos subvenções federais para operar, e gerando maiores receitas, ano após ano.

    A previsão da associação de funcionários da empresa é conseguir chegar a 2023 com faturamento de R$ 96 milhões, mas recebendo subvenção de apenas R$ 11 milhões. (Que, de resto, é troco perto dos valores e perspectivas do mercado mundial de semicondutores).”

    Autor: Fausto Oliveira.

    https://www.facebook.com/felipe.quintas.1/posts/1473052176225365

  2. WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOW !!!

    Quer dizer então que essa pocilga de governo, pra fazer uma listinha (pensei que listinha negra fosse coisa de ditadorzinho LATRINO AMERICANO….kkkkkkk xD) dos que não lambem as bolas do Mitozinho Querido, torrou R$ 2,7 milhões ???

    Pô, rapaziada!

    Até nisso vocês são amadores e burros!

    Querem brincar de ditadorzinho de Republiqueta de Bananas, brinquem!

    Querem fazer o raio da listinha, façam!

    Mas torrar R$ 2,7 milhões ????

    Êta gentinha vagabunda, sô!

    A pocilga bolsonarista só é competente mesmo em nos tornar a cloaca do planeta!

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

    • EM TEMPO:

      Imprensa boa, para a pocilga bolsonarista e seus jumentinhos binários, é aquela que fica de quatro pro Mitozinho!

      Talvez por ser essa a posição originária dos jumentinhos borxonaristas, né?

      Não suportam os bípedes porque já são incapazes de se erguer……

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

        • EM TEMPO 2:

          Estão vendo o Pazuello tentando estender a validade dos testes de Covid-19 que estão prestes a vencer?

          Eita, gentinha vagabunda, sô!

          Será que no Exército a logística dele é essa também?????

          Com a palavra, o Comandante do Exército Edson Pujol!

          “Ê, ô, ô, vida de gado
          Povo marcado, ê!
          Povo feliz!”

  3. Uma coisa é certa: A BR+ Comunicação jamais fez, soube ou fará qualquer programa de compliance!

    E pede desculpas pelo “erro”. To rolando de tanto rir.

  4. O que Jornalistas têm DE TRATORES? -A Lâmina, a Língua Cortante!
    Com todas as suas guinadas malucas, que Bolsonaro tem dado, ainda assim, ele representa um pairo duríssimo. Não será qualquer MOROCEGO que vai chupar o sangue do capitão.
    A propósito, costumam dizer que seu Jair Messias vai passar o governo sem fazer nada. Pelo menos, há duas ações dele, cujos resultados ele vem colhendo, rigorosamente, como planejado, quais sejam: As indicações de Augusto Aras ao PGR e a de Kassio Nunes ao STF. Um tiro certeiro desse não é para um qualquer!

  5. Sigilo é uma coisa que parece não existir no governo do Pinóquio, um assunto assim tão sensível vem à público sem o menor esforço. Se fosse fruto de um hackeamento, ou roubo de informação vá lá, mas não, alguém vazou a informação para o jornalista da Uol. O governo do Pinóquio parece contar só com gente despreparada.

  6. Perguntas que não querem calar:
    O que o ministério da ciência e tecnologia tem com isso. É atribuição desse ministério?
    O marcos pontes, faz lista tipo Gestapo?

    Meu deus, é uma maluquice atrás da outra.
    Estão se tornando muito perigosos!
    JL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *