Jovens so 64% do eleitorado brasileiro

Pedro do Coutto

Reportagem de Felipe Seligman, Folha de So Paulo, revela que o eleitorado brasileiro cresceu dez por cento no perodo 2006 a 2010 e que 64% dos eleitores so compostos de jovens de 16 a 34 anos de idade. Os dados divulgados pelo reprter so do Tribunal Superior Eleitoral. O crescimento deste ltimo quadrinio digo eu supera os dos iguais espaos de tempo anteriores.

At os quatro anos que separam 2002 de 2006, a velocidade do aumento do eleitorado entre uma eleio presidencial e outra oscilava em torno de sete por cento. Ampliou-se. Provavelmente a explicao se encontra no maior interesse da mulher em participar do processo poltico. Bom para a democracia, bom para o desenvolvimento social essa participao.

Vejam s. Em 2006, havia 64,9 milhes de eleitoras e 60,8 milhes de eleitores. Agora, 2010, h 70,4 milhes de mulheres para 65,3 de homens. Crescimento significativo, j que em termos de populao global, para o IBGE, as mulheres so 52% e os homens 48 do total de habitantes. De uma eleio para outra, as eleitoras avanaram quase seis milhes. Os eleitores 4 milhes e 500 mil.

A matria d margem a que se verifique o grau de juventude do eleitorado brasileiro. Considerando-se de 16 a 34 anos de idade, vamos encontrar 64% em nmeros redondos. Portanto quase dois teros. uma maioria muito expressiva. So 18% entre 35 a 44 anos. E 25% de 45 a 59. Acima de 60 anos, encontramos apenas 14%, percentagem praticamente igual a que o IBGE aponta em matria de diviso dos habitantes por faixa etria. Acima de 70 anos, apenas 4,5%. A longevidade mdia precisa ser aumentada.

No difcil. No s a longevidade, mas a mdia geral de vida. O grande mdico brasileiro Marcolino Candau, que durante 16 anos presidiu a Organizao Mundial de Sade, dizia sempre que basta existir, em qualquer comunidade humana, uma entrada de gua limpa, sabo e uma sada para gua suja, para que se reduza automaticamente a taxa de mortalidade em 20%. O Brasil deve isso sua populao. H poucos dias, o IBGE divulgou que metade dos domiclios do pas no conta com os servios de esgoto. Assim, realmente, no possvel avanar-se na escala de qualidade de vida. Mas esta outra questo. Paralela, mas outra questo.

O fato que a juventude do eleitorado exige uma renovao. No somente de uma gerao poltica para outra, para aqueles que vierem depois de ns, como afirmou Bertoldt Brecht na pea A Alma Boa de Tetsuan, mas igualmente em termos de mensagens para os eleitores. O horrio gratuito de televiso foi um grande avano, uma conquista da classe mdia na poltica, pois, caso contrrio, somente teriam acesso TV os candidatos ricos ou patrocinados por grupos econmicos.

Mas indispensvel que haja um avano igualmente na mentalidade, etapa mais difcil para qualquer cultura. Para que ocorra um progresso na mentalidade bsico que, antes, se verifique um avano social definido, um sistema mais adiantado e menos reoressor da educao. Pois como podem aprender e compreender os jovens que nascem nas favelas pobres da cidade, nas vilas agrrias e medievais do interior do pas? Muito difcil. No entanto as urnas esto a. E o futuro diante dos jovens. O Brasil tem que deixar de ser do futuro e precisa se tornar uma nao moderna do presente. Vamos ver.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.