Judiciário reage e tenta evitar que Sérgio Cabral denuncie desembargadores e ministros

Resultado de imagem para edson fachin

Ministro Fachin resiste ao lobby e mantém a delação de Cabral

Carlos Newton

A reação já era esperada, porque o corporativismo do Judiciário sempre fala mais alto e protege magistrados corruptos, em geral. No Brasil, juízes que prevaricam são protegidos e a punição é uma benção, pois ganham aposentadoria prematura e ainda garantem o direito de trabalhar como advogados. São raríssimos os casos de juízes que cumprem cadeia, como Nicolau dos Santos Neto ou João Carlos da Rocha Mattos. Agora, no caso de Cabral, a tentativa de blindagem é tão forte que está sendo comandada pelo próprio procurador-geral da República, Augusto Aras.

Na segunda-feira passada, cinco dias após o ministro Edson Fachin ter homologado a delação de Cabral, por solicitação da Polícia Federal, o procurador-geral Aras pediu a Fachin uma audiência reservada, que entrou pela noite. Mas não obteve êxito, porque o relator da Lava Jato não aceitou anular a delação de Cabral.

RECURSO AO SUPREMO – Diante da recusa de Fachin, no dia seguinte (terça-feira, 11), o procurador Aras entrou com um recurso no Supremo para derrubar a homologação do acordo com o ex-governador do Rio.  E apresentou as justificativas de sempre, ao argumentar que Cabral não apresentou fatos novos e teria se comprometido a devolver valores que já estão bloqueados pela Justiça.

Na verdade, as alegações de Augusto Aras já estavam ultrapassadas antes mesmo de serem apresentadas a Fachin, porque no dia anterior (segunda-feira, 10) Cabral já tinha prestado novo depoimento ao juiz Marcelo Bretas e foi logo exibindo um sensacional fato novo, ao denunciar a participação da própria mulher, Adriana Ancelmo, no esquema de corrupção, apresentando detalhes do envolvimento do escritório de advocacia dela.  

Cabral denunciou também um amigo pessoal, o ex-procurador-geral de Justiça, Cláudio Lopes, com quem passava os fins de semana no mesmo condomínio em Mangaratiba.

FATOS NOVOS – O fato concreto é que Sérgio Cabral resolveu tomar a iniciativa que sua mulher ameaçara fazer, mas recuou, ao ser solta – o ex-governador vai denunciar a corrupção no Judiciário do Rio, envolvendo juízes e desembargadores estaduais, além de ministros de tribunais superiores, especialmente do Superior Tribunal de Justiça, que abriga alguns “bandidos de toga”, no dizer da ministra aposentada Eliana Calmon, ex-corregedora nacional de Justiça.

Justamente por isso, o acordo de Cabral teve de ser homologado no Supremo, por envolver autoridades com prerrogativa de foro privilegiado, como ministros do STJ e políticos.

O mais importante é que a homologação é válida, porque em 2018 o próprio Supremo decidiu que delegados de polícia – tanto estaduais como federais – têm direito de fechar acordos de delação premiada. Por maioria, os ministros também firmaram o entendimento de que não é obrigatório que o Ministério Público dê aval à colaboração feita com a polícia. Ou seja, o procurador Augusto Aras pode estar clamando no deserto, como se dizia antigamente.

###
P.S.
Fachin agiu certo ao homologar a delação, porque a Justiça só tem ganhar e não há como perder. Se Cabral não apresentar nada de novo (seria Piada do Ano!) e não devolver o dinheiro prometido, qual é o problema? Sua delação estará automaticamente prejudicada e ele continuará na prisão. Mesmo que não tenham maiores novidades, os depoimentos servirão como aperitivo para a ansiada CPI da Toga, que ia ser formada no Senado, em maio de 2019, mas na reta final três parlamentares retiraram as assinaturas – Tasso Jereissati (PSDB-CE), Kátia Abreu (PDT-TO) e Eduardo Gomes (SD-TO). Trata-se de uma CPI que foi sofreu adiamento, mas pode ser retomada a qualquer momento, caso tenha apoio de 27 senadores. (C.N.)

19 thoughts on “Judiciário reage e tenta evitar que Sérgio Cabral denuncie desembargadores e ministros

  1. Bom, todos nós já desconfiávamos
    pra que o aras tinha sido recrutado pelo nosso “inocente” presidente.
    Agora, temos certeza.

    Ô aras! Deixa o homem falar, pô!
    Qual é o problema?

    Tá aí, mais uma prova do arreglo.

    E, pensar que no dia da nomeação do biltre, o boquirroto pediu um voto de confiança… rsrs

    Agora, mais uma mentira, comprovada.
    Virou um joguete, mesmo!!
    Um zero à esquerda!!
    Atenciosamente.

    https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www1.folha.uol.com.br/amp/poder/2019/09/criticado-bolsonaro-pede-paciencia-a-simpatizantes-por-indicacao-de-aras-a-pgr.shtml&ved=2ahUKEwjFo9K3uM7nAhUfGbkGHTIKBRYQFjAAegQIBBAB&usg=AOvVaw3WrR62Gmj9dd61eGXWnXyh&ampcf=1

  2. O Brasil não é para amadores mesmo.

    Quando um homem condenado (mesmo num pais com uma justiça tão “compreensiva” como o Brasil, a 280 anos, resolve contra , pleo menos um pouco, de como construiu sua “carreira, digamos assim, ao invés de todos correrem para pelo menos ouvi-lo, quase todos , fazem extamente o contrário.

    Fecham os olhos e ouvidos, desqualificam, criam todos os embaraços e quem “comanda” o processo?

    O Procurador Geral da República !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ” Correio Brasiliense sobre a função ”

    O procurador-geral da República é um postos mais importantes e prestigiados da República

    É responsável também por apresentar denúncias criminais contra autoridades com foro privilegiado.

    O cargo de Procurador-Geral da República/PGR, único magistrado do MP sujeito a designação pelo poder político, assenta na dupla confiança do Presidente da República e do Governo: a respetiva nomeação e exoneração são feitas pelo primeiro, sob proposta do segundo .

    Agora so falta o advogado de defesa pedir sua condenação.

    Seria a linha natural deste episódio

  3. Oremos pois a Santa Carmen Lucia, proterora dos desvalidos, que se nao me engano, nao cedeu as pressões e nomeou Fachin como substituto de Teori, na lava jato.

    Imaginem se fosse algum dos garantistas ” (kkkkkkk este termo so pode ter sido criado pelos kakaistas) como Lewandoviski, Rosa, Gilmar ?

    Seguramente as prisões estariam cheias:

    Moro, Bretas, Dalgnol, meia PF, e por ai vai.

    Presos e duramente condenados por afrontar os direitos de Cabral, Lulas e cia…..

    Oremos pois

  4. Escrevi, dia desses, que de nada adiantava discutirmos economia, se a situação brasileira em nível de Estado, Pátria, País e Nação, encontra-se inviável.

    Não há como pensarmos em desenvolvimento com o parlamento que temos, absolutamente corrupto, ladrão e vagabundo, perdulário, incompetente e irresponsável, e um judiciário que se mostra defensor de bandidos e avalista da impunidade.

    Pois, agora, mais um escândalo proporcionado pelo judiciário, que compete com o congresso sobre qual seria o poder que mais perdeu a sua ética e moral a respeito de suas funções, e satisfação ao povo.

    Lula, Cabral, Cunha, Zé Dirceu, Dilma … devem saber de fatos que abalariam de tal maneira as estruturas já frágeis do Brasil, que possivelmente desabariam em cima de todos nós!

    Não é por nada que Lula, Zé Dirceu, Dilma …. estão soltos, como se não tivessem cometido crime algum.
    Se o STF conseguiu amordaçar os ex-presidentes e seu maior articulador com a corrupção para roubarem o povo e país, não será o Cabral, um “governadorzinho”, que mostrará as vísceras do judiciário, então o desespero de Aras para que a delação de Cabral não seja aceita.

    E não será o ministro Fachin que permitirá a delação premiada, pois haverá movimentos internos que impedirão definitivamente que Cabral confesse ou fale a respeito de magistrados envolvidos em corrupção.

    Há muito em jogo, que vale qualquer esforço para calar o ladrão do ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, que deve saber de fatos que, se relatados, deixarão os poderes de cabelos em pé!

    Enfim, somente essa ansiedade de Aras em calar o Cabral, é prova incontestável do envolvimento do judiciário em falcatruas e trampas contra o povo e país, em face de estar aliado com o legislativo no domínio do país.

    • Prezado Francico Bendl,

      Sérgio Cabral não foi sequer um “governadorzinho” , mas sim um desgovernador do Rio de Janeiro, que faliu o Estado com o dinheiro público que roubou, e apesar do que já confessou sobre seus roubos, há suspeitas de que ele não falou sobre todo o dinheiro que furtou do erário do Estado.

      O Rio teve, nas última décadas, péssimos governadores, que só fizeram mal ao Estado e à Cidade do Rio de Janeiro, a começar por Leonel Brizola, que foi quem começou com a esculhambação de dar ordem para a polícia de nunca subir os morros, isto é, as comunidades, dando o governo das comunidades para traficantes e milicianos. E dos últimos 4 governadores que governaram o Rio, todos já foram presos : Garotinho, Rosinha, Sérgio Cabral e Pezão.

      • Prezado dr.Ednei,

        Sempre é uma enorme satisfação eu trocar ideias com o senhor, pois aprendo muito, em razão da minha inferioridade perante seus conhecimentos, experiências, curso de Medicina com especialidade em Psiquiatria, enquanto que pertenço à plebe ignara, à ralé do país.

        Dito isso, quando usei a expressão “governardozinho”, eu quis dar a entender como seria a forma como os magistrados poderia se referir ao ladrão e corrupto Cabral, cuja delação premiada, se homologada, como foi pelo ministro Fachin, poderá abalar os alicerces da República.

        De fato, mesmo eu residindo longe do Estado do Rio de Janeiro, tenho lido a respeito dos últimos governadores que devastaram com o povo fluminense, transformando a Cidade Maravilhosa como perigo iminente tanto para turistas quanto aos próprios cariocas.

        Afora, evidente, os roubos incalculáveis protagonizados pelo Executivo com a anuência da Assembleia Legislativa, e o tal Tribunal de Contas do Estado!

        Pois, entendo, dr.Ednei, que a função primordial dos deputados estaduais é fiscalizar os atos do executivo.
        Se esses ladrões que o senhor citou, realizaram tantos crimes contra o povo e o Estado, definitivamente eles tiveram o apoio parlamentar.

        E, depois, quando as contas que o TCE deveria analisar se corretas ou não, simplesmente as aprovou, significando que as administrações desses corruptos não havia ilicitudes, indiscutivelmente TODOS os conselheiros que atuaram durante as gestões desses quatro meliantes, deveriam responder processos criminais, em consequência de suas cumplicidades com os ladrões ex-governadores.

        Não creio, caro doutor, que o Cabral pudesse roubar tanto – talvez a maior quantia desviada na história por um governador -, se não tivesse ajuda de outros poderes pois, ao que me consta, Legislativo, Judiciário e Executivo não são estanques!

        Podem até nos enganar, mentir, ludibriar, que são independentes mas, a verdade, é que sempre foram muito unidos nas falcatruas e golpes contra o povo e país!
        A começar, que os “orçamentos” destinados aos parlamentares e magistrados advém da mesma fonte, a arrecadação de impostos!

        Caso o Executivo não transferir mensalmente a cota de verbas para cada um deles, independente de haver ou não dinheiro, o governador no dia seguinte seria impedido de governar.
        Por essas razões, que os servidores do Executivo são os prejudicados e lesados permanentemente quando há uma real ou planejada crise econômica:
        Legislativo e Judiciário são imunes às crises, menos os policiais militares e civis, professores, agentes de saúde e penitenciários!

        Cabral merece apodrecer na cadeia, e no presídio de Pedrinhas, no Maranhão, sem qualquer direito concedido aos demais presos, no entanto, pergunto:
        E o resto da gangue?!

        Desta forma, Cabral deve ter se sentido injustiçado porque tem sido o responsável único pelos crimes cometidos, mas aonde estão seus cúmplices, parceiros do crime?

        Pois são estes salafrários que o ex-governador quer denunciar, razão pela qual o nervosismo desses dois poderes com esta possibilidade, em meu juízo, evidentemente.

        Um forte abraço.
        Obrigado pela deferência.
        Saúde.

      • Prezado Sr. Ednei…acompanho seus comentários há tempos…respeito sua opinião e sua exp. de vida .

        Mas pondere nessa situação que lhe faço. Ok. ?

        Digamos que o Sr. Morasse em um morro ou bairro sem as minimas condições dignas de civilidade … E de repente em uma tarde de Domingo ..lá está o Sr. sua Sra.. e seus filhos pequenos assistindo um filme , quando de repente..CABRUM ..A porta de sua humilde casa é derrubada por vários policiais do “bope’, que sem um minimo de respeito te joga no chão de bruços , sua esposa e seu filhos idem , lhe dá um chute nas suas costelas …e vociferando lhe xinga de vagabundo, aliado de traficantes, diz que seu filhos são aviões do tráfico e que sua mulher é ….(bem nem vou escrever)…E então reviram sua casa quebram suas humildes cousas, e depois sem achar nada vai embora lhe rogando ameaças para que vc não reclame desta “visita” .

        E então eu lhe pergunto Sr. Ednei …como vc se sentiria sendo tratado desta forma, e sendo uma pessoa integra , pai de familia e um trabalhador humilde (digamos de uma construtora )… Como o Sr. se sentiria como CIDADÃO QUE CONTRIBUI , PARA QUE UM SERVIDOR PÚBLICO COMO ESTES POLICIAIS (policiais não, Bandidos uniformizados ) o tratem desta maneira e a sua FAMILIA ?

        Pense, portanto antes de JULGAR , o nosso querido Ex. GOVERNADOR
        Engº LEONEL DE MOURA BRIZOLA..nivelando essa coluna , com os demais canalhas de sua “lista”, e levantando uma falsa informação a respeito de quem já não mais está aqui para se defender.

        Mas , sei que o Prezado é uma pessoa de bom senso, há de analisar e ponderar no que escrevi acima ..apenas para ilustrar que nem tudo que Brilha é ouro.

        Se o nobre amigo ..não sabe, o Querido LEONEL BRIZOLA ..Foi o primeiro GOVERNADOR do nosso RJ..a dar as nossas crianças em trajes Escolares o Direito de ENTRAR pela porta DIANTEIRA( nos coletivos públicos ) sem pagar passagem ao irem para ESCOLA… o Sr. Sabia disso meu prezado ? O Sr. sabe quantas Crianças foram beneficiadas e tiveram melhor aproveitamento nos Estudos , ao evitar de andarem dois, três e até cinco Quilômetros para chegarem a ESCOLA ?… Essa e outras situações levam a crer que seu comentário foi no minimo INFELIZ , com relação ao nosso querido amigo e Ex. Governador LMB.

        YAH SEJA LOUVADO SEMPRE …

  5. Caro Lionço,

    Olha, para quem é facilmente influenciável por acontecimentos prejudiciais à maioria do povo ou situações anormais, que lesam também a população e país, somando com as tragédias das últimas semanas na Região Sudeste, inclusive com 60 mortos ocasionados pelas chuvas torrenciais e deslizamentos de terra, eu diria que tens razão!

    Agora, vamos e venhamos, de certa forma o povo merece os castigos que está recebendo por parte do governo, e não da Natureza, claro.
    A nossa omissão e passividade, covardia e desinteresse pelo Brasil, um dia resultaria na nossa subserviência e de ficarmos à mercê de corruptos e atrelados fortemente à corrupção.

    Por essas e outras, que reafirmo:
    O Brasil não tem solução!

    Abraço.
    Saúde.

    • Noutro dia, desisti – lembra, não???

      Em dias recentes … abri e me saiu: “Eis a razão pela qual diz o Senhor: Se voltares, farei de ti o servo que está a meu serviço. Se apartares o precioso do que é vil serás como a minha boca. Serão eles, então, que virão a ti, e não tu que irás a eles”. (Jr 15,19)

      Entendi que não posso desistir kkk KKK kkk
      Abração.

  6. Deviam investigar a declaração da ministra evangélica que afirmou ter visto Jesus subir numa goiabeira para socorrê-la. Imaginem quantos ingênuos sem esclarecimento acreditaram e contribuiram com o minguado salário para enriquecer os pastores das suas sagradas igrejas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *