Juiz Moro diz que a escolha do relator será feita de forma “institucional”

Resultado de imagem para sergio moro no velorio

Moro estava visivelmente emocionado no velório

Deu no Correio Braziliense

Responsável pela condução da Operação Lava Jato na Justiça Federal, o juiz Sérgio Moro avalia que a definição do novo relator do caso no Supremo Tribunal Federal deverá ser resolvida pela Corte de forma “institucional”. Moro compareceu ao velório do ministro Teori Zavaski em Porto Alegre (RS) e reiterou homenagens feitas ao magistrado, que era o relator da Lava Jato no STF.

“As instituições estão funcionando. Vai ser resolvido institucionalmente”, disse Moro, ao ser questionado sobre a decisão do presidente da República, Michel Temer, de indicar o próximo ministro do STF apenas após a Corte definir o novo relator da Lava Jato. “Compete ao Supremo”, completou Moro.

Com a morte de Teori, o STF deve adotar uma solução interna, para que um dos atuais integrantes da Corte assuma a relatoria da Lava Jato. A decisão sobre o sorteio para a redistribuição deve ser tomada pela presidente Cármen Lúcia.

NADA DECIDIDO – O ministro Ricardo Lewandowski afirmou que ainda não há nada decidido sobre quem herdará as relatorias que cabiam a Teori Zavascki na corte. “O momento é de luto, questões institucionais serão decididas na hora oportuna”, comentou durante o velório do colega. Segundo ele, o tema será objeto de deliberação por parte da presidente do STF, Cármen Lúcia, e do colegiado do tribunal.

O ministro Edson Fachin também disse que na próxima semana Cármen e o colegiado devem tratar do tema. “Do que decorre da vacância, o STF se ocupará o mais breve possível. Agora estamos com o olhar voltado para o presente, para a perda de um amigo e colega.”

Lewandowski comentou que Teori era um homem de bem, juiz competente e leal. “A magistratura perdeu um dos seus melhores quadros”. Já Fachin ressaltou que ele era seu vizinho de bancada no plenário do STF. “Na última vez que estive com ele, no final do ano passado, falamos sobre o sentido da vida e dos nossos afazeres, que tem sido de alta voltagem. Falamos sobre a importância de manter a serenidade eu brinquei, dizendo que no caso dele ‘manter a serenidade’ era um pleonasmo”, contou.

8 thoughts on “Juiz Moro diz que a escolha do relator será feita de forma “institucional”

  1. “GOVERNO TEMER TRAVA ACORDO DA ODEBRECHT COM A SUÍÇA (O Antagonista)

    Brasil 22.01.17 08:55

    De Jamil Chade, no Estadão:

    “O Ministério da Justiça do Brasil travou a negociação de um acordo de cooperação com a Suíça para acelerar investigações de casos de corrupção na Operação Lava Jato. A proposta da Procuradoria-Geral da República brasileira é criar uma força-tarefa com o Ministério Público do país europeu para depurar milhares de páginas de extratos bancários, levantar identidade de suspeitos e tratar de acordos de delações premiadas ainda não celebrados.

    Uma troca de e-mails revela exigências feitas pelo governo brasileiro a autoridades do MP suíço. Para dar prosseguimento à parceria, lançada em março do ano passado, o Executivo do Brasil pediu o nome de suspeitos e a lista de potenciais alvos que poderão vir a ser investigados. A condição causou estranhamento, e o pedido não foi acatado.”

    É isto mesmo que você entendeu: o governo de Michel Temer exigiu a lista de investigados e potenciais suspeitos.”

  2. Pleonasmo Dr Juiz Fachin….

    Logo o STF retorna de novo, juntamente com seus pleno-pasmos representantes, ao timing da experiência anterior, encarando de frente, mas adiando para depois, a hemorragia de sangue, Quando ira desencadear em cadeia, finalmente, pra muitos desses colarinhos brancos do panorama greal politico brasileiro?

    De novo, e de novo e de novo, e nada do Lula entrar para dentro duma cela.

    E nada de sair para fora com toda essa cambada de vigarista no Congresso Federal e na Presidência da Republica…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *