Juiz quebra sigilo da Operação Ararath, que envolve governador do Mato Grosso, senador, prefeito e outros políticos

http://prosaepolitica.com.br/wp-content/uploads/2013/11/operacao-ararath.jpg
Fausto Macedo 

Estadão

O juiz federal Jeferson Schneider, de Cuiabá (MT), abriu o sigilo da Operação Ararath – investigação da Polícia Federal sobre desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro por meio de instituição financeira clandestina.

A medida foi tomada nesta terça feira, 27. “O Brasil constituiu-se em uma república por meio da qual os agentes políticos devem desempenhar suas funções públicas em público”, assinala o magistrado. “Em uma república não há espaço para a atuação do poder público de forma oculta ou velada, dando azo ao mistério, à dúvida, à desinformação”, alerta Jeferson Schneider.

A Ararath é uma missão da PF desencadeada em cinco etapas, a mais recente há duas semanas, quando o juiz Schneider autorizou prisões e buscas, inclusive em repartições públicas.

A investigação mira importantes personagens do cenário político do País, o governador Silval Barbosa, do Mato Grosso, o senador Blairo Maggi, o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes e o maior financiador da campanha do senador Pedro Taques.

GESTÃO DE MAGGI

Também nesta terça feira, 27, o juiz recebeu denúncia criminal contra Éder de Moraes, ex-secretário de Estado da Fazenda, gestão Blairo Maggi. Ele é acusado por operar instituição financeira sem autorização do Banco Central.

“A atuação do poder público deve dar-se às claras, sob a luz do sol, de forma transparente, para que todos os cidadãos interessados e preocupados com o destino da república possam ter pleno e irrestrito acesso às informações necessárias para, com independência, realizar o seu juízo de valor”, assinala o juiz Jeferson Schneider.

Para o magistrado da Operação Ararath, “a publicidade da atuação do poder público é pressuposto de legitimação dos atos estatais, os quais são expostos ao conhecimento de toda a cidadania para fins de controle do poder público pelo público”.

2 thoughts on “Juiz quebra sigilo da Operação Ararath, que envolve governador do Mato Grosso, senador, prefeito e outros políticos

  1. Parabéns ao Sr. Fausto, e a Imprensa de S. Paulo, em mostrar os belos exemplos de JUIZES FEDERAIS: Dr. Sérgio Moro, no Paraná e o Dr. Jeferson no Mato Grosso , que honram suas CONSCIÊNCIAS e a Srª JUSTIÇA, servindo de exemplo para 6 juizes com o titulo de ministros, da suprema, que estando na cupula do sistema judiciário, deveriam dar exemplo de “Honra”, e não de sabujos, que são!!.
    Queira DEUS que essas duas andorinhas, façam verão, nesse País, e que a Srª Justiça,DA PLANICIE puna os ladrões de alto coturno, E NÃO SÓ OS 3PS – POBRE, PRETO E PUTA
    Só resta a CIDADANIA, apelar à DEUS, por não ter uma SUPREMA CORTE DE JUSTIÇA CONFIÁVEL EM FAZER JUSTIÇA.
    RUI BARBOSA, A QUE PONTO CHEGAMOS, DE 11, SÓ CINCO MERECEM AINDA CONFIANÇA

  2. Sabemos todos que o Judiciário em em mãos o poder de mudar a sorte deste país e revelar integralmente a sujeira que infesta as altas esferas deste país. Parabéns aos doutores Moro e Schneider. Que façam escola são os nossos votos, extensivos ao Ministro Joaquim Barbosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *