Justiça determina bloqueio de bens de Marcelo Crivella e de oito investigados

Resultado de imagem para crivella acusado

Marcelo Crivella está cercado pelos sete lados

Rosanne D’Agostino
G1, Brasília

O juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do Distrito Federal, decretou nesta segunda-feira (16) o bloqueio de bens do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), e de outros oitos investigados. O bloqueio foi determinado no âmbito de uma ação por improbidade administrativa relacionada a um contrato fechado pelo Ministério da Pesca com uma empresa quando Crivella era o ministro – leia detalhes mais abaixo.

O G1 buscava contato com a assessoria de Marcelo Crivella até a última atualização desta reportagem. Na decisão, a Justiça do Distrito Federal determina o bloqueio de até R$ 3.156.277,60 dos investigados.

RESSARCIMENTO – Ao pedir o bloqueio, o Ministério Público Federal (MPF) argumentou que a medida visa “garantir o pleno ressarcimento do erário” em caso de condenação.

A ação investiga a suspeita de sobrepreço na contratação da empresa Rota Nacional Comércio e Manutenção de Equipamentos Eletrônicos para o fornecimento e instalação de vidros e acessórios no prédio onde funcionava o Ministério da Pesca e Aquicultura.

Segundo o MPF, a Controladoria-Geral da União (CGU) constatou a contratação de serviços “sem necessidade demonstrada” e com “superestimativa de quantidades”.

ALTO ESCALÃO – O sobrepreço, de acordo com a acusação, seria de R$ 411.595,00. “Todo o alto escalão tinha contato direto com o então ministro”, diz o Ministério Público.

Ao analisar o caso, o juiz de Brasília afirmou: “Percebo fortes indícios de irregularidades cometidas no âmbito do contrato”.  “São claros, portanto, os indícios da prática de atos de improbidade administrativa”, acrescenta Borelli na decisão.

O bloqueio abrange “todos os valores creditados em contas bancárias, cadernetas de poupança, fundos de investimento ou quaisquer outras aplicações financeiras” cujo titular seja um dos investigados.

O juiz também determinou a notificação de todos os citados na ação para apresentarem defesa prévia na ação.

RESTRIÇÕES – Mais cedo, nesta segunda-feira, a Justiça do Rio de Janeiro determinou restrições à atuação de Crivella como prefeito.

Isso porque foi revelada uma reunião secreta dele com pastores no Palácio da Cidade, na semana passada.

O juiz Rafael Cavalcanti Cruz, da 7ª Vara de Fazenda Pública, determinou que Crivella está proibido, por exemplo, de usar a máquina pública em interesse de grupos religiosos, de privilegiar o uso de serviços públicos (como filas de hospitais) ou de realizar censos religiosos.

9 thoughts on “Justiça determina bloqueio de bens de Marcelo Crivella e de oito investigados

    • Nada a ver. Bispo da igreja universal (sinônimo de charlatão/171). Roubaria em qualquer governo. O brilhante físico Sérgio Rezende foi ministro da ciência e tecnologia do governo Lula. Atuação irreparável. Professor titular da ufpe, respeitadíssimo entre seus pares no Brasil e no exterior. Se Lula tivesse usado sua popularidade para elegê-lo, em vez de Dilma estaríamos em outro patamar. Mas ao fazer Dilma presidente e Temer seu vice lula afundou o Brasil no atoleiro que se encontra. Disso Lula é culpado, sem dúvida.

      • kkkkkkkk sinônimo de charlatão?E roubaria? E os petistas é que estão presos? ou soltos pelo Gilmar Mendes? Boa essa piada. É muita injustiça!

  1. Não existe lavanderia mais eficiente para lavar dinheiro sujo, como dízimos e ofertas. Ninguém é obrigado a comprovar a origem, mas apenas o destino: o Altar do Senhor!

  2. O nome correto deste cara deveria ser Crimalla. Já pensei em fundar uma igreja a fim de abrir concorrência. Ao invés do dizimo, vou inovar, cobrarei o PENTÁZIMO – apenas 5%de gorjeta celestial – e prometendo o dobro de orações

  3. Não estou defendendo , mas se estão mesmo preocupados com os munícipes do Rio de Janeiro, deveriam era olhar o que ex prefeito fez.
    Não vi nenhuma reportagem do globo pedindo ressarcimento da ciclovia que cai matando gente …
    Agora só porque se reuniu com alguns eleitores cristão o Crivella virou judas .
    Fico a imaginar porque a globo está tão preocupada …porque deixou de receber 10 milhões em propaganda da prefeitura , resultado o prefeito pra globo não presta .

    • Boa, pelo menos alguém que não olha com preconceito,aqui.No Direito a gente aprende o caminho do crime. E nele para haver crime há a necessidade de ter a execução. Ainda que fosse uma reunião “secreta”, marcada com 250 religiosos numa rede social de mensagem. Onde ele poderia por na entrada a guarda municipal com detectores de metal para evitar gravações. Ele fala claramente que contratou 15 mil cirurgias. Ora isso acaba com a fila e ainda sobra centenas de vagas para quem precisa das cirurgias. Mas voltando ao íter criminis, Não há crime, simplesmente,porque não há nenhuma pessoa que tenha sido beneficiada, furando a fila. Não há quebra-molas, ou sinal, ou faixa, ou ponto de ônibus, ou isenção de IPTU dada pela prefeitura depois da reunião, Então não há crime. Na pior das hipóteses ficou na cogitação, ou se a Márcia anotou ficou na preparação. Não há crime.O que há são perdedores anti democratas que vão da extrema esquerda (Psol), passando por preconceituosos religiosos, até a extrema direita (Globo) que se unem para tentar derrubar o prefeito eleito. Pra isso usam todas as armas: do braço político, braço judiciário, do mprj (que na última década viveu em estado latente de inércia, mumificado,enquanto Cabral e sua gangue roubavam os cofres públicos do RJ, e o ed Paes? Ninguém fala, Por quê?)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *