Justiça não acatará pedido para fazer auditoria da eleição

http://www.bahianoticias.com.br/fotos/editor/Image/urna_eletronica_66.jpg

Márcio Falcão
Folha

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro João Otávio de Noronha, afirmou sexta-feira que o pedido do PSDB para uma “auditoria especial” no resultado das eleições não apresenta fatos que possam colocar em xeque o processo eleitoral.

O ministro classificou a ação protocolada pelo partido no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de “incabível” e com potencial para arranhar a imagem do país.

O texto, assinado pelo coordenador jurídico nacional do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), argumenta que, após anunciada a reeleição da presidente Dilma Rousseff, desconfianças propagadas nas redes sociais têm motivado “descrença quanto à confiabilidade da apuração dos votos e à infalibilidade da urna eletrônica”.

“O que ele [coordenador jurídico] não apresenta são fatos que possam colocar em xeque o processo eleitoral. Está colocando en passant. Isso não é sério, então, não me parece razoável”, afirmou o ministro.

“O problema é que não estão colocando em xeque uma ou duas urnas, mas o processo eleitoral. É incabível. Se você colocar em xeque o sistema eleitoral, aponte o fato concreto que vamos apurar”, completou.

HORÁRIO DE VERÃO

Na ação, o tucano alegou ainda que a diferença de três horas entre o encerramento da votação no Acre e os demais Estados que seguem o horário de Brasília e a margem apertada de diferença “acabaram por fomentar ainda mais as desconfianças”.

Dilma foi reeleita na disputa presidencial mais acirrada desde a redemocratização do Brasil, derrotando Aécio Neves (PSDB) com 51,64% dos votos válidos (54,5 milhões de votos), ante 48,36% (51 milhões) obtidos pelo tucano.

Noronha disse que “parece grave” que a petição tenha sido protocolada na Justiça Eleitoral sem assinatura de Aécio e outros integrantes do partido.

“TUDO VERIFICADO”

O ministro afirmou ainda que todo o processo para depósito das urnas, com códigos e chaves, foi devidamente acompanhado, sendo que todo o sistema foi verificado e auditado.

Segundo o corregedor, as informações referentes ao processo eleitoral já estão disponíveis na internet ou serão disponibilizados ao PSDB. Noronha, no entanto, afirmou que não vê motivo para autorizar a criação de uma comissão formada por técnicos indicados pelos partidos políticos para a fiscalização de todo o processo eleitoral.

“O plenário vai discutir e deliberar, mas formar uma comissão para quê? Eles acompanharam o processo eleitoral todo”, afirmou.

Sampaio afirmou que não se trata de recontagem dos votos, mas de medida para evitar que teorias de que houve fraude no processo continuem sendo alimentadas e pondo em xeque a postura adequada da Justiça Eleitoral. A ação afirma ainda que o intuito da auditoria é “dissipar quaisquer dúvidas sobre a intervenção de terceiros na regularidade do processo”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO pedido do PSDB foi só para mostrar que o partido não está alheio aos fatos. É preciso redigir novo requerimento, mais consistente, mostrando em detalhes as evidências sobre irregularidades nessa disputa eleitoral que manteve no poder o governo mais corrupto da História do Brasil. (C.N.)

17 thoughts on “Justiça não acatará pedido para fazer auditoria da eleição

  1. OPINIÃO ISENTA QUE NÃO SE VÊ NA MÍDIA. Pelo visto, na mídia luso-tupiniquim, facciosa, tão ou mais partidária do que o próprio partidarismo-elleitoral, velhaco, a guerra tribal primitiva por poder e dinheiro, há 22 anos sob a epígrafe “Tucanalhas” versus “Petralhas”, e vice-versa, como os mesmos se tratam na rede, continua, firme e forte, com os miquinhos midiáticos adestrados dando a maior força para continuísmo da guerra, quiçá insatisfeitos com o cerco que fizeram contra um dos lados sem conseguir combinar o desfecho da batalha 2014, antes, com a maioria do eleitorado que se dignou ir, ou não ir, às urnas por motivos diversos. E ,dentro das urnas, os que fizerm a diferença, ao que parece, foram os anti: “anti-petralhas e anti-tucanalhas”. E nada de Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, restando comprovado pelas urnas,com a chancela do TSE, que os “anti-tucanalhas” são a maioria neste país, que, em democracia, mesmo na partidária-elleitoral, velhaca e vencida, que aí está, representa a voz de Deus, que todos devem respeitar, até porque arrelia é coisa de moleques que não aceitam a derrota dentro das regras do jogo que optaram por jogar, face às quais já sofreram 4 derrotas consecutivas, e tudo indica que vem aí a 5ª no Quinto dos Infernos em que transformam as vidas dos cidadãos comuns, que precisam ir à luta ganhar o dindim das faturas, do pão, do café e do leite do dia-a-dia. Daí, vem o senador-fazendeiro, Aloysio Nunes, com mais de 40 anos tirando proveito da guerra partidária-elleitoral, aliás, um dos Senhores dessa Guerra, agora flexado em seus calcanhares, dizer que o culpado dos seus ferimentos são a Internet e o cidadão indignado e enfurecido com tudo isso que aí está e que já vem malhado desde os nossos respectivos nascimentos, e que não tem mais a quem recorrer para se libertar do continuísmo da mesmice, e dos mesmos, senão a Deus. E pelo seu discurso no senado contra a liberdade de reação do cidadão e da cidadania, via internet, contra o continuísmo da mesmice, e dos mesmos, dá a impressão que, doravante, fara , lá no congresso, guerrilha contra a própria democracia partidária para manter viva a sua pretensão continuista no bem-bom , como fizera no passado contra aqueles que ainda chama de seus algozes para chegar lá, onde está há mais de 40 anos, e pelo visto mais um que só sairá de lá morto, por velhice, graças ao continuísmo do fla-flu, dos mesmos, que só convém aos mesmos, porque o grosso da sociedade quer e necessita, isto sim, é da Mega-Solução geral para a Nação, o Borogodó, que, a nosso ver, é a RPL-PNBC-ME, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o Novo Caminho para o Novo Brasil de Verdade, porque evoluir é preciso, o qual, aliás, o partidarismo-eleitoral, velhaco, sem-vergonha, e a mídia do mesmo jaez, impediram de ser mostrado à sociedade no bojo da última campanha eleitoral, cujos candidatos impostos por seus partidos até que falaram de “mudanças”, porém apenas oportunistamente, só da boca para fora, e nada além da palavra “mudança”, usada apenas como sofisma, bem ao gosto e costume do velho partidarismo-eleitoral , velhaco, oportunista e sem-vergonha.

    • É isso mesmo ! Trabalhei em uma escola neste 2º turno e, após 17h, não havia um único fiscal de partido algum para assinar o Boletim de Urna. Entenderam ? Um único sequer. Agora, apoiar-se na Internet para motivar um processo é tão ridículo quanto as afirmações dos EUA : “Os separatistas derrubaram o MH17 porque nós vimos a confissão no Facebook”.

    • Alô primeiro comentarista. Gostaria que explicasse melhor se o Aloysio Nunes Ferreira é fazendeiro mesmo. Só se virou recentemente. Quando saiu da faculdade plantava algumas coisas com coragem. Hoje nem bananeira. Mas, posso lhe assegurar que 40 anos ATRÁS ele não tirava proveito de nenhuma guerra PARTIDÁRIA-ELEITORAL. Que invenção histórica é essa? 40 anos atrás só havia ARENA e MDB dóceis à ditadura e, MAIS DE 40 ANOS ATRÁS, o Aloysio estava na resistência armada contra a ditadura. Tornou-se eleitoreiro do SISTEMA depois da Lei de Anistia e nos anos 80 aliado ao Orestes Quercia, conhecido também como Disque Quercia contra a Corrupção, de acordo com o Requião.

  2. As urnas eletrônicas brasileiras são uma aberração… valem menos que um jogo de loteria…

    A garantia para os resultados das eleições, fica e morre com o apanágio dos excelentíssimos doutores do Supremo Tribunal Eleitoral, do seu DOM de proclamarem os vencedores.

    Na loteria, para receber o seu prêmio entre milhões de apostadores, o cidadão só bota a mão no prêmio, se tiver o comprovante do jogo jogado.

    Sem maiores delongas, ao inverso de um jogo de loteria, o VOTO dos brasileiros nessa urna é um faz-de-conta, que só prolonga personagens de uma DEMOCRADURA, que precisa ser extirpada do nosso processo eleitoral, e da Nação.

    Responder

  3. Amigos

    isso ja era previsto,afinal é Tofoli que preside o TSE nada mais justo que admitir que ta tudo dominado é so ver na Papuda ja não tem nenhum peixe graudo e vai piorar ainda mais ,mas o povo gosta né…………………………………………..

  4. Tolos,arrogantes e infames,se não fazem auditoria,é porquê neste mato tem coelho.As palavras de Maria Aparecida Cortiz,já estão espalhadas pelo Brasil afora. Viu PT ??? E companhia Ltda, também

  5. Isso deveria ser visto antes das eleições pelos partidos,agora cheira golpe.Se a vitória fosse do outro candidato não haveria reclamação,é lógico que sim,não existe perdedor que não esperneia.

  6. Qual a surpresa? Diziam os velhos cariocas: Quem perde é que chora. “É preciso deixar a paixão de lado, porque a bola está lá dentro”. Eu fiz uma pergunta aqui no Blog: Marina está apoiando Aécio. E se ele não ganhar, como é que fica? Todos sabiamos que a eleição seria a mais aspérrima de nossa história. O PSDB foi buscar o seu mais jovem “general” para essa batalha. O “general Aécio” mostru-se um primário, bizonho mesmo. Devia ser elegante, cortêz, didático, mostrando aos eleitores o lado civilizado da política. Não! Quiz esmagar Dilma, buscando a luta em um terreno pantanoso, que ela é mais acostumada. Se deu mal. Agora os desesperados vão fazer o diabo para atrapalhar o governo, sem perceberem que em sua insanidade PODEM PREJUDICAR O BRASIL.

  7. Pelo menos tem alguém no PSDB com responsabilidade:

    “O tucano Alberto Goldman, ex-governador de São Paulo, sinaliza que foi um erro a petição apresentada pelo deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) para questionar o sistema das urnas eletrônicas.

    “Não sustentamos que houve fraude”, diz Goldman. Além de rechaçada por diversos ministros do TSE, a petição foi considerada um “desserviço à democracia”.”

  8. É preciso haver insistência por parte da oposição na necessidade e no direito de se fazer perícia do processo eleitoral.

    Tem que insistir nisso, pois, é na omissão que o PT está crescendo e corrompendo os processos e as instituições.

    Depois será tarde demais.

  9. Vou repetir: Quando a Marina subiu nas pesquisas e chegou a ultrapassar a Dilma, o Aécio estava quase desistindo da candidatura, e em pouco mais de uma semana ele passou a Marina e chegou ao segundo turno, não vi nenhum dos integrantes do partido da Marina dizer que houve fraude, as urnas eletrônicas passaram despercebidas pelos tucanos, não questionaram, agora foram “roubados”.

  10. Essa gente não é tucana. Aécio já aceitou o resultado e partiu pra outra. Essa gente aí é golpista de carteirinha, que apóia até intervenção dos EUA para se arrumarem. Estavam a reboque do Aécio. Alguns estão até matando cachorro a grito, chamando gato de pai e sentem saudades daquelas boas vidas de consumo, que seus pais ou avós privilegiados da ditadura lhes proporcionaram. Sim, porque na ditadura militar a canalha golpista entrou pela janela nos cargos públicos, SE EFETIVOU EM ALTOS CARGOS E ESTÁ APOSENTADA HOJE COMO ESTATUTÁRIA OU COMPLEMENTAÇAO DE FUNDO DE PENSÃO, E NÃO APENAS NO MISERAÁVEL REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SUJEITO AO FATOR PREVIDENCIÁRIO. Seus filhos ou netos agora estão nas redes sociais na M e sonham que, através de um golpe como o de 64, possam viver como seus pais ou avós viveram. Muitos nem têm papas na língua para defenderem os torturadores de presos políticos da ditadura militar. Outros ainda disfarçam e muito mal. São inconscientes sociais, entreguistas e no momento estão desesperados. Não deu para sentir o digitar de baixo nível e agressivo da maioria deles nesses últimos tempos, antes e depois da eleição presidencial? Todos eles aceitaram a regra eleitoral do SISTEMA. Combateram e até ofenderam os que decidiram não participar da farsa eleitoral. Perderam e seguem molestando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *