Lava Jato enfim anuncia que Pezão também recebia propinas no esquema de Cabral

Resultado de imagem para pezao corrupto charges

Ilustração transcriota do blog Paulo Ricardo Paúl

Mariana Sallowicz
Estadão

A Polícia Federal (PF) encontrou indícios de que o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), recebeu propina da organização criminosa que seria liderada pelo ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), preso na Operação Calicute. A PF entregou nesta quinta-feira, dia 9, umdocumento ao juiz federal Marcelo da Costa Bretas, responsável pelos desdobramentos da Lava Jato no Rio, em que sugere o encaminhamento do material ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), já que Pezão tem foro privilegiado.

O material foi localizado em busca na casa de Luiz Carlos Bezerra, apontado nas investigações como operador financeiro. Ele também foi preso na Calicute, desdobramento da Lava Jato. Segundo a PF, foram achadas anotações sobre a distribuição da propina recebida por Cabral com a identificação de Pezão. O documento traz referências a pagamentos de R$ 140 mil e R$ 50 mil.

DENÚNCIA FIRME – “Apesar de ainda não terminada a análise do material (outras pessoas recebedoras de valores estão sendo identificadas), é certo que foi identificado como recebedor de valores o senhor Luiz Fernando Pezão”, diz no documento o delegado da PF Antonio Carlos Beaubrun Junior.

Pezão diz que está à disposição da Justiça para prestar esclarecimentos. “Pezão ressalta que suas contas já foram analisadas em processos anteriores da Polícia Federal, e estes foram arquivados”, diz em nota. Ao Broadcast Político, serviço de notícia em tempo real da Agência Estado, o peemedebista acrescentou que já teve a “vida revirada do avesso” pela PF e foi investigado duas vezes, mas “não acharam nada e pediram arquivamento”. “A PF investigou tudo, quebrou o sigilo do meu telefone celular e das minhas contas bancárias. Estou à disposição da Justiça como sempre estive, não tenho problema quanto a isso”, afirmou ele.

Pezão disse ainda não saber a origem dos documentos. “Não sei se é campanha, o que é. Não vou em cima de suposições ou documentos que nem sei de onde vem, para comentar”, completou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Conforme já informamos aqui na Tribuna da Internet, Pezão só não foi algemado e conduzido a Bangu porque tem foro privilegiado no STJ. As provas contra ele, que foi secretário de Obras de Cabral e assinava os contratos e aditivos com as empreiteiras, são do tamanho do pé dele, que tem mão grande. (C.N.)

8 thoughts on “Lava Jato enfim anuncia que Pezão também recebia propinas no esquema de Cabral

  1. Isso de milhares ou milhoes de reais é $$ de pinga

    Que tal falarmos de um escandalo de BILHOES de reais de prejuizo ao tesouro do estado ?
    Olha o nosso $$ ai

    Vamos pegar de volta ?

    ” PUBLICADO EM 09.02.2017 – 16:15

    TCE aponta irregularidades em operações financeiras de R$ 18,3 bi do Rioprevidência

    Aporte de R$ 6,6 bilhões gerou dívida de R$ 18,3 bilhões para os combalidos cofres do Fundo Único de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro (Rioprevidência). O Tribunal de Contas do Estado (TCE) identificou que foram feitas vendas de ativos dos royalties do petróleo para Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e instituições internacionais. As operação começaram a partir de 2013 e foram colocadas sob suspeitas pelos auditores responsáveis por inspecionar os documentos.

    Para operar em Delaware, nos Estados Unidos, o Rioprevidência criou empresas. Os contratos foram feitos com cláusulas exorbitantes e comprometimento de até 60% dos royalties do petróleo até 2020.

    O órgão não identificou os critérios para a escolha da Planner Trustee Distribuidora de Títulos e Valores Imobliliários Ltda, investigada na Lava Jato, e da norte-americana National Wilmington Os responsáveis pela empresa norte-americana não foram identificados. Chama atenção ainda contrato assinado pelo governador Luiz Fernando Pezão em iglês, sem tradução juramentada em português, como determina a lei. Um único escritório de advocacia recebeu R$ 16 milhões, mas não tem documentos sobre a prestação do serviço ao fundo.

    O relatório do conselheiro José Graciosa coloca em xeque a solidez do fundo e futuros dos aposentados. Em sessão plenária, pela manhã, foi decidido a notificações do ex-governador Sérgio Cabral, que inicio o processo de descapitalização do fundo, e do atual governador Pezão, do ex-diretor presidente do Rioprevidência e atual secretário de Estado de Fazenda, Gustavo Barbosa, e do atual presidente do Fundo, Reges dos Santos. ”

    Link

    http://blogs.odia.ig.com.br/justicaecidadania/2017/02/09/tce-aponta-irregularidades-em-operacoes-financeiras-de-r-183-bilhoes-do-rioprevidencia/

  2. acho,que esse ladrão esqueceu de um de seus crimes,que foi o roubo do dinheiro mandado pelo governo federal para a tragédia da região serrana,que eles
    roubaram tudo e,não fizeram nada.
    mas tem nada não,foi acobertado por tanta gente durante tanto tempo mas,agora babou geral e,sua hora tá chegando.

  3. Em uma prática oposta à de governos anteriores, o presidente Michel Temer restringiu a livre circulação de jornalistas no quarto andar do Palácio do Planalto, onde ficam os gabinetes ministeriais da Casa Civil e da Secretaria de Governo.

    Agora, o acesso só é permitido com o acompanhamento de um funcionário da Secretaria de Comunicação. O sigilo da fonte jornalística é garantido pela Constituição Federal

  4. O problema é que o maldito foro privilegiado do governador Pezão pode atrair os processos dos outros ladrões, como Sérgio Cabral.

    Legal seria que o Dr. Jorge Béja manifestasse a sua opinião sobre isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *