Lava jato prende mais um empreiteiro e um operador do esquema

Deu em O Tempo

Desde as 6h desta sexta-feira (27), a Polícia Federal enviou dez homens para cumprir três mandados judiciais de prisão preventiva no Rio de Janeiro e em São Paulo. Ao contrário da temporária, a prisão preventiva pode se estender por prazo indeterminado durante um processo.

Um dos presos é o diretor-presidente e membro do conselho de administração do Grupo Galvão, Dario de Queiroz Galvão Filho, em mais uma ação da operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrução na Petrobras.

Dario foi preso em sua casa, em São Paulo, na qual a PF também cumpriu mandado de busca e apreensão. Ele é o segundo executivo do grupo a ir para a prisão na Lava Jato. Já está preso desde novembro Erton Fonseca, diretor-presidente da Galvão Engenharia, uma das empresas do Grupo Galvão.

A PF também prendeu no Rio na manhã desta sexta-feira Guilherme Esteves, apontado como operador do esquema que distribuía propinas a dirigentes da Petrobras e políticos em troca de contratos da petroleira estatal.

Os dois presos serão levados a Curitiba.

GRAÇA CONSTRANGIDA…

Nessa quinta-feira (26), a ex-presidente da Petrobras Graça Foster prestou depoimento à CPI que investiga a estatal. Ela afirmou se sentir “envergonhada” e ter um “constrangimento muito grande” pelos relatos de propina na empresa feitos por ex-funcionários que se tornaram delatores da operação Lava Jato.

Para se defender, Graça ainda confirmou a tese levantada pelo ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli de que a corrupção se formou fora da Petrobras e não foi possível de ser detectada pelo controle interno nem pelas auditorias externas.

One thought on “Lava jato prende mais um empreiteiro e um operador do esquema

  1. A cada dia uma agonia das empreiteiras da Lava Jato e seus executivos. E ainda aparece gente querendo defender os corruptores das empresas privadas. Esse tão apregoado acordo de leniência é uma vergonha para esse país tão carente de ética nas relações entre o público e o privado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *