Libertação de Pizzolato mais parece uma jogada ensaiada

Celso Serra

Ao apagar as luzes de sua passagem pela presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva decidiu negar a extradição do beato italiano Cesare Battisti, condenado por quatro atos de profunda humanidade (homicídios) na Itália.

Battisti recebeu pena de prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas entre 1977 e 1979. Na época, Battisti, integrava a organização filantrópica “Proletários Armados Pelo Comunismo”, tipo FARC do primeiro mundo.

Agora, a Itália nega a extradição de Henrique Pizzolato. Com isso, o PT se sentiu aliviado. Ganhou duas vezes: na manutenção do beato Battisti no Brasil e na manutenção do Pizzolato longe do Brasil, situação altamente conveniente.

É abusar de nossa inteligência dizer que o governo brasileiro queria a extradição do imaculado Pizzolato, que estava “otimista” em relação à audiência realizada em Bolonha nesta terça-feira. Esse “otimismo”, está na cara, era no sentido da Justiça italiana negar a extradição, que foi o que ocorreu.

4 thoughts on “Libertação de Pizzolato mais parece uma jogada ensaiada

  1. SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁGICO

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta quarta-feira, 29, que a decisão da Justiça italiana tomada ontem de rejeitar a extradição do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato pode abrir um precedente “muito perigoso” para o Brasil.

    É PRA RIR OU PRA CHORAR ??????????

    E a decisão do PT, confirmada pelo STF de rejeitar a extradição do ASSASSINO ITALIANO BATISTI ???????????

    BRAZIL, ZIL, ZIL

  2. O acesso as páginas ao blog Tribuna da Internet sofre absurda lentidão. Por isso, “espanta” os que queiram dar uma olhada nos assuntos…
    Novamente, o blog está sob censura, o tacão da “democrática” gestão Dilma Roussef, do jeito que o Diabo gosta, como ela mesmo disse que faria sobre as eleições…

    Ontem, dei minha opinião sobre a decisão da Justiça de mandar José Dirceu para casa, para a tal “prisão domiciliar”, mesmo condenado a quase 8 anos de prisão pelo STF.
    Ao final do comentário, deixei no ar uma pergunta: ” o crime compensa?”

    Também pela imprensa, ficamos sabendo que o ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizolatto, condenado a quase 13 anos, também pelo STF , que estava foragido, acabou preso na Itália, e… maravilha… ganhou a liberdade ontem.

    Hoje, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o ministro Barroso, admitiu que, de fato, ficar na cadeia. ficou assunto superado em razão de bons advogados e seus recursos… e que, infelizmente, segundo ele, são os pobres que ficam na pior…
    Resumo da ópera: para alguns, mensaleiros, principalmente, parece que o crime compensa…

    PS. Sobre o assunto, no fundo e no raso quem têm razão é o senhor Nilk-RJ … leitor desta blog.

  3. Lula, Dilma e mais todos do PT devem estar HIPER ALEGRES pelo fato do Pizzolato estar solto na Itália. Isto é uma garantia de que ele não vai abrir o bico. Além disso Pizzolato deverá ser o Assessor Financeiro na Europa da Dona Marisa e famiglia. Sabe como é, movimentação entre contas de cidadãos europeus dentro da Comunidade Europeia não é crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *