Lder do PT no Senado diz que, apesar do tom de Lula, partido deve buscar o dilogo com o pas

“Precisamos falar para mais de 50% da populao”, diz Costa

Daniel Carvalho
Hanrrikson de Andrade
Folha / Uol

Com a libertao do ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva, o PT ingressa em um novo captulo de sua histria, tentando agora se recuperar da derrota sofrida nas urnas nas eleies de 2018 para o presidente Jair Bolsonaro.

Ao programa de entrevistas da Folha e do UOL, no estdio compartilhado em Braslia, o lder do partido no Senado, Humberto Costa (PT-PE), reconhece que preciso falar para alm de sua bolha, em um esforo para recuperar a parcela do eleitorado perdida.

Nosso discurso tem que se dirigir no somente para um tero que gosta e vota no PT, mas para mais de 50% da sociedade que j, inclusive, votou no PT, diz Costa. Segundo ele, Lula elevou o tom no discurso ao sair da priso, mas deve buscar o dilogo com o pas. O senador ainda defendeu uma aliana da esquerda nas eleies municipais de 2020.

RECONQUISTA – Estamos sob ataque desde 2015, quando ganhamos a eleio. J estvamos sob ataque, mas esse mais cerrado, que culminou com impeachment [de Dilma] e com a proibio de Lula ser candidato, com a priso dele, nos obrigou a nos fecharmos em copas, darmos uma ordem unida nossa tropa de resistir. Isso permitiu, inclusive, que o PT sobrevivesse e disputasse a eleio de 2018.

Estamos ainda muito contaminados por esse discurso. Aos poucos, o partido vai saindo dessa posio e compreendendo que no podemos continuar falando s para aquele tero da populao que a nossa base social.

DISCURSO – J temos praticamente um tero da sociedade que no est dando apoio ao governo Bolsonaro e uma parte desse um tero j esteve conosco em alguns momentos. Nosso discurso tem que se dirigir no somente para um tero que gosta e vota no PT, mas para mais de 50% da sociedade que j, inclusive, votou no PT.

Temos que adequar nosso programa, nosso projeto, a nossa linguagem. Acredito que vamos conseguir construir um discurso para reconquistar uma parte importante da sociedade.

LULA LIVRE - Alm de ser uma liderana de peso, Lula conversa e dialoga com amplos setores da sociedade. O Lula que encontramos nestes primeiros momentos algum que estava h quase 600 dias preso injustamente, num processo que contm vcios gigantescos. Ele desabafou, nominou os responsveis pelo que ele viveu.

Ele vai manter um tom elevado no sentido do enfrentamento que temos que dar a Bolsonaro. Agora, eu acho que Lula vai procurar abrir um dilogo importante no Brasil.

DISCURSO RADICAL – Algum no Brasil incitou mais a violncia do que Bolsonaro? Defendeu torturadores, apregoou o assassinato do ex-presidente da Repblica Fernando Henrique Cardoso, falou que se poderia matar 40 mil brasileiros, j props fechar o Congresso Nacional, j props fechar o Supremo.

E Lula que radical? Lula que est ameaando a segurana nacional? Pelo amor de Deus.

PRISO EM 2 INSTNCIA - No boto muita f nisso. A Constituio muito clara quando estabelece algumas clusulas ptreas. As duas [PECs, propostas de emenda Constituio que tramitam na Cmara e no Senado] procuram encontrar um atalho para negar a Constituio.

Com toda certeza, no vai haver uma acolhida por parte do Supremo Tribunal Federal. As pessoas que esto hoje no Parlamento e no governo interessadas nisso no porque querem que as pessoas vo para a cadeia. porque no querem que Lula esteja solto.

HEGEMONIA DO PT - O PT realmente j teve muitos momentos que poderia ter sido mais aberto ao entendimento. Um bom momento em que essa aprendizagem pode se manifestar ser nas eleies do ano que vem.

No que o PT se dilua e apoie candidaturas de outros partidos em todos os lugares, mas que possa ter a generosidade necessria para ser merecedor tambm do reconhecimento das outras foras polticas.

FRAGMENTAO DA ESQUERDA – Avalivamos que seria mais difcil compor uma frente poltica no incio deste governo Bolsonaro. Dados o resultado eleitoral e a postura que o PDT e Ciro [Gomes, candidato do partido ao Planalto em 2018] tiveram, achvamos que ia ser difcil construir essa oposio. No entanto, conseguimos construir.

Haver um encaminhamento para que ns possamos ter uma candidatura competitiva que envolva todos os segmentos em 2022. Defendemos que este nome seja Lula. Vamos lutar para que ele tenha a recuperao integral dos seus direitos polticos. Certamente isso ser objeto de uma discusso que vai envolver todo mundo.

A conjuntura vai ditar como as coisas acontecem. A esquerda tem uma pliade de nomes para essa disputa. A unidade entre esses setores o que faz a diferena para dar a esse candidato mais fora.

ELEIO PRESIDENCIAL – No consigo ver no centro poltico uma postura firme que lhe d um protagonismo para entrar nessa disputa. Hoje, algumas alianas ao centro so difceis.

Uma aliana mais global, sem ser pontual, com o MDB difcil porque, em que pese haja um nmero razovel de parlamentares que no concordam integralmente com as polticas de Bolsonaro, mas o MDB tem sido, pelo menos no Senado, uma fora que tem defendido nesta agenda.

ELEIES 2020 - Para a eleio do ano que vem devemos compor uma articulao que envolva PT, PSB, PC do B, PDT e PSOL. Teremos um discurso poltico comum de derrotar a extrema-direita e o bolsonarismo. O importante que os candidatos que estejam nessa disputa vocalizem essa posio e deem um tom nacional a essa disputa.

No que diz respeito ao centro, podemos ter uma postura de dizer claramente que, em qualquer disputa onde esteja a extrema-direita e outras foras, poderemos apoiar outras foras.

APATIA DA POPULAO – No quero fazer nenhuma comparao e muito menos defender o mesmo modelo de resistncia, mas, no Chile, quantos anos foram para este mal-estar da sociedade se manifestar? Foram dcadas.

Acho que, no Brasil, essas insatisfaes tm uma grande chance de se manifestar nas eleies de 2020. O ideal que ns evitemos isso [convulso social], que impeamos que haja um aprofundamento to brutal da desigualdade como est se avizinhando que termine levando as pessoas ao desespero.

19 thoughts on “Lder do PT no Senado diz que, apesar do tom de Lula, partido deve buscar o dilogo com o pas

  1. Esse senador deve achar que algum respeita o luiz incio. Ele pode enfiar o tom no rabo.

    Fique sabendo que este presidirio no pode andar nas ruas porque o povo tem sede desse cretino.

    Ento caia na real, e renuncie esse mandato que tu tambm no podea andar pelas ruas, e tu sabe disso.

    Bando de comunistas covardes, metidos a gente decente.

  2. Eles perderam o bonde da histria, por conta do orgulho e do egosmo.
    Orgulho traduzido pela megalomania e egosmo pelo no pensar na nao brasileira e seu povo. At as contrapartidas de quem recebia o bolsa famlia colocadas no governo fhc, ficaram esquecidas.

  3. Ser que neste partido s tem mentiroso, cnico, patife, canalha, corrupto, bandido?
    Que triste fim de um partido que j depositou a esperana da maioria do povo brasileiro…
    Hoje virou isso… lixo puro. Lixo no reciclvel. Perda total de tempo.

  4. Manda esse desgraado fazer a prova do estdio. Agora h pouco na vila Belmiro, Bolsonaro saiu e foi ovacionado. At onde vi no you tube , em 9000 visualizaes ,havia menos de 0,5 % de deslike e MAIS DE 99,5 % DE LIKE. S um completo retardado no percebe de que lado que a populao esclarecida est.

  5. Malditos comunistas.
    S chegaram ao poder dando os braos ao antigo PMDB.
    Lembrem-se que Jos Alencar era senador do PMDB/MG, migrou para o PR para disfarar.

    O PT/Lula sozinho faz campanha h mais de trinta anos e s vence se estiver junto com os corruptos do PMDB.
    Ou do PSDB.

    E vo ganhar, Lula vai voltar, pois o povo tem mais que se fuder.
    Vivem na esperana desta constituio de merda, que s da direitos.

    Querem almoo grtis, vo comer o po que o diabo amassou.

    E no vai ser grtis.

Deixe um comentário para Annunnaki Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.