Livre, leve e solto, Pizzolato planeja turnê pela Itália

Mastrangelo Reino/Estadão - 28.10.2014

Jamil Chade
O Estado de S. Paulo

“A Itália é um país belíssimo”. A frase não é de uma campanha de publicidade do governo de Roma, mas do brasileiro Henrique Pizzolato que, na última terça-feira, deixou a prisão de Modena e fez questão de tecer amplos elogios ao país que o acolhe. Nos próximos meses, Pizzolato quer fazer valer sua “admiração” pela Itália e já indicou que vai iniciar uma verdadeira turnê pelo país. Enquanto isso, autoridades brasileiras já debatem, internamente, uma proposta para pedir que a Itália obrigue Pizzolato a cumprir sua pena no país europeu, mesmo que não seja extraditado ao Brasil.

O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil foi condenado a doze anos e sete meses de prisão no julgamento do mensalão. Em outubro de 2013, ele fugiu para a Itália com um passaporte falso de um irmão morto há mais de 30 anos. Em fevereiro deste ano, ele acabou sendo descoberto na casa de um sobrinho na cidade de Maranello, no norte da Itália, e levado para a prisão de Módena.

O Brasil pediu sua extradição e o Ministério Público Italiano saiu em defesa do argumento brasileiro. Porém, o Tribunal de Bolonha rejeitou o pedido e liberou Pizzolato.

Nem bem pisou fora da prisão, o brasileiro revelou que tem planos de viajar, e muito. “Se vocês querem saber o que pretendo fazer, no dia 15 (de novembro) vai fazer cem anos da morte do irmão do meu avô na primeira guerra”, declarou. Segundo ele, sua intenção é a de ir ao “norte do Vêneto, no Montebelluna”.  “Meu avó sempre quis encontrar o lugar onde ele foi ferido, pois sua família sofreu muito”, explicou. “E eu lhe prometi que encontraria uma forma de ir até lá”, disse.

Essa não é a única viagem programada. Pizzolato quer ir “até Padre Pio orar e agradecer padre Pio”. O local fica em Bari.

A agenda de Pizzolato pela Itália prevê que, na próxima terça-feira, ele estará em Modena e dará uma coletiva de imprensa no escritório de um de seus três advogados italianos. Dali, ele pretende viajar ao sul da Itália para visitar parentes.

A Polícia da região da Liguria também indicou ao Estado que recebeu informações de que ele pode se instalar em uma das cidades da costa. Foi ali que ele primeiro buscou casa quando fugiu para a Itália, em outubro.

O Estado visitou nesta semana a casa onde ele esteve em Porto Venere, um dos locais mais caros do Mar Mediterrâneo. Mas ninguém no local soube dizer como Pizzolato pagava por seus gastos.

 

7 thoughts on “Livre, leve e solto, Pizzolato planeja turnê pela Itália

  1. Oba, e viva o Brasil.!!!!.
    Será que fará uma visita de cortesia aquele Hiper-Mega-Giga-Ultra Apartamento na Avenue Foch , em Paris, para apreciar a carta de vinho efehagaciana….????

  2. Não se esqueçam que o governo brasileiro está na mão dos PilanTras! Portanto ele “finge” que está agindo para conseguir a extradição de Pizzolato! Mas quer na verdade que o bandido amigo da petralhada fique por lá mesmo. Para que, longe do Brasil, não fique “abrindo o bico” ou “dando com a língua nos dentes”.

  3. No Brasil o crime compensa!

    Pizzolato esta passando na Itália um período sabático Livre, Leve, Solto e Rico.

    Dentro de uns três anos o STF vai chegar a conclusão que o idôneo Pizzolato teve de fugir devido a perseguição política. Depois de transitado e julgado, o STF dará autorização para ele voltar ao país e receber uma Bolsa Ditadura e da PREVI – Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil todos os atrasados com juros e correção pela SELIC.

    Na realidade sua fuga foi um Investimento

  4. É melhor ficar por lá, aqui, pode pedir “delação premiada” e receber medalha de heroi, complicando, se é que pode, os “companheiros da quadrilha”.
    PS. Que Deus proteja o Juiz Sérgio Moro, os Policiais Federais, que estão cumprindo ser DEVER OFICIAL E DE CIDADANIA, E OS DEMAIS HONESTOS, QUE DIGNIFICAM SUAS CONSCIÊNCIAS.
    POR UM BRASIL DECENTE E JUSTO.
    Chega de podridão!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *