Livre pensar é só pensar (Millôr Fernandes)

Capítulo IV

Como os animais começaram a sentir sede, Deus teve que resolver o problema, mas não se apertou. Partindo do princípio de que os animais, daí em diante, iriam ter sede constantemente, decidiu logo que o elemento dessedentador teria que ser produzido ao custo mais baixo possível. Procurou, na própria natureza já criada, os elementos mais econômicos e, depois de eliminar, naturalmente, urânio, ouro, prata e outros ingredientes que, fatalmente, tornariam o aplacamento de sede um privilégio de ricos, conseguiu a fórmula com a qual ele próprio se entusiasmou – uma mistura simples de duas partes de Hidrogênio com uma de Oxigênio. Experimentou, verificou que a própria sede passava milagrosamente e fez o primeiro comercial da história:

“Meus amigos, experimentem este dessedentador, de uma pureza sem igual. Vai ser um sucesso eterno. Vou chamá-la de ÁGUA. ÁGUA, um produto divino. ÁGUA, inodora, insípida e incolor. ÁGUA, um produto caído do céu!”

P.S. Deus, porém, se antecipou. Caído do céu não era não. Em verdade, como o inventor não tinha decidido nada a respeito, assim que o H² se juntou ao O a combinação começou foi a subir.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *