Lobão, o pior ministro da História, deixa o cargo

Pedro Jacobi

O Ministro de Minas e Energia Edison já Lobão avisou ao seu staff que deve deixar o cargo já no início de novembro.  Considerado pelo setor mineral como o pior ministro a ocupar a pasta na História do Brasil, Lobão foi apontado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, na delação premiada, como um dos envolvidos na corrupção da estatal.

Não foi a primeira vez que a mídia associou o nome de Édison Lobão a casos de corrupção e, possivelmente, não será a última.  Lobão, que se “popularizou” ao chamar as pequenas empresas de mineração (junior companies) de “aventureiros e especuladores”, deixa o setor da pesquisa mineral devastado pela falta de investimentos e pelo desemprego.

Ele voltará a assumir a sua cadeira no Senado.

16 thoughts on “Lobão, o pior ministro da História, deixa o cargo

  1. Já vai tarde.

    Agora o drama: quem o irá substituir na pasta?!

    Com este partido no governo é muito difícil criar alguma expectativa positiva para alguma coisa.

    O setor de mineração precisa de gente competente, bem intencionada e bem disposta no governo para oferecer ações governamentais que o setor precisa.

    Mas, com o PT o pior sempre é mais possível.

  2. Ministro em 2 períodos:
    21-1-2018 … 31-3-2010 e desde 1-1-2011!!!
    Investimento não faltou na Petrobrás … retorno é que são elas!!!
    É só conferir gráfico em meu blog (clicando sobre meu nome).
    Falta uma explicação TÉCNICA e não POLÍTICA … não vejo culpa em Lobão (PMDB-MA) por os poços não produzirem gás e óleo (estão é inundando o Oceano com água).

  3. Esse crápula e a búlgara são os responsáveis diretos pelo apagão, ou “black out” mesmo, que atingirá o Brasil nesse verão. Quiçá antes do início do verão.

    As termo-elétricas estão há mais de 18 meses funcionando ininterruptamente. São maquinários feitos pra suportar no máximo 6 meses de trabalho contínuo – e com manutenção nos intervalos (que aqui são inexistentes). Esta exaustão está levando ao desgaste e aniquilação do sistema termo-elétrico que pode, literalmente, parar a qualquer momento.

    Sendo as ‘termos’ o suporte das hidro-elétricas, estas por sua vez estão a ponto de paralizar suas atividades em diversos pontos do Brasil devido à seca e estiagem. O Lago de Furnas está a 80% abaixo do seu nível.

    Se a economia brasileira estivesse crescendo a 2% ou mais, já estaríamos todos no escuro (e sem Tribuna).
    Sem eletricidade e sem água – pois mesmo que chova nos reservatórios, o que não parece que vai ocorrer, o tratamento e a distribuição necessitam de eletricidade – o verão 2015 pode ser o mais sombrio que o país já enfrentou.

  4. Caro L Costa,

    O BRASIL ESTÁ SENDO PLANEJADO PARA FRACASSAR COMO NAÇÃO.

    E o Lobão foi colocado, DOLOSAMENTE, no Ministério das Minas e Energia para garantir isso. Passou QUATRO ANOS chocando o Novo Marco Regulatório da Mineração e, durante todo esse tempo, PARALISOU A MINERAÇÃO com o pretexto de modernizar o setor, proibiu novas pesquisas e, consequentemente, o trabalho de “pequenas” empresas e a entrada de profissionais recém-formados na área. E o contrabando correndo solto.

    Quando o Novo Marco foi entregue no Congresso, ficou evidente que fora feito na justa medida para favorecer as GRANDES MIRADORAS em detrimento das pequenas. Como o governo não conseguiu aprovar a sua Aberração no Congresso, é necessário que o CUPINCHA das multinacionais saia do gabinete e tente, pessoalmente, convencer os senadores usando-se sabe-se lá quais meios.

    -QUANTOS BILHÕES DE DÓLARES O BRASIL PERDEU por conta das ações desse senhor?
    -Se ele passou quatro anos governando contra o Brasil e os brasileiros, então quem foi que o indicou (para não dizer “IMPOS ao governo”) para o MME?
    Ora, pelo cheiro, tudo indica que foram as mesmas GIGANTES DA MINERAÇÃO das quais ele defendia os interesses usando o cargo de ministro. Sabedoras de que seriam feitas mudanças na legislação dessa área, trataram logo de INFILTRAR um dos seus no ministério, no momento certo. O outro ministério que paralisa o país é o Ministério do Meio Ambiente. Com um infiltrado na chefia desses dois setores, o país para. Na verdade, já está parado.

    Abraços.

  5. Ei, já está na hora de se discutir os problemas do Brasil sem politização.

    O nosso problema é o cancer (corrupção) que tomou conta do país, de norte a sul de leste a oeste, mal este que atinge a todos, independente de partido ou local.

    Enquanto se alimenta essa guerrinha ideológica, os pilantras que nos governam vão mascarando a realidade e veem no que vai dar. Eles com certeza nunca perdem nada.

  6. A NOMEAÇÃO DO SENADOR EDSON LOBÃO, DO MARANHÃO, PARA O MINISTÉRIO DAS MINHAS E ENERGIA, MOSTRA QUE SER MINISTRO, NO GOVERNO DO PT, NÃO TEM NADA A VER COM COMPETÊNCIA E SIM COM SUBSERVIÊNCIA. SE VAI DEIXAR O MINISTÉRIO(NÃO A BASE ALIADA), JÁ VAI MUITO TARDE.

  7. Mais um PTISTA tentando justificar o injustificável. Neste desgoverno, a escolha sempre é por capacidade de gerar dinheiro de “bola”. Sempre o pior ministro, a maior bola. Os técnicos contratados são indicados, empresas deixando o capilé tem contratos garantidos. Conseguem fazer dinheiro até no turismo, pesca ou qualquer pasta.
    Ninguém quer separar o nordeste do Sul, isso é papo do alcoólatra chefe o Lula. Queremos nos separar dos PTralhas e sua horda de ladrões. São os azuis contra os vermelhos já que não existe partido, existe que apoia o desmando, ou não.
    Ser ministro neste desgoverno, não enaltece e sim desabona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *