Lobista que acusa Odebrecht e Andrade Gutierrez depõe hoje

Foto: Reprodução

Revelações de Goés são da maior importância

Deu na Ag. Brasil

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da operação Lava Jato na primeira instância, decidiu remarcar para hoje o depoimento de um dos presos, Mário Góes, agendado para a última quinta-feira, devido ao acordo de delação premiada firmado pelo acusado com o Ministério Público Federal (MPF)

Apontado como lobista e um dos operadores do esquema de corrupção em contratos da Petrobras, Góes está preso desde fevereiro, em Curitiba. De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, ele era responsável por repassar propina das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez ao ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque.

As construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez negam participação no esquema investigado pela Lava Jato e o repasse de valores a agentes públicos ou políticos.

Em despacho publicado na semana passada, Moro determina que sejam anexados ao processo cópia dos termos de acordo de delação premiada assinado por Mário Góes e o MPF e dos vídeos dos depoimentos dele feitos à força-tarefa da Lava Jato.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO lobista Mário Goés está demolindo a linha de defesa das duas maiores empreiteiras, que insistem em alegar que não participavam do cartel nem do esquema de corrupção. Em um de seus depoimentos, ele confirmou que usou suas empresas, a RioMarine e a Phad Corporation, para repasse de propina e lavagem de dinheiro da Andrade Gutierrez para a Diretoria de Serviços da Petrobrás. Hoje, Goés tem mais novidades para contar. (C.N.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *