Luís Roberto Barroso avisa que agora o governo Temer vai se vingar da JBS

Resultado de imagem para luis roberto barroso

O estado vingativo deve ser contido, diz Barroso

Fernanda Nunes
Estadão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirma que o Estado brasileiro é “rancoroso e vingativo” e que, em sua opinião, o frigorífico JBS tende a sofrer retaliação após um dos seus sócios, Joesley Batista, denunciar o presidente Michel Temer de participar de esquema de corrupção.

“Ninguém tem dúvida de que a JBS vai virar terra arrasada. Já está lá a Polícia Federal, a Receita Federal, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários). De repente, todo mundo descobriu a JBS. É um Estado rancoroso e vingativo. Portanto, a gente tem que diminuir esse Estado, já que não pode se livrar dele”, afirmou, em seminário no Tribunal de Justiça do Rio.

COLAPSO POLÍTICO – Barroso também afirmou esperar que o Judiciário não seja o “lugar para atender as grandes demandas da sociedade”. Ao ser questionado sobre o julgamento da chapa Dilma-Temer, nas eleições de 2014, pelo Tribunal Superior Eleitoral, o ministro disse ainda que “o que há é um colapso na política” e, em seguida, defendeu a reestruturação do sistema eleitoral.

No seminário, Barroso fez um discurso crítico também ao atual sistema penal, que, em sua opinião, contribui para a desigualdade social no Brasil. “O Brasil prende muito, mas prende mal. Precisamos endurecer no andar de cima e flexibilizar no andar de baixo”, disse Barroso, ao comentar que a Justiça funciona para prender os mais pobres, ao mesmo tempo em que ignora crimes cometidos pelos mais ricos.

TUDO ERRADO – “O que aconteceu no Brasil foi assustador. Onde se destampa, tem algo errado. A corrupção virou um meio de vida e modo de fazer negócios, em escala inimaginável. É impossível não sentir vergonha pelo que aconteceu no Brasil”, disse ele, em referência aos escândalos revelados pela Operação Lava Jato.

Para o ministro, a Lava Jato quebrou o paradigma de que apenas pobres vão para a cadeia. “Porque o direito penal não cumpriu seu papel, criamos um País de ricos delinquentes”, acrescentou. Ele disse também que há uma preocupação com as próximas eleições, porque a tendência é de que as empresas tenham receio em financiar campanhas eleitorais.

Barroso defendeu ainda mudanças no sistema judiciário, que, até então, atuava de forma seletiva para perpetuar a desigualdade. Entre as mudanças propõe que o STF restrinja o foro privilegiado a políticos apenas a situações em que os fatos julgados são diretamente relacionados ao exercício do mandato. “A perspectiva real é conseguir mudar drasticamente esse modelo (de foro privilegiado) que traz desprestígio para o Supremo”, disse o ministro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Barroso se destaca como o único ministro do Supremo que mostra preocupação permanente com a ineficiência das instituições, inclusive do Judiciário. Os demais ministros fazem cara de paisagem, como se diz atualmente. Não escapa nem mesma a atual presidente, Cármen Lúcia, que prometeu muito, mas nada realizou. (C.N.)

17 thoughts on “Luís Roberto Barroso avisa que agora o governo Temer vai se vingar da JBS

  1. Ele disse também que há uma preocupação com as próximas eleições, porque a tendência é de que as empresas tenham receio em financiar campanhas eleitorais.

    POIS É! AS EMPRESAS TERÃO RECEIO DE FINANCIAR AS CAMPANHAS ELEITORAIS, MAS O PCC E OUTRAS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS NÃO TERÃO O MINIMO RECEIO DE FAZE-LO! QUANTOS DEPUTADOS, SENADORES E ATÉ MESMO GOVERNADORES
    ESSAS ORCRIMS VÃO ELEGER?

  2. Mas não foi esse mesmo ministro que aprovou a morte de inocentes até três meses de concebido ?
    Me poupe de dizer que está preocupado com o rumo do Brasil ,eles são os que poderiam dar um freio de arrumação no Brasil e o que fazem ?
    Fazem o que vimos com olhos pelados o TSE fazer no julgamento da chapa Dilma/Temer .. No entendimentos dos julgadores a verdade de hoje é a mentira de amanhã e vice versa , e passe muito bem !!

  3. Essa retaliação é um tiro no pé, pois o BNDES é sócio dessa empresa. Os políticos l@drões usaram essa empresa para propinas e para roubar para eles, agora gospem no prato, c@mbada de v@gabundos.

  4. Barroso é o oposto de Gilmar que quer ser o “condestável de um governo de força”: Para os amigos tudo, para os inimigos porrada “latu senso”. Invejoso, ciumento(acha que os tribunais lhes pertencem”. Barroso quer aparecer como o “avançado, na frente de seu tempo”. Como tem saber jurídico e educação refinada, fala coisas que a maioria do povo fica confusa e demora a entender. Vide “ponto fora da curva”. Barroso é apenas um “teorista”. Pensa, pensa e procura usar seu pensamento como um rótulo para aparecer. De Brasil, de povo brasileiro e suas necessidades reais não sabe nada. É pouco produtivo. Veja, ele teve como um de seus padrinhos para chegar a Ministro do STF, Cabral. Para que extirpemos a desconfiança com a indicação de ministro deviamos usar o sorteio. O Presidente somente nomearia e o Senado não deveria sabatiná-los. Não se pode entender imbecís e corruptos sabatinarem quem passa 30/40 anos de vida estudando.

  5. Pois é! A JBS que era um simples “abatedouro”, cresceu espantosamente; mais precisamente no governo de quem mesmo?
    Como o patrono do progresso da empresa esta em guerra com seus antigos aliados e agora desafetos, imagina-se a mando de quem os irmãos Batistas “obraram”.
    Agora terão que correr atras do prejuízo, se isto ainda for possível.
    O antigo “condestável” de Banânia, deve começar a se preocupar para valer, porque vai sobrar para ele também.

  6. Todos os escândalos que tem acontecido no Brasil ao longo das décadas apenas sofistica a corrupção e dificulta a punição aos culpados. Para ficar apenas em um exemplo, tudo que aconteceu do Governo Collor até este momento confirma o aumento explosivo da corrupção e que esta vai continuar evoluindo em todos os setores da sociedade. Como bem disse o comentarista Willy Sandoval, se não forem as empresas que vão financiar os políticos, serão os grupos criminosos que o farão sem o menor constrangimento. O pior é que vivemos em uma sociedade em que todos os poderes da República estão desmoralizados e isso só vai se aprofundar.

  7. Siróca “que pelo nome não se perca(HF)”, quem deu o primeiro financiamento para que essa família expandisse seus negócios de açogueiros foi Juscelino na construção de Brasília. JBS é o produto de uma sociedade enferma em que a culpa é sempre daquele que não gostamos. O BNDES foi criado para que? Para finaciar bicheiros, traficantes de droga? Alguém tem que ficar marcando passos com um emprendimento? Se houve favorecimentos a pergunta que se deve fazer é: O que fazem nossas instituições? (Enfilera todas elas que devem chegar à centenas). Nada! O que fizeram os políticos que devem fiscalizar? Criaram dificuldades para vender facilidades. Inclusive esse pilantra que é agente da CIA chamado Temer que nos governa. Já tivemos Sarney como “impostor” nos governando. Agora temos Temer chefe mafioso nos governando. Quando alguém cançado de ser exporquido denuncia aparecem logo os defensores culpando o denunciante. Somos na verdade um povo semvergonha e covarde. Muitos desses politicos deviam ser esfaqueados em plena rua para não sacanearem o povo como têm sacanedo. Eu caminhando pra os 86 anos também sou covarde. Poderia muito bem por um revólver à cinta e dar um tiro em um pilantra desses. Nada me aconteceria. “Nesta altura da vida para mim tudo é festa”.

  8. Barroso entende de ladrão de primeira linha e segunda linha. Sabe o que fala principalmente quando é para amigos de sua ideologia. FALE MENOS BARROSO.

  9. De fato, a Globo sempre esteve do lado errado. Há muito que não a assisto.
    Tanto empenho em defender os picaretas da JBS deveria dar margem a desconfianças.

  10. Então qualquer ação do Poder Público contra a JBS agora vai ser perseguição? A operação ‘carne fraca’ foi perseguição?
    Acho que como magistrado, Barroso não deveria ficar opinando tão abertamente sobre assuntos que são ou se tornarão questões de justiça. Deveria se declarar suspeito em qualquer processo que envolvesse os “esley brothers”, pois já demonstrou sua parcialidade. Isso se é que alguem ainda se preocupa nesse país em fazer as leis serem respeitadas, o que parece não ser o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *