Lula e Bolsonaro têm algo em comum – quando abrem a boca, podem criar graves problemas

Opinião: Lula elegível era tudo o que Bolsonaro mais desejava - Jornal Tribuna

Fotomontagem reproduzida do Arquivo Google

Roberto Nascimento

Volta e meia, o ex-presidente Lula, levanta a tese antidemocrática de Regulação da Mídia. Ora, quem não deve não teme a imprensa. Regular é censurar. Se um cidadão comum, uma autoridade, quem quer que seja, se sentir injustiçado por uma notícia inverídica, já está no escopo do Código Penal a busca do direito a verdade com ações de Injúria, Difamação e Calúnia e o respectivo Direito de Resposta.

Lula, ao insistir nesse assunto, que não agrega nenhum voto a sua candidatura, pelo contrário, tira votos, se assemelha ao seu adversário Jair Bolsonaro. Ambos, são exímios atiradores nos próprios pés.

ÀS RAIAS DA LOUCURA – Essa do candidato do PT falar cobras e lagartos dos banqueiros e empresários chega às raias da loucura. Para que isso? O que ganha com isso? O próprio Lula cansou de dizer, orgulhosamente, que os empresários nunca ganharam tanto dinheiro como no seus oito anos de governo.

Se agora não tem o que falar, o melhor que faz é ficar calado. No entanto, Lula não se emenda e sempre acaba dizendo besteira. E o pior: uma atrás da outra.

Bolsonaro sofre da mesma doença – fala demais e não toma cuidado com o que diz. O resultado é que a política brasileira passa a ser travada em tom de pilhéria, com uma piada atrás da outra, e sempre de mau gosto. E sempre com propósitos eleitoreiros

FORA DA LEI – Esse Pacote de Bondades, no limiar das eleições, travestido de “emergencial”, é manifestamente eleitoreiro. Além de ferir a legislação, que impede benesses e desonerações seis meses antes das eleições, torna a disputa desigual para os candidatos que não estão no guarda chuvas do governo.

É claro que não deixa de ser, uma medida destinada a minorar a situação das classes sociais menos favorecidas, que estão perdendo qualidade de vida, por conta da inflação e do desemprego.

Trata-se de um pacote socialista de inspiração do governo conservador. Eu diria que o socialismo da medida bolsonarista seria mais verdadeiro, se ele tivesse tomasse essa decisão no período mais grave da pandemia, em março de 2020, até o final de 2021.

DESIGUALDADE – A jornalista Flávia de Oliveira demonstrou com excelência, em comentário na GloboNews, que o pacote aprovado no Congresso foi feito de afogadilho, sem passar pela Comissão de Constituição e Justiça. E mostrou que é injusto um auxílio de 600 reais tanto para um casal sem filhos quanto para um casal com cinco filhos. É evidente ter havido uma proporcionalidade.

Quanto ao voucher caminhoneiro, a categoria rebateu, que numa única viagem Rio/São Paulo, os R$ 1 mil já seriam gastos. Mas já é alguma coisa, pois não dá para atender todo mundo com esse cobertor curto. No que tange ao Vale Gás, houve uma melhora considerável, pois além de dobrar o valor pago, passou o auxílio de dois meses para um mês.  

Não há sombra de dúvidas de que haverá reflexos nas pesquisas, em favor de Bolsonaro. Mas só o tempo definirá o percentual verdadeiramente adquirido com as benesses eleitorais.

16 thoughts on “Lula e Bolsonaro têm algo em comum – quando abrem a boca, podem criar graves problemas

  1. Este Pacote de Bondades é um verdadeiro absurdo, reajustar em 50% o que já tinha sido reajustado em 100% é inacreditável. Em contrapartida os empregados do governo não tiveram um só centavo de reajuste. Desde que o miNto assumiu o governo não tive reajuste algum, a inflação para mim parece não existir, com certeza vivo em uma economia paralela onde os efeitos deletérios da pandemia não aconteceram. Mas a Escolha de Sofia permanece, ou é o miNto e esta farra com os dinheiros públicos. Ou é o Luladrão com as promessas de voltar à 2003 e a regulação da mídia. O que fazer, se matar ou se suicidar?

    • Nem se matar, nem se suicidar. Viver e lutar por dias melhores, caro Jim.
      A arma do cidadão é o voto, enquanto não fecharem as torneiras da Democracia.
      Votar com qualidade, observando a atuação dos parlamentares que buscam a reeleição e os novos, que desejam entrar no jogo.
      Quem votou contra os direitos Sociais, quem votou contra os Direitos do Trabalho, devem ser varridos do mapa político.
      Quem é a favor da liberação total das armas, quem apoia o desmatamento, o garimpo ilegal, que degradam o meio ambiente, não podem receber o voto do cidadão. Já será bom começo.

  2. “Lula levanta a tese antidemocrática de Regulação da Mídia”? Pois em verdade lhe digo: o verbo levantar não mais existe pra ele – em qualquer tempo! quanto mais tese antidemocrática de Regulação da Mídia. Se essa tal tese fosse solúvel, ele até poderia bebê-la.
    Ambos os candidatos (Lula e o outro) não passariam num concurso para quebrar ovo quanto mais para representantes do povo.

  3. Ofélio X Magdo. Páreo duro, indigesto, mas enfim como o Brasil tem estômago de avestruz ele digere numa boa, não obstante o produto final que todos conhecemos, mais titica politiqueira dos me$mo$. Todavia, vale lembrar que Democracia é governo do povo para o povo. E o vale tudo por dinheiro é outra coisa, é plutocracia, governo do dinheiro pelo dinheiro, no caso do Brasil, plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia. TSUNAMI DE VOTOS BRANCOS, NULOS E ABSTENÇÕES, tipo paulada de misericórdia, é isso que o sistema apodrecido está fazendo por merecer e nos pedindo, em sendo estas opções a nossa única arma pacífica e legal capaz de pelo menos mostrar-lhes o tamanho da nossa indignação contra tudo isso que aí está, com prazo de validade vencido há muito tempo, mas que ainda continua sendo imposto pelos me$mo$ goela abaixo ao conjunto da população, tendo em vista o deboche dos “candidatos” do dito-cujo podrão, impostos pela ditadura partidária dos me$mo$, repita-se, de cima para baixo, respaldados pelas demais ditaduras sistêmicas (midiática, sindical, militarista, econômica, miliciana e criminal, que, mais uma vez, mancomunados, mantiveram do lado de fora da cena eleitoral a mega-solução, via evolução, representada pela Revolução Pacífica do Leão), pra lá de desqualificados, muito aquém da resolução da problemática nacional da qual, aliás, fazem parte, face às reais demandas e necessidades do país e do conjunto da população crédula, que, não obstante os deboches e acintes dos me$mo$, ainda acredita, sonha e tem esperança na redenção da política e do país, sob a batuta dos me$mo$, ainda que à velha moda me engana que eu gosto. Não me considero nenhum primor de ser humano, mas nojo é o que sinto de ditaduras e ditadores, e essas duas criaturas, a esta altura do campeonato perdido da república 171 do militarismo e do partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, essas duas criaturas enquanto opções políticas majoritárias, seus coadjuvantes, puxadinhos e linhas auxiliares, continuístas da mesmice, tb me enojam, e me recomendam uma das três opções pacíficas e legais: nulo, branco, ou abstenção, para não aumentar ainda mais o tamanho da problemática nacional a explodir após as mortes dos irresponsáveis por velhice no poder. http://www.tribunadainternet.com.br/lula-e-bolsonaro-tem-algo-em-comum-quando-abrem-a-boca-podem-criar-graves-problemas/?fbclid=IwAR3epRISdm3tAtu_Urv6PwCuBGQKFs-Immj5lgp1QkDjOJtO-K5mzKdNt_E

  4. A tentativa artificial de igualar Lula à Bolsonaro não cola.
    Lula após dois mandatos largou a faixa para Dilma com um índice de aprovação invejável.
    Bolsonaro faz pacto e usa de todos artifícios para conseguir se reeleger.
    No que são iguais?
    Argumento fantasioso não cola.

    • E qual foi o resultado da loucura financeira do Lula no poder, senão apenas Temer-Meirelles-recessão de no mínimo 20 anos, com Bolsonaro com resultado da “pinguela para o passado”, apelidada de “Ponte para o Futuro”, pelo vice dos sonho de Lula, imposto a Dilma ? Popularidade, até o Adolfo Hitler tinha, e antes dele até Barrabás era super cotado pelo povão da época, até em detrimento da própria vida de Jesus Cristo. Ademais, quem alimentou e protegeu o Bolsonaro no baixo clero do congresso durante 28 anos consecutivos, e agora o alimenta como presidente e candidato à reeleição ?

  5. Que levanta a tese antidemocrática de Regulação da Mídia o que!?

    Peraí. Veja o caso da atriz da Globo essa semana que passou.

    Veja milhares de Fakenews que alguns sites apresentados como jornalísticos inundam o público.

    É urgente a regulação da mídia e mesmo que no âmbito do jornalismo assuma um degrau superior à simples existência de sindicatos e associações representativas passando a ser obrigatório uma entidade nos moldes da OAB ou CFM com Conselho de Ética com poderes de suspender e cassar o exercício da atividade do mau profissional.

  6. As pessoas têm o costume de achar que seja algo absurdo a regulação da mídia ignoram que nos EUA não existe tanta liberdade jornalística assim. Editoriais tem permanente atenção para não receberem o FBI na porta por notícias falsas, então, sempre colocam observações quando não possível confirmar algo obtido de fonte não certificável.
    Se assunto de segurança nacional ou interesse político estratégico então.
    Por que nenhum dos jornalistas brasileiros dos grandes veículos em solo americano na cobertura do conflito Ucrania X Rússia passam informações tão alinhadas aos interesses norte-americanos (hein?) Não querem ser interpeladas…

    • Por que nenhum dos jornalistas brasileiros dos grandes veículos em solo americano na cobertura do conflito Ucrania X Rússia passam informações (desalinhadas*) aos interesses norte-americanos (hein?) Não querem ser interpeladas

    • Richard Nixon não teria renunciado, se não fosse a ação dos jornalistas do caso Wuatergate.
      Foram os jornalistas, americanos, que denunciaram a tentativa de golpe, comandado por Donald Trump, que não admitiu a derrota para Joe Biden. Trump não se importou com o número de mortes, caso os policiais, não tivessem contido a invasão do gado trumpista ao Congresso, dispostos a tudo, sob a inspiração do presidente Trump.

      • Mas eu quero dizer quando falo do que se passa depois do 11 de setembro.
        As regras existentes desde então.
        De monitoramento pela NSA de cidadãos até FBI na porta levando para esclarecimentos.
        Quem não é norte-americano, está a trabalho, então, que é cuide de ficar bem quietinho… jornalismo zero independente e crítico dos correspondentes brasileiroos.

  7. Todo problema se resume a extrema lentidão de um processo.
    Uma pessoa é linchada com mentiras e só vai conseguir pífias indenizações após muito tempo. E nunca vai conseguir se livrar da cicatriz causada.

    • Ronaldo, a demora na prestação jurisdicional atinge todas as classes sociais. E um entrave, que desestimula a busca dos direitos do cidadão.
      Um homem público, tem que entender, que a crítica a atuação do Executivo e do Legislativo é uma prerrogativa do cidadão, contribuinte eleitor. Quem não quer ser criticado, que procure a iniciativa privada.
      Se ocorrer excessos na crítica, o Código Penal tem remédios adequados para a busca da reparação na área civil e criminal do suposto ofendido.
      O Ministro da Casa Civil, de Itamar Franco, Henrique Hargreaves foi acusado de corrupção. O presidente Itamar o afastou do cargo para ele se defender. Provou dita inocência e voltou ao cargo.
      Simples assim.

  8. Luiz Inácio pode falar qualquer monstruosidade pois a mídia,em particular a Rede.Globo é a “justiça ” estão de planta para apoiá-lo porque sua retribuição está garantida.
    Luizninacio prestou serviços mais que relevantes aos inimigos do bravo Leonel Brizola desde quando Golbery o sacou da vida boa do sindicato para meter-lhe na vida pública e entregar de bandeja a presidência a Color em 1989. Quem não se lembra desse favor de Luiz Inácio aos poderosos?
    Luiz Inácio nunca passará disso, nasceu para ser traidor e trairá o Brasil até morrer. O beberrão não tem jeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.