Lula denunciado por corrupo na operao Zelotes, mas Mantega escapou

Resultado de imagem para Lula nao sabia de nada

Fotocharge reproduzida da meme4fun.com

Deu em O Tempo
(Agncia Estado)

O Ministrio Pblico Federal (MPF) em Braslia denunciou o ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva, o ex-ministro Gilberto Carvalho e mais cinco pessoas por “venda” de uma Medida Provisria de 2009 ao setor automotivo. Os envolvidos so acusados de corrupo na elaborao e edio da MP 471, que prorrogou incentivos fiscais a montadoras instaladas no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo em outubro de 2015 e investigado na Operao Zelotes.

Na denncia, enviada 10 Vara da Justia Federal em Braslia, os procuradores da Repblica Frederico Paiva e Hebert Mesquita sustentam que representantes das montadoras prometeram o pagamento de “vantagens indevidas” a intermedirios do esquema e a agentes polticos, entre eles Lula e Carvalho.

BANCANDO O PT – A Marcondes e Mautoni Empreendimentos – empresa do lobista Mauro Marcondes Machado, que representava a CAOA (Hyundai) e a MMC Automotores (Mitsubishi do Brasil) – teria ofertado R$ 6 milhes a Lula e Carvalho. O destino do dinheiro, segundo o MPF, seria o custeio de campanhas eleitorais do PT.

“Diante de tal promessa, os agentes pblicos, infringindo dever funcional, favoreceram as montadoras de veculo MMC e CAOA ao editarem, em celeridade e procedimento atpicos, a Medida Provisria n 471, em 23/11/2009, exatamente nos termos encomendados, franqueando aos corruptores, inclusive, conhecimento do texto dela antes de ser publicada e sequer numerada, depois de feitos os ajustes encomendados”, pontua em um dos trechos da denncia.

Tambm esto entre os denunciados Mauro Marcondes, o lobista Alexandre Paes dos Santos, o ex-conselheiro do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) Jos Ricardo da Silva e os executivos de montadoras Carlos Alberto de Oliveira Andrade e Paulo Arantes Ferraz. O MPF pede que os acusados paguem R$ 12 milhes a ttulo de ressarcimento ao errio e multa por danos morais coletivos.

MAIS CORRUPO – Alm de garantir a edio e aprovao da MP no Congresso, os procuradores alegam que as propinas foram pagas tambm para comprar o cancelamento de um dbito de R$ 265 milhes que era objeto de um recurso no Carf. Este caso, no entanto, objeto de outra ao penal em tramitao na 10 vara da Justia Federal em Braslia.

De acordo com o MPF, a investida do grupo junto ao governo comeou em junho de 2009, quando Jos Ricardo Silva recebeu do diretor jurdico da Marcondes e Mautoni duas cartas endereadas ao ento presidente da Repblica com os pedidos de alterao legislativa.

Os documentos foram elaborados pelo diretor jurdico da empresa, Ricardo Rett, e chegaram a sugerir que a mudana fosse efetivada por meio de MP, o que acabou ocorrendo.

SENSIBILIZAO – Os procuradores destacam uma mensagem em que Alexandre Paes dos Santos afirma que “colaboradores” de Mauro Marcondes teriam exigindo R$ 10 milhes e que o valor foi reduzido para R$ 6 milhes aps “esforo de sensibilizao de Mauro (Marcondes)”. Para o MPF, “colaboradores” seriam o ex-presidente Lula e de Gilberto Carvalho.

Segundo o MPF, a mensagem endereada aos responsveis pela empresa SGR Assessoria, de propriedade de Jos Ricardo, foi elaborada aps a empresa Caoa ter desistido de pagar a sua parte no combinado. A negociao inicial previa o pagamento de R$ 33 milhes. No entanto, recebeu s a metade, o que teria dificultado o pagamento das propinas.

RAPIDEZ INUSITADA – Na denncia, os procuradores enfatizam que documentos e depoimentos mostram que a MP teve um andamento atpico, passando por trs ministrios em um nico dia: 19 de novembro, quatro antes da publicao da norma no Dirio Oficial. As negociaes para a MP teriam sido feitas diretamente entre o Ministrio da Fazenda e a Presidncia da Repblica, tendo as demais pastas apenas referendado as tratativas.

O MPF explica que, por falta de provas de que participaram das negociaes e dos atos ilegais, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e a empresria Cristina Mautoni, mulher de Mauro Marcondes, no foram denunciados.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Esta falta de provas contra Mantega ridcula, porque ele tinha o domnio do fato. Alm disso, seu operador era Dyogo Oliveira, o nico petista que foi mantido no primeiro escalo do governo Temer, como ministro do Planejamento, justamente porque um grande operador de corrupo. Em sociedade tudo se sabe, diria Ibrahim Sued, acrescentando: E na poltica, tambm. (C.N.)

4 thoughts on “Lula denunciado por corrupo na operao Zelotes, mas Mantega escapou

  1. Lulla vai ser preso mais cedo do que se pensa. E o PT est to perdido quanto alguns blogs de aluguel (no o caso deste, diga-se) que vendem opinio e ataques a quem quer que seja.

  2. Somos um dos poucos pases que trabalham para acabar com nosso patrimnio. Uma das poucas iniciativas de conseguir desenvolver uma industria genuinamente nacional, a Gurgel foi dizimada pela corrupo. Na poca da marolinha de Lula, a venda de carros no Brasil a judou e muito a segurar a economia nas matrizes das montadoras. As multinacionais no escondem o que vem fazer aqui, basta vermos o quanto pagamos nos veculos que a nem muito tempo eram comparados a carroas, mas com preos bem alm dos valores internacionais. Ganham as indstrias, os governos e paga o povo, j que uma grande queda nas vendas, no repercute em queda nos preos, mas em demisses em massa, frias coletivas, dimiuio de carga horria e salrios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.