Lula e o PT, que não fizeram o que deveria ter sido feito, agora culpam FHC e o PSDB

Francisco Bendl

Em ano eleitoral, é bom discutir as realizações partidárias. Quanto ao FHC e seu partido, o PSDB, já comentei diversas sobre a forma deplorável e deprimente como governaram este País.

Muitos atos do governo de FHC deveriam ser questionados quando Lula assumiu o poder sucedendo ao tucano, tais como as privatizações (algumas delas, pelo menos ), a compra de votos para ser adotada a reeleição e várias outras medidas que deixaram dúvidas quanto à lisura necessária.

Lula e o PT não fizeram o que deveriam ter feito. Deixaram que possíveis crimes ficassem impunes.

Com o PT mantido no poder, seus erros, equívocos, ilicitudes, escândalos, prejuízos ao povo e ao Brasil só estão sendo debatidos porque vieram à tona, de uma forma ou outra. Então, acusar Lula ou FHC é a mesma coisa, pois ambos merecem críticas. Os dois pertencem a uma classe de brasileiros sem Pátria, sem amor a esta terra, sem a nacionalidade que precisaríamos que tivessem para colocar o Brasil em primeiro lugar nas suas intenções, mas suas personalidades são de megalômanos, como todos reconhecem.

MAR DE LAMA

PSDB e PT foram criados para mudar a política brasileira. Conseguiram transformá-la neste mar de lama interminável, e diariamente surgem notícias escabrosas e que nos revoltam sobre a conduta de parlamentares e de governantes que sequer honram seus nomes, suas famílias, pois agem em nome de um enriquecimento ilícito e rápido.

Minha maior preocupação é que hoje estamos divididos como povo, lamentavelmente. Há os que defendem o PT de forma intransigente, e os que ainda esperam um País melhor, com outro sistema de administração e não seguindo o mesmo modelo ultrapassado.

Ao longo de doze anos, Lula e Dilma não mudaram o sistema de FHC que o PT tanto criticava. E, pelo contrário, acabou aperfeiçoando e ampliando a corrupção, as negociatas, a desonestidade e a improbidade por conta da impunidade.

Agora, na campanha eleitoral, o PT tenta resgatar erros do passado na expectativa de esconder os crimes do presente, numa visão meramente partidária. Mas o Brasil necessita que o partidarismo não seja mais importante que o patriotismo, sob pena de sermos nós mesmos, o povo, quem acabará de vez com qualquer esperança de desenvolvimento e futuro auspicioso para a população e País.

O debate eleitoral é sempre salutar, não importa qual partido ou candidato seja preferido. O fundamental é defender o interesse público, para pôr fim a tantos descalabros e desmandos.

50 thoughts on “Lula e o PT, que não fizeram o que deveria ter sido feito, agora culpam FHC e o PSDB

  1. Como será possível defender o interesse público, impor o interesse público e expurgar o partidarismo, se nossa gente não está nem aí para a política? Digam-me.

    • Juscelino Almeida,
      E fica cada vez pior querermos consciência política com o aumento do analfabetismo!
      Neste sentido, tens toda a razão.
      Obrigado pelo comentário.

    • Caro Antônio,
      Esta é a questão a ser enfatizada, razão pela qual venho pregando que devemos dar o nosso voto para candidatos novos, e não reeleger mais ninguém.
      Um abraço, e obrigado pela participação.

  2. Um bom debate, aqui na Tribuna, seria por que a direita ganhou as eleições na Índia e o que poderá acontecer em outubro aqui no Brasil.

    BBC Brasil
    “Índia elege direita na esperança de reanimar economia”
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/05/140517_india_desafios_ms.shtml

    Do Publico Online
    “Vitória do nacionalista hindu Narenda Modi provoca terramoto político na Índia”
    http://www.publico.pt/mundo/noticia/vitoria-do-nacionalista-hindu-narenda-modi-provoca-terramoto-politico-na-india-1636288

    • Guilherme,
      O mundo globalizado proporciona certos vínculos que às vezes deixamos de considerar, mas que são importantes porque nos atrelam à realidade financeira ocidental, pelo menos.
      Afinal das contas, Brasil e Índia possuem relações estreitas, então pode perfeitamente que aromas das eleições naquele país alterar o cheiro da nossa, por que não?
      Grato pela observação.

  3. Caríssimo Chicão, saudações.
    Já comentamos aqui, mas creio ser oportuno mencionar ‘isto’ mais esta vez.
    Lula, na madrugada, recebe uma ligação do então presidente Fernando Henrique:
    “Venha para cá agora, preciso falar-lhe”. Lula estava em São Paulo. Pegou o jatinho e foi.
    Conversavam sobre o que era para ser conversado e num determinado momento FHC disparou:
    “Veja esta cama. Prepare-se, você vai dormir nela”.
    ISTO … eu li na coluna do Helio Fernandes, algumas vezes. O então deputado federal Milton Temmer (PC, depois PT/RJ) cobrou com muita veemência explicações pelos jornais e entre os petistas. Ninguém soube de mais nada. (foi um furo, do HF!!!)
    Chicão … o que trataram os dois? Por que a reunião foi na madrugada? Por que FHC disse que Lula dormiria na cama de casal da presidência? Por que (Helio Fernandes mencionou ISTO muitas vezes) o ‘Encontro Máximo’ contou com (nos anos 80!!! anos 80!!!) com o presidente Ronald Reagan, com um secretário curiosamente (!!!) Regan, com empresários, etc, FHC e … Lula!!! Lula!!!
    Como é que funciona ISTO, caro Chicão??? Onde é que estamos??? Quem é quem, nesta história??? Por que Lula – como você acentuou – tanto criticou … porém nada mudou???
    Parafraseando Sócrates: “tudo que sabemos, é que nada sabemos”.
    O mau cheiro do mundo é forte. Porém o mau cheiro do Brasil … consegue ser ainda mais forte.
    Abraços, caro irmão Chicão!!!

    • Caro Almério, meu irmão carioca,
      Sabemos as respostas sobre as tuas perguntas. O povo não sabe porque não lhe interessa a política nacional, detestável, perniciosa, mas o seu relativo bem-estar.
      O bolsa família age como muitos extintores de incêndio e colocados estrategicamente em um prédio mal construído e preservado que, pela falsa segurança, qualquer princípio de fogo os aparelhos estão à disposição.
      Então acalma o povo que naquele edifício reside, independente dos riscos que corre pelo desmoronamento com o passar do tempo, ou seja, o povo pedindo cada vez mais benefícios porque não estuda e não trabalha, afora a ausência irresponsável de um Planejamento Familiar que orientasse os pais sem condições que parassem de “produzir” seres humanos sem qualquer futuro!
      Portanto, se FHC sacrificou o povo por conta do controle da inflação, ocasionando desemprego, Lula fez pior, ao colocar sobre nossos ombros a maior carga tributária do planeta, juros e taxas bancárias insuportáveis, e proporcionando à elite que mais nos explora ao longo de nossa História, que tivesse a era dos ganhos e lucros, irônica e curiosamente em um governo que se diz de esquerda e popular, além de forte tendência comunista!
      Ora, meu caro, não há quem possa discordar de mim quando afirmo que são irmãos siameses, cujo objetivo principal não é o bem comum, o desenvolvimento do Brasil e progresso da população, mas um meio de os membros do Executivo e Legislativo enriquecerem e implementar suas ideologias retrógradas e irreais às custas exatamente de um povo inculto e incauto, que mede o nível do governo pela única maneira que consegue e entende: comida na mesa!
      Quem paga a conta é a classe média, a categoria de pessoas que Marilena Chauí desancou em um encontro de petistas quando vociferou contra ela e se mostrou uma pessoa destituída de qualquer senso de medidas, mas que obteve aplausos dos frustrados e vagabundos que não trabalham e culpam o capitalismo, querendo usufruir do conforto e bem-estar gratuitamente, isto é, com o governo patrocinando – perdão -, a classe média pagando!
      Desta forma, Lula, FHC e Dilma são o caldo rançoso que estamos ingerindo há vinte anos, e que começa a ocasionar sintomas de dores de barriga em muitas pessoas, mesmo que a comida servida seja oferta da casa.
      Urge que os cozinheiros sejam substituídos, sob pena de morrermos de infecções estomacais!
      Obrigado pela tuan participação, meu irmão.
      Um forte abraço.

  4. Voltando ao “Caso do Menino Bernardo”, o que fizeram contra esse garoto indefeso (do qual recebi a visita num sonho há dois dias me pedindo para ajudar a conter a violência neste país), não foi pouca coisa não, pelo contrário, foi muita coisa: foi um enorme sinal de que, mentalmente, estamos todos doentes, muito doentes, uns mais outros menos, e que este estado de coisas, e “coisos”, ditado há 125 anos, pelo gollpismo-ditatorial e pelo partidarismo-elleitoral, velhacos, a serviço do capital velhaco, precisa ser mudado, completamente. Quando penso em parar de lutar, me aquietar, até por questão de fadiga de material, vem um fato novo e me obriga a continuar rugindo, e assim o Leão ruge, porque o tempo urge.

  5. Como diziam da relação conservador liberal, no Império, no Atual, nada mais tucano do que o petismo no volante do governo. A nível supra-estrutural, o mais prejudicado de tudo foi mesmo a política. Porque foi nestes dois partidos governando, psdb e pt, que o fisiologismo passou por uma mutação impressionante. O fisiologismo ganhou a cara nariguda do fhc, a cara de pau do Lula, o tresjeito da Dilma, de tal modo foram misturados e juntados estes três que tivemos como produto este fisiologismo na sua pior (ou melhor?) forma, e maleficamente funcionante/operante, de ta que os fisiologistas não têm critérios, têm interesses próprios, estão do lado de quem oferece mais, lado de quem estar no poder, a relação fisiologista é covarde, criminosa. O fisiologismo racha o Brasil, fragmenta-o em microscópicos pedaços se necessário de tal modo que cada qual tenha direito o seu tanto. Não é à toa que ai temos 39 ministérios que nem mesmo a Presidenta lembra os de cor, dezenas de agências reguladoras que não regulam nada, outros tantões de diretorias em empresas estatais. Isso tudo não é pra outra coisa senão para sustentar o mecanismo pelo qual se governa hoje no Brasil. É uma herança antiga sim, nos tempos do império já era parecido, acontece que hoje a coisa ganhou proporções terríveis, hoje ninguém governa nada no Brasil sem que seja à base do fisiologismo. O psdb reinventou o fisiologismo na forma mais sórdida possível para que pudesse governar, isto é, comprar reeleição, coisa mau, comprar o silêncio dos congressistas no processo de privatizações, uma coisa relativamente boa a meu ver, entretanto embora os fins fossem alguns maus outros não inteiramente maus, o meios que levaram aos fins se deram na base do fisiologismo, do cala a boca pegue seu cargo, e foi pior quando o pt entrou e já pegou a coisa pronta, o modo novo de fazer fisiologismo moderno e o pt caiu pra cima, adotou o integralmente sem deixar de adaptá-lo aos próprios padrões ideológicos, o pt conseguiu transformar o que era ainda dimenor numa coisa estritamente profissional, graduada. O pt tem vivido do fisiologismo. E do fisiologismo é que nasce todas as aberrações que temos vistos, pois tudo que é criado aprovado votado neste país hoje em dia é na base do fisiologismo, se é para o bem ou para o mal, é tudo votado obscuramente, é tudo pegue o seu me dar o meu, e é muita gente, são muitos interesses em jogo, o Brasil é enorme. É deste fisiologismo que nascem as medidas voltadas para a educação, saúde, segurança, leis trabalhistas, tudo que é votado, para o bem o para o mal, é feito na base do fisiologismo, na base da dependência, da ameaça, do constrangimento, da pressão ou você me dar ou eu te deixo, ou você lava as minhas mãos sujas ou essas minhas sujas sujarão as tuas… É assim que tem sido no Brasil. E pra mudar isso é necessário um esforço sobre-humano, precisaria de gente séria, uma psicologia política diferente, vindo de uma mente limpa, mente comprometida com o país, uma mente livre de ideologias irrisórias. E onde vamos encontrar tais mentes? Nas juventudes universitárias? Se nas universidades o que se ensina é que a ditadura foi o câncer responsável por tudo que o Brasil é hoje?! Ah, mas esta garotada que vai às ruas vieram pra mudar… Mudar o quê? Só se for a metodologia de tocar fogo em ônibus… No mais, não adianta nada. Viva o fisiologismo, a sábia criação da comprometida classe política brasileira!

    • Feitoza,
      Teu comentário é procedente.
      Nosso maior problema reside na EDUCAÇÃO!
      Enquanto não resolvermos este impasse que dificulta sobremaneira nosso desenvolvimento econômico e social, assistiremos badernas e atos de vandalismos como meios de se clamar por atenção e novas políticas administrativas.
      Grato pelo texto.

  6. Muito bem exposto, caro Francisco Bendl, os últimos 20 anos de governo do PSDB e do PT se equivalem em gênero, número e grau. Por estas razões, as quais foram resumidas com maestria por você, a desesperança do povo se acentua perigosamente.

    Muitos cidadãos de todas as classes, com quem tenho conversado aqui no Rio de Janeiro estão descontentes com a política de maneira geral. Falta entusiasmo com as eleições que se aproximam e o voto nulo é o desejo da maioria.

    Para o governo do Estado, temos o Pezão, o Garotinho e o Lindinho, que trio não é mesmo! São os mesmos dos mesmos de sempre. Falta renovação e mudança no trato com a gestão pública. Os eleitos necessitam ter em mente, que o povo não dá um cheque em branco para ninguém, portanto, ganhar e jogar na lata do lixo as promessas de campanha não vai colar nunca mais. As manifestações vieram para ficar e atormentar os maus governantes, que vencem e depois dão as costas para o povo, porque precisam pagar seus financiadores de campanha, que investem e depois enriquecem como um rabo de foguete.

    Enquanto isso, a nação empobrece e perde terreno no cenário internacional. Nossos políticos atrasados, que vivem com a cabeça na Idade Média pensando somente em suas carreiras, não vislumbram o fundo do poço no qual mergulham seu povo. Voltamos ao período de exportador de commodities e importador de produtos manufaturados. Nossa indústria despenca a cada ano, enquanto os manufaturados chineses inundam o comércio de maneira avassaladora. Os empregos na China estão muito bem obrigados, enquanto diminui os empregos em diversos setores da economia.

    Os investimentos em Educação, se tivessem sido feitos com planejamento nos últimos 20 anos, estaríamos hoje nadando de braçada e em condições de competir com os tigres asiáticos, famintos por natureza. Porém, muito pouco foi realizado, para não dizer que nada se operou. A desgraça anunciada está batendo a nossa porta e governos e empreendedores só falam que precisa diminuir o custo Brasil, o que significa acabar com os direitos sociais, a multa do FGTS, o Décimo Terceiro Salário, as Férias de 30 dias e o desconto de 20% para a Previdência Social, ou seja, tudo que inexiste na China, país que ainda teimam em dizer que é Comunista. De “comunista”, a China não passa nem perto, talvez fosse comunista no tempo de Mao, agora se assemelha a uma abissal escravidão contra a classe trabalhadora.

    • Meu caro amigo Roberto Nascimento,
      Pensamos igual neste particular.
      Colocaste o dedo na ferida, simplesmente.
      Desta forma, se quisermos ter um fio de esperança (título de um filme extraordinário na década de cinquenta), a meu ver temos de votar em gente nova, e não reelegermos quem quer que seja
      Obrigado pelas palavras sóbrias e sensatas, e participação neste artigo.
      Um abraço.

  7. Uma pergunta fica no ar: quem intermediou a negociação da ida do Henrique Meireles (PSDB-GO) para ser presidente do BC nos governos Lula? FHC, os Banqueiros ou ambos?

    Não devemos esquecer que em 2002 Henrique Meireles candidatou-se pelo PSDB a deputado federal por Goiás, tendo sido o candidato mais votado neste Estado. Entretanto, não chegou a ocupar a cadeira de deputado federal, pois aceitou o cargo de presidente do Banco Central do Brasil nos governos Lula-PT.

    Não devemos esquecer das frases do Lula antes de ser eleito e do banqueiro depois que Lula estava no Planalto:

    “Obviamente que, tendo em vista os lucros que tiveram o Itaú, o Bradesco e os outros bancos, o Fernando Henrique Cardoso não é nem pai: ele é pai, mãe, avô, avó, tio, tia do sistema financeiro, que nunca ganhou tanto dinheiro como está ganhando agora”.
    (Candidato Lula, 2001, Entrevista a Ziraldo)

    “Quando ele foi eleito, eu tive uma preocupação de que levasse o governo para uma linha de esquerda, mas ele foi mais conservador do que eu esperava”.
    Olavo Egydio Setúbal, presidente do conselho de administração da holding que controla o banco Itaú.
    (12/08/2006)

    • Guilherme Almeida,
      Oportuna lembrança das incalculáveis contradições do ex-presidente Lula.
      Se FHC foi o parente mais próximo dos banqueiros, Lula representa a árvore genealógica desta elite perciniosa e apátrida!
      Grato pela participação pontual.

  8. Grande Bendl, amigo e colega de lutas. Obrigado pelo presente do final de smana.
    Leitura fácil e que conforta um pouco. Tua análise, mais do precisa, é necessária, sempre! Faz pensar e isto é muito bom. Mais uma belíssima contribuição ao exercício da democracia responsável.
    Um abraço fraterno, muita saúde e ótimo domingo.

    • Fallavena, meu caro amigo,
      Grato pela tua participação sempre importante porque trazes conhecimentos políticos fundamentais para nossa informação.
      Igualmente um domingo auspicioso junto aos teus familiares.
      Forte abraço, meu amigo.

  9. Já foi falado aqui, neste blog maravilhoso, mediante artigos e comentários: FHC é agente da Cia, Lula idem. Então, são colegas de trabalho. As brigas? Belas performances teatrais que enganam os tolos… como eu era antigamente…

  10. Amigos
    A cada dia esta coluna avança mais!
    O resgate de dados, informações e episódios, pelo menos no meu caso, tem servido para reflexões permanentes e aprofundadas.
    Não posso deixar de cumprimentar os acréscimos feitos pelos colegas Almério, Feitosa, Nascimento e Almeida. Dá para escrever um livro com tantas histórias e fatos.
    Cobro muito a falta de participação (omissão criminosa) que grande parte da sociedade tem praticado.
    No entanto, sem reconsiderar a opinião sobre a “massa”, mas tentando compreender um pouco mais as razões, sou forçado a dizer que É MUITO COMPLICADO REALIZAR TAMANHA ANÁLISE DOS FATOS QUE ENVOLVE A POLÍTICA,. Mas é preciso que mais pessoas invistam neste clube.
    Fazer, por mando, pode-se chegar ao resultado esperado. Mas fazer por conhecimento e decisão própria tem outro sabor.
    Sinceros agradecimentos pelas contribuições.

  11. Olha Bendl, o seu artigo é a exposição da verdade. O Brasileiro está confuso e revoltado com os rumos da política, da gestão.

    Creio que só há uma coisa que fazer neste momento de insatisfação geral que é garantirmos a alternância do poder.

    A grande verdade é que o PT já saturou a paciência do brasileiro. Estamos vendo isso nas ruas.

    Grande abraço!

    • Kkkkkkkkk…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…, o comentário do “amigo do serra” é siplesmente hilário, “sabe de nada, inocente”. Ele quer a alternância do ruim para o pior.

    • Ué seu WAGNER, explique melhor essa história de insatisfação geral e de brasileiro com paciência saturada. Porquê todas as pesquisas apontam DILMA liderando as intenções de voto?

    • Meu caro instrutor Wagner Pires,
      A nossa função primordial neste blog incomparável é escrever a verdade!
      Não nos interessa a política nefasta, deletéria, exatamente esta que se pratica atualmente no País, pois não é sincera, patriótica, transparente, mas exercida apenas para mover intesses e conveniências de quem está no poder eventualmente.
      Então, resta-nos combatê-la, divilgar seus malefícios, de como somos enganados, explorados e aviltados.
      Obrigado pela tua participação sempre pertinente e poderosa pelas análises econômicas feitas neste espaço democrático.
      um abraço.

  12. Só fanáticos da seita petista ainda têm o descaramento de defender as práticas perniciosas desse partido. É o único partido oficialmente declarado bandido. Defendem de forma intransigente seus cumpanhero condenados e querem atropelar todos que atrapalhem seu projeto de poder. Não moveram uma palha para reverter o que FHC fizera de ruim e agora com a corda no pescoço querem promover essas investigações com décadas de atraso. A anarquia é geral. Salve-se quem puder!

    • Rodrigo,
      Certamente hoje a maior deficiência do PT é a falta de moral e ética.
      Misturou-se de tal forma com os demais partidos que se transformaram em uma sopa fétida e intragável!
      O tempero tem sido à base do que é podre, azedo, deteriorado, sendo cozinhado em um grande caldeirão que conhecemos como Congresso Nacional!
      Só poderia resultar em porcaria.
      Obrigado pelo comentário.
      Um abraço.

  13. Fica claro que falar aqui fora é uma coisa,ao entrar porém o eleito queira ou não terá que fazer concessões,infelizmente esse é o sistema.O meu grande questionamento após a posse do Lula seria uma devassa nas privatizações feitas no governo do Fernando Henrique,não que eu fosse contrário a algumas privatizações,porém do modo que foram feitas e seus valores, que sem dúvida foram aviltantes. Porém no meu canto observo que independente de quem for eleito nada mudará,pois o sistema esta enraizado e só uma mudança radical poderia mudar isto que ai esta,porém convenhamos falta gente com capacidade e honestidade para fazer essa grande mudança que tanto almejamos.

    • Freire,
      Não deixas de ter razão em um aspecto: que as raízes da corrupção estão profundas.
      Então, tratemos de arrancá-las aos poucos, razão pela qual sugiro a completa renovação dos parlamentares em todas as esferas nesta eleição.
      Certamente iniciaremos a afrouxar suas ramificações, e depois plantarmos em definitivo o que desejamos.
      Grato pelas palavras.
      Saudações.

  14. Excelente artigo de Francisco Bendl.

    Ouso até acrescentar que talvez nestas décadas pós-ditadura apenas Itamar Franco quis colocar o Brasil no verdadeiro rumo para o desenvolvimento. E para isso fez o que pôde.

    Quanto ao resto………………..?! Vocês já sabem!

    • Juca, meu caro,
      Teus comentários são modelos de síntese bem feita sobre a situação.
      Obrigado por participares desta debate.
      Um abraço.

  15. Infelizmente o Sr. Luiz Fernando Freie Junior está com a razão, não tem gente honesta e capaz. Não é que não tenha, mas os que preencheriam, não tem acesso aos postos por não ter QI (quem indica).

    • Legal, Ernst,
      O que não significa que devemos ficar de braços cruzados, concorda?
      Então, a minha sugestão e vou repeti-la à exaustão: não vamos reeleger mais parlamentar algum.
      obrigado pelo comentário.
      Saudações.

  16. A falta de percepção de alguns, por falta de informação e movidos apenas por emoções, faz com que coloquem PSDB e PT no mesmo saco. Isto não procede. Não sabem que com isso estão fazendo o jogo do PT, com seu projeto abjeto que o coloca no mesmo saco sim, mas da ditadura militar e não do PSDB que é partido bobinho como os outros, porém democrático

    O PT é um partido marxista-leninista e usa a democracia para destruí-la.
    Fatos como sua luta contra a liberdade de imprensa, combate sistemático ao poder judiciário, através de jornalistas chapas-brancas como santayana, mino C., Janio de f. e outros do tipo não nos deixa mentir.
    Desde a posse de FHC, o lema desse partido totalitário foi “fora FHC”. A imprensa, que hoje ele quer censurar lhe dava apoio total e até ajudou a eleger Lula que se destacou na presidência apenas por discursos diários contra FHC.

    FHC já se foi há décadas mas na tentativa de justificar fatos criminosos que comprometem o governo do PT, a militância repete mantras contra ele sistematicamente como as privatizações que o povão sabe que foram benéficas a ele, com a criação de centenas de milhares de empregos.
    De FHC, não se pode esquecer a reeleição, que prova que ele intelectualmente é precário, mas bandido e fanático como a canalha petista ele não é.

    Roberto Jefferson e Romeu Tuma Jr. mostraram o que ocorreu no antro governamental comandado pelo PT, pois um era da base aliada e o outro secretário de justiça do governo. São fatos irrefutáveis que deu cadeia com o mensalão e poderia dar muito mais punição se estivéssemos num país sério.

    • Mauro Júlio,
      A falha dos petistas e tucanos foi deixar o povo em plano secundário.
      FHC pelo desemprego; Lula pelos impostos e nos deixar à mercê do sistema financeiro explorador.
      Obrigado pelo comentário.
      Um abraço.

    • Ótimo comentário, Sr. Mauro.

      É gigantesca a tua lucidez quando afirmas que colocar o PSDB no mesmo balaio junto com a maior facção criminosa da América Latina disfarçada de partido dos trabalhadores é um tremendo erro!

      Temos que alertá-los, Sr. Mauro.

      Agente está falando aqui sobre Foro de São Paulo, mas, nem todos estão indo atrás da informação. Estão achando que é brincadeira, e não é!

      O PT é o ente executor de um plano de conquista do Brasil e de toda a América Latina pela maior organização comunista da América do Sul. Que se associou ao PCC e às FARC.

      Não é brincadeira! Não é sensacionalismo! Acordem!

      Pesquisem sobre o Foro de São Paulo criado por Lula e Fidel Castro em 1990 e que está completando 24 anos!

      Não se trata mais de conduzir corretamente ou não políticas econômicas, mas, dar guarida a um grupo, a uma agremiação que tem como cabeças: Lula, Fidel, Dirceu, entre outros, que estão utilizando todo o potencial econômico, social e político do Brasil para derrubar as nossas instituições democráticas e de todos os outros países da América Latina para refundar os países socialistas latino americanos, onde eles serão eternamente os gestores, legisladores e planejadores das sociedades prezas aos seus desígnios.

      É disso que se trata!

      Qualquer coisa, nesse sentido, é melhor do que o que o PT representa para o nosso presente e o nosso futuro!

      A mídia inteira encoberta esta informação. Mas, graças à internet e a gente que acompanha de perto todo este processo e que denuncia, sabemos.

      Busquem a informação!

      Comecem por aqui: https://www.youtube.com/watch?v=qzT7w2ZHtfI

      Depois leiam as atas do Foro de São Paulo.

      Eu estou fazendo a minha parte. Faça a sua e denuncie! Divulgue!

  17. Perdão, Bendl, mas todos os atos do governo de FHC foram exaustivamente questionados antes e depois de Lula assumir o poder.

    Quanto às privatizações, essa tralha toda que foi privatizada, ainda se fosse oferecida de graça, seria um excelente negócio. Graças a elas, agora, de relevância, só faltam a Petrobrás, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica para que o Brasil não cresça como rabo de cavalo.

    • Froes,
      Sem discutir o mérito da tua afirmação quanto aos atos de FHC teriam sido “exaustivamente” analisados, convenhamos que o governo tucano não considerou o povo como objetivo pricipal de seu governo, e não lhe aliviou o peso das medidas tomadas no combate à inflação.
      Contrariamente à carga pesada que tivemos de carregar, os bancos tiveram o apoio bilionário do Proer, onde parte dessa montanha de dinheiro poderia ter sido distribuída para melhorias na vida do trabalhador.
      Respeitosamente, discordo que as três instituições que citaste devam ser privatizadas.
      Obrigado pela participação.
      Um abraço.

      • Que o governo FHC tenha ignorado o povo em termos de diálogo, eu até concordo. São os famosos punhos de renda do PSDB, cheio de gente que acha que faz cocô cheiroso. Mas em tudo e por tudo que fez, principalmente na área econômica, o brasileiro passou a respirar mais aliviado.

  18. Quem paga o gaiteiro, tem o direito de escolher a música, que tanto o PSDB como o PT dançam, e as vezes dançam “muidinho”. A Presidenta DILMA, bem que tentou dançar um pouco fora do compasso, mas teve que imediatamente voltar a ele. Como a Economia Brasileira é controlada +- em 65% pelo Capital Internacional, (temos que reduzir isso para +- 20%), via Investimento Direto com as Multi-Nacionais Estrangeiras e Capital Financeiro financiando Dívida Pública, Corporações e Pessoas Físicas, então opera em Duplo Deficit ( Fiscal e Balanço de Pagamentos Internacional ), é ENDIVIDADA, consequentemente DESCAPITALIZADA, não temos ainda PLENA SOBERANIA ECONÔMICA. Nenhum dos dois Partidos e suas Bases Aliadas quiseram encarar a dura realidade de atuar para ampliar nossa SOBERANIA ECONÔMICA, alicerce de tudo.
    Então, não adianta um culpar o outro, apenas que o PT-Base Aliada foi mais sabido e operou sempre com menor DESEMPREGO.
    Quanto ao mar de lama em nossa Política, a meu ver, tem mais a ver com o SISTEMA POLÍTICO ( Multi-Partidarismo com DIREITOS PÚBLICOS exacerbados, Voto Obrigatório, 2º Turno que é quando a coisa fica como o Diabo gosta, Representação Proporcional, falta de Cláusula de Barreira, Recall de maus Representantes, Voto Direto para FISCAIS do Legislativo, Executivo e Judiciário, Tratamento de Senhor(a) para todos os REPRESENTANTES DO POVO do Presidente ao último Vereador, é simbólico mas é importante, possibilidade de Candidatos INDEPENDENTES com Voto Distrital Puro, etc,etc, Assim, com esse SISTEMA que aí está, é preciso muito Dinheiro para se “fazer Política no Brasil”, o Dinheiro não dando em árvores ,tem que vir de alguma parte, E VEM, e quem” Parte e Reparte e não fica com uma parte, não entende nada da Arte”. Isso só vai melhorar com CONSCIÊNCIA POLÍTICA do POVO.
    Enquanto o POVO não entender isso, NÃO TEM PERIGO DE MELHORAR.

    • Bortolotto, meu caro,
      O teu comentário reflete a realidade econômica e social deste País. Observa, no entanto, que poucas pessoas entendem da forma como tu tão bem absorves e transmites para nós esses conhecimentos. motivo pelo qual e com o analfabetismo aumentando (!), de fato a grande população custará a entender a mecânica que move o Brasil , e qual o propulsor utilizado.
      Assim, vamos indo e vindo, subindo e descendo, de um lado para outro, dando a impressão que tais movimentos são positivos quando, na verdade, estamos no mesmo lugar há tempos!
      O povo não percebe que movimentar-se não significa necessariamente andar para frente, mas apenas e tão somente se balançar.
      Obrigado pelo elucidativo comentário e participação brilhante, que enaltece este blog e o coloca em patamares inalcançáveis pelos demais.
      Um forte abraço, meu caro.

    • Prezadíssimo Sr. Bortolotto, não é que o PT foi mais sábio não senhor.

      Eu já expliquei isso noutros comentários, o PT teve a sorte de o país ter formado um colchão de reservas como nunca tinha tido antes. O que lhe deu controle cambial e a capacidade de expandir o consumo interno gerando empregos.

      O senhor tem a obrigação moral e intelectual de clarear esta situação sob pena de mistificá-la em favor de um partido que foi contra todas as mudanças que melhoraram a situação do povo brasileiro, inclusive o plano real.

      Um partido impostor que teve como mola propulsora do desenvolvimento econômico o crescimento mundial e as fabulosas importações chinesas que empurraram o crescimento da nossa economia!

      Por outro lado o Brasil na época de FHC era muito mais complicado de se governar. Mas, muito mais, a ponto de ter acabado as nossas reservas e nós termos que ser apertados pelas imposições do FMI.

      Nós não vimos, ainda, nenhum outro partido governar o país com as condições confortáveis que hoje temos em termos de administração.

      Não é justo continuar com este governo que insiste em nos levar e continuar nos empurrando para a armadilha de baixo crescimento com inflação. Não é!

      Temos que dar chances a alguém que se comprometa a conduzir no país as reformas necessárias à uma mudança estrutural e perene, e que nos dê a chance de sairmos do encalacro petista que tem como única e exclusiva argumentação a baixa taxa de desocupação.

      Não é só isso que o povo brasileiro merece!

      • Prezado Sr. WAGNER PIRES, tudo o que o senhor diz do PT é verdade e concordo, até 2001, quando o Presidente LULA após 3 derrotas Presidenciais, aliou o PT com a Burguesia Nacional, selando o acordo habilmente costurado pelo Sr. JOSÉ DIRCEU, escolhendo como seu Vice o Mega-Empresário Sr. JOSÉ ALENCAR (PR-MG) ex-Presidente da FIEMG ( Federação das Indústrias de Minas Gerais ), que foi excelente Vice-Presidente, mantendo por 8 anos no estratégico Banco Central o grande Economista – Banqueiro Sr. HENRIQUE MEIRELLES, na época (PSDB-GO) que fez excelente trabalho, dando ciência ao Povo da ” Carta aos Brasileiros” na qual declara que faria um Governo, junto com a BASE ALIADA, de Direita Social-Democrata, o que efetivamente fez, e a Presidenta DILMA, vem continuando.
        Na minha opinião o DESEMPREGO e a MASSA SALARIAL crescente, embora ainda baixas, são variáveis Econômicas importantíssimas e que foram melhor manejadas pelo PT-BASE ALIADA do que pelo PSDB-BASE ALIADA, em que pese a melhor Conjuntura Econômica dos anos do Presidente LULA.
        E olhe que as Pesquisas, apontam também nessa direção, apesar de grande parcela querer MUDANÇA. Abrs.

  19. O PT, Lulla e Dillma não mudaram as práticas por que não deixaram! Parece uma afirmação ilógica, mas não é.

    O PT chegou ao poder para mudar e dizia saber como. Criticava tudo e todos e tinha soluções para tudo. Pessoal vamos reler seu programa (PT), seus manifestos, sua atuação na rua, nos sindicatos, conselhos e nas eleições. NA VERDADE, NÃO MUDARAM POR QUE NÃO QUISERAM, NÃO INTERESSAVA APÓS CHEGAREM LÁ!

    Por isto, temos de incluir mais este crime nas costas deles: estelionato eleitoral. Afinal, diziam como era e como ficaria com eles no poder.

    Alguns entendem que os governantes são dominados pelos agentes externos (banqueiros, nações, etc) e pelo internos (partidos, quadrilhas e tudo mais). Nem Lulla e nem Dillma tentaram coisa alguma para mudar este quadro. Quando chegaram ao poder já sabiam de tudo. O resto o FFHH contou para eles. Mudar para que? Acabar com a roubalheira?

    O que tinham de fazer não quiseram: reforma do estado e da política. Não sustentaram uma maioria a pão de ló – muita grana e cargos? Todo o tempo com a maioria nas casas legislativas e com o apoio popular – vide pesquisas.

    E quanto a não mexer no que FFHH fez? Realmente algumas deveriam ter acontecido como ocorreu. A forma usada e a “grana rolada” é que não poderia ter existido.

    O que fez o PT quando assumiu? Esqueceu tudo. Esqueceu seus compromissos. E o povo esqueceu as promessas de mudanças do PT.

    Avalie a reforma agrária, a bolsa-mania, o setor educacional falido – nem provas do Enem conseguem fazer direito. Sem falar no resto. Em 12 anos petistas, nenhum setor teve solução, nenhum mesmo. E queriam que os outros resolvessem em 4 anos!
    Na verdade, eles resolveram o que era prioritário: a vida deles.

    E tem uns que outros que ainda acham que “está tudo bem” e devemos reeleger Dillma, pois ela vem fazendo tudo direitinho! É aquela senhora que, até mesmo informações sobre sua formação acadêmica (nossa, quem deu diploma a ela?) falseou!

    É preciso ter muito topete. E olha que tem gente até para isso.

    Provoquemos uma auditoria nas contas de todos e, principalmente deles, e tiramos as provas dos nove (não dos nove dedos). Vamos descobrir quem são os campeões da vigarice, da desfaçatez, da mentira e da roubalheira.

    Após minha assinatura irá a de quem mais?

  20. Meu último voto no PSDB foi no Mario Covas para presidente. Hoje, lamentavelmente com as notícias do propinoduto do Metrô de SP até Mario Covas sucumbiu as verdinhas. Depois, só votei no PT, a última porque acho que Serra seria o pior para o país, hoje tenho dúvidas, acho que ninguém faria pior que a Dilma que destruiu anos de sacrifício para manter a política fiscal.
    Este ano votarei em Aécio, apesar de achar que fará um péssimo governo pois tenho conhecimento de todos os seus defeitos (controle da mídia, Naércio, helicóptero do Perrela, etc). A que ponto chegamos aceitar este Sr. como presidente pois do outro lado tem uma facção pior que ainda sonha com o socialismo na América Latina (Foro de São Paulo) e distribui dinheiro do povo brasileiro para Cuba e assemelhados como as ditaduras africanas e ainda come uma comissão de grandes construtoras.
    Prefiro o rato que não é comunista.

  21. Sei não…
    Li todos os comentários. Palavra.
    Cada um no seu estilo, todos defenderam seus pontos de vista de acordo com opiniões formadas politicamente. Contudo, percebemos, a maioria converge para um ponto que é tão nevrálgico como comum: o desejo de um Brasil melhor para todos.
    Coincidentemente, também todos, querendo ou não, concordam que atualmente reina soberana a politicagem. Ou seja, os políticos é que atrasam esse objetivo maior.
    E, quem são esses políticos?
    Digo eu: são os de sempre, carreiristas, enganadores, que administram a “profissão” só em proveito próprio, que mentem ao prometer mundos e fundos em cada eleição e, em boa parte, corruptos, que se aproveitam das falhas dos órgãos controladores do Erário, para praticarem deslavadamente crimes de natureza financeira, como uma quadrilha organizada.
    Então, por que não mudar esses pilantras?
    Vamos nos juntar para vender a ideia da alternância no poder.
    Eliminar esses vigaristas da vida pública. Vamos buscar outros nomes que em nosso juízo de valor, merecem uma chance para mostrar capacidade, ideais e honestidade. Sinceramente, o que vamos perder? … talvez seja a luz no final do túnel.
    Alternância já !
    Não reeleja nenhum desses pulhas! Não anule o seu voto!

    • Andrade,
      Obrigado pelo teu apoio explícito à minha idéia lançada dois anos atrás neste blog incomparável sobre não reelegermos mais quem quer que seja!
      Não é a solução definitiva, evidentemente, mas é um início.
      E digo mais:
      Causará grande turbilhão no meio político quando as velhas raposas perderem suas mordomias e poderes PARA O POVO, PARA NÓS, os que têm sido permanentemente ludibriados, enganados, explorados e roubados!
      Esta é a questão precípua, Andrade, nesta decisão de impedirmos a reeleição: demostrarmos que temos poder, que somos coesos, que estamos não suportamos mais a desonestidade e a corrupção.
      Pensa comigo:
      Imagina se conseguirmos renovar 80/90% dos parlamentares em nível nacional?
      O povo demonstrando de forma cabal e indiscutível que deseja mudanças, que não quer mais os mesmos no comando?
      Inegavelmente que até os novos irão diminuir seus ímpetos de se locupletarem tão logo chegam ao Congresso, e de diminuírem as despesas com relação aos seus custos pessoais, manutenção de seus gabinetes e passeios às bases, consumindo verbas importantes que poderiam ser canalizadas para onde verdadeiramente elas são necessárias!
      Ótimo que aqueles que também admitem a renovação começam a se manifestar explicitamente, pois iremos animar mais gente a fazer o mesmo e, certamente, abalaremos as estruturas que os parlamentares construíram para permanecer no poder mediante artifícios partidários.
      Vamos chutar o balde e para bem longe!
      Saudações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *