Lula e PT se amarram gratuitamente a um abacaxi para atrapalhar a campanha de 2022

Lula fala ao El País sobre Merkel e Ortega | Nicarágua | Felipe Loureiro |  Neurociência | Vulcão - YouTube

Lula é igual à “Ofélia”: só abre a boca quando tem certeza

Bruno Boghossian
Folha

Se a Alemanha não fosse uma democracia, o grupo de Angela Merkel não teria sido derrotado nas eleições, após 16 anos no poder. Também não teria ocorrido o recente encontro entre Lula e o futuro chanceler alemão, de um partido adversário.

Se a Nicarágua fosse uma democracia, Lula não teria dito, há poucos meses, que as coisas “não andam nada bem por lá”. Além disso, o ex-presidente não teria aconselhado Daniel Ortega a defender a liberdade no país, e o PT não teria apagado uma nota que celebrava a vitória governista numa eleição marcada pela prisão de opositores do regime.

MERKEL E ORTEGA – Lula conhece essas diferenças, mas encaixou uma comparação descabida numa entrevista ao jornal espanhol El País: “Por que Angela Merkel pode ficar 16 anos no poder, e Daniel Ortega, não?”, questionou.

O petista se referia à permanência de políticos no poder por longos períodos, não ao processo de escolha desses líderes. Uma das entrevistadoras, no entanto, precisou lembrar que, ao contrário da alemã, Ortega havia encarcerado seus potenciais adversários. Lula fez uma emenda e disse que, se isso ocorreu, o nicaraguense “está totalmente errado”.

A hesitação contínua do ex-presidente em condenar avanços autoritários pelo mundo não revela nenhuma tentação ditatorial. Mas o episódio mostra que, em nome de seus laços internacionais, Lula e o PT estão dispostos a contratar um problema desnecessário para 2022.

RIVAIS EM AÇÃO – Os petistas sabem que rivais vão explorar as declarações generosas de Lula sobre os regimes de Cuba, Venezuela e Nicarágua para pintar uma falsa imagem de descompromisso com a democracia.

O partido diz que os críticos desvirtuam as opiniões do ex-presidente, mas também se recusa a produzir uma mensagem consistente sobre os abusos cometidos nesses países.

Aliados de Lula acreditam que a eleição será definida por questões econômicas, não por um debate sobre a saúde da democracia em outros países. Para não frustrar seus militantes, o PT prefere insistir no erro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Lula é igual a Bolsonaro e também costuma abrir a boca para falar asneiras. A comparação entre Merkel (chanceler eleita) e Ortega (ditador sanguinário) é primorosa como Piada do Ano, mas não tem a menor graça. Daqui até a eleição, vai ser um troca-troca de boçalidades entre os principais candidatos. (C.N.)

7 thoughts on “Lula e PT se amarram gratuitamente a um abacaxi para atrapalhar a campanha de 2022

  1. Se o Sistema Eleitoral da Nicarágua permite reeleições sem impor um limite de vezes, qual o erro da fala de Lula (???)

    Ao insinuar de forma pejorativa, o articulista esqueceu (de propósito) de citar que Lula fez, ainda, um contraponto da própria afirmação anterior:

    “Se o Daniel Ortega prendeu a oposição para não disputar a eleição como fizeram no Brasil contra mim, ele está totalmente errado”

  2. Aqui no Brasil sabemos, além da prisão de Lula, usando o lawfare, temos que a Constituição da República de 1988 recebeu alteração por Emenda Constitucional para permitir a reeleição de FHC. Portanto, foi através de reforma fora daquele período de Revisão Constitucional – poucos anos depois de promulgada. Admitiu-se uma única reeleição não precisando se afastar – que beleza com uso da máquina Eleitoral! É preciso um governo muito ruim – como o atual – para não se reeleger.

    Mas voltando ao assunto. Aqui no Brasil somente pode uma vez. Na Nicarágua, o que diz Lei do país(??) Se permite, não tem ditadura. Se não permite, e tem ainda opositores presos, tem governo de exceção, uma ditadura.

  3. “…. não revela nenhuma tentação ditatorial.” Gzuis! Mas será se o Lula aparecer berrando que quer ser o novo Fidel Castro a mídia ainda vai continuar negando que Lula é um projeto de ditador? O PT odeia a democracia! A enxerga unicamente como forma de chegar ao poder e tomar o Estado.
    Até que ponto essa gente pode se cegar assim? “pintar uma falsa imagem de descompromisso com a democracia.” A imprensa só vai acordar do que seja o PT quando este enfiar o coturno no seu pescoço.

  4. Demagogos e populistas como o mito e o Luladrão são assim mesmos, adoram falar besteiras, tentam justificar o injustificável e aí caem em contradição. É sempre assim, a demagogia não se sustenta, mas a campeã da semana é a Dilmanta, elogiar a “democracia” chinesa, tal elogio só podia ter partido desta doente mental.

  5. A esquerda tem seus métodos, vai levando na conversa fiada e quando encontra obstáculo faz igual a Stalin, manda Mercader dar uma picaretada na moringa do Trotsky.

    Tudo a ver.

    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
    Ramón Mercader

    Jaime Ramón Mercader del Río Hernández, também conhecido como Ramón Mercader, Jacques Monard ou ainda Frank Jacson (Barcelona, 7 de fevereiro de 1913 – Havana, 18 de outubro de 1978) foi um agente no exterior do Comissariado do Povo para Assuntos Internos NKVD da URSS, na época que Josef Stalin era o secretário geral do Partido Comunista da União Soviética. Seu ato mais conhecido foi se infiltrar na casa de Leon Trótski, em seu exílio no México e cometer o atentado que levaria à morte o principal rival de Stalin.

    Como um suposto rico comerciante ele se tornara amante da trotskista americana Sylvia Agelot, e se infiltrara na casa onde Trótski morava, cometendo o atentado ao final da tarde de 20 de agosto de 1940. Em 1961 foi condecorado com a medalha de Herói da União Soviética, uma das mais altas comendas do país.

  6. A imprensa prostituída pelo narco-socialismo entra em parafuso. Enquanto ela tenta, de todas as maneiras, ocultar dos eleitores brasileiros as ligações entre o PT (Partido de Traficantes) e o narcotráfico internacional, o maior ladrão elogia publicamente o Zé de Ortega, barão do tráfico nicaraguense. Assim não dá … ó Lula!

    É o pó! É o pó!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *