Lula pede a cabeça do procurador que tenta investigá-lo

Lula já pediu que o procurador Furtado seja punido

Carlos Newton

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva querem punir o procurador Valtan Mendes Furtado, que integra o Ministério Público Federal, por ter tido a ousadia de pedir abertura de uma investigação criminal formal do ex-presidente, suspeito de tráfico de influência em favor da Odebrecht, no Brasil e no exterior, em obras financiadas pelo BNDES.

Segundo informação do Instituto Lula, a representação foi encaminhada ao Conselho Nacional do Ministério Público e pede a suspensão do inquérito, abertura de sindicância e de processo administrativo disciplinar pela conduta do procurador. Ou seja, quer anular tudo e impedir que a investigação prossiga.

Para os advogados do petista, o Furtado teve desvio de conduta e violou deveres funcionais ao interferir na apuração preliminar (conduzida pela procuradora Mirella de Carvalho Aguiar, que tirou férias) e desconsiderar prazos e instâncias do Ministério Público. A defesa também reclama que o procurador ignorou a manifestação de defesa de Lula, já que a investigação foi instaurada antes da apresentação de esclarecimentos dos advogados do petista.

APURAÇÃO PRELIMINAR

Segundo a defesa, o prazo final para apuração preliminar era 18 de setembro. Os advogados argumentam que Furtado assumiu a autoria da investigação desconsiderando que “os substitutos naturais” da procuradora Mirella deveriam ser integrantes do 1º, 2º ou 3º Ofícios de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal, e não um membro do 7º Ofício Criminal da Procuradoria da República do DF.

Para a defesa, Furtado ainda errou ao tentar promover a quebra de sigilo fiscal e de correspondência de Lula e de seu instituto por meio de um pedido de compartilhamento de informações com a Operação Lava Jato, já que a Polícia Federal ainda não está investigando o ex-presidente ou o Instituto Lula.

“Vê-se, com isso, que houve um verdadeiro atropelamento, desrespeito e tumulto ocasionado pelo procurador Valtan Furtado nas investigações preliminares”, diz o texto enviado ao Conselho Nacional do Ministério Público, acrescentando que isso “macula inexoravelmente a sua isenção funcional e, ipso facto, a própria idoneidade e higidez da investigação.”

A ACUSAÇÃO É GRAVE OU RIDÍCULA

Em outras palavras, a defesa de Lula está afirmando que a Procuradoria Geral da República do Distrito Federal é uma bagunça, uma esculhambação. Pelo que está escrito na reclamação, o procurador Valtan Mendes Furtado teria simplesmente usurpado uma investigação que estava a cargo de outra colega, a procuradora Mirella de Carvalho Aguiar, que ainda nem terminara a apuração. E mais: Furtado teria irresponsavelmente dado a investigação como errada, pedindo de imediato a abertura da investigação criminal formal do ex-presidente, suspeito de tráfico de influência em favor da Odebrecht no Brasil e no exterior, em obras financiadas pelo BNDES.

Traduzindo: a acusação é gravíssima. Se tiver cometido esses desatinos apontados pelos advogados de Lula, o procurador precisa ser afastado com urgência de suas funções e submetido a uma junta médica, de caráter psiquiátrico e psicológico.

Ou a acusação é fragilíssima, uma ridícula obra de ficção, porque a Procuradoria simplesmente já teria concluído a investigação preliminar, haveria comprovação suficiente do tráfico de influência cometido pelo ex-presidente Lula, a procuradora Mirella entrou de férias. foi substituída normalmente e o pedido de abertura de investigação formal (inquérito) foi o passo certo no procedimento.

Em sua opinião, o que aconteceu?

17 thoughts on “Lula pede a cabeça do procurador que tenta investigá-lo

  1. Carlos Newton, ninguém está acima da lei. Nem o ex-presidente Lula que é suspeito de tráfico de influência, e deve ser investigado. Nem o procurador Valtan que segundo os advogados de Lula atropelou o regimento, não procedendo como manda a lei. Sendo verdade o que o procurador fez podemos deduzir seja doença ou fanatismo ideológico.

  2. Pode te conformar e aceitar a realidade: tua carapaça quebrou. Se não for este procurador será outro, ou outro ainda e mais outro. Ou existe a lei e o país, ou nem uma coisa nem outro.

  3. Mais um tiro no pá do Aloprísio Mercadante ???
    ” A pedido de Dilma, Eduardo Paes viajou hoje a Brasília para uma conversa no Palácio da Alvorada.

    Dilma apelou a Paes que atue como bombeiro junto a Eduardo Cunha.

    Embora lá na frente possam acabar adversários e em palanques diferentes, neste momento tanto Dilma quanto Paes têm interesse em preservar a aliança entre o PT e o PMDB.

    Cunha pode não lembrar, mas falta um ano para a Olimpíada, evento cujo sucesso depende de um boa relação entre o Planalto e o Rio de Janeiro.

    Por Lauro Jardim

  4. Mais um B.O para o Bebum de Rosemary…
    ” O ministro Napoleão Nunes Maia Filho, do STF, fará, a qualquer momento, que cumpra o que foi pedido no Mandado de Segurança 20895, impetrado pelo repórter Thiago Herdy e pelo jornal O Globo. Desde 27 de março, a 1ª Seção do STJ já tinha chegado a um acórdão que autorizou o acesso aos dados do cartão corporativo do governo federal usado pela ex-chefe da representação da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Nóvoa de Noronha. As demoras e segredinhos no Caso Rose causam estranheza generalizada (sem trocadinho).

    O Governo Federal está obrigado, judicialmente, a acesso aos gastos, com as discriminações de tipo, data, valor das transações e CNPJ/razão social. O ministro Napoleão Nunes Maia Filho considerou que a recusa de fornecer os documentos e as informações a respeito dos gastos efetuados com o cartão corporativo, com o detalhamento solicitado, constitui violação ilegal do direito líquido e certo da empresa e do jornalista de terem acesso à informação de interesse coletivo, assegurado pela Constituição e regulamentado pela Lei 12.527/11 (Lei de Acesso à Informação):

  5. eh bom que os procuradores tomem isso como uma questao institucional e corporativa tambem. Ou eles ganham essa parada e oferecem denuncia contra o ex-presidente ou se recuarem provavelmente deixarao de ter moral para oferecer denuncia contra qualquer outro poderoso.
    POR ISSO PODEM TER CERTEZA : OU VAI PREVALECER O MINISTERIO PUBLICO PROVANDO QUE NINGUEM ABSOLUTAMENTE NINGUEM ESTAH ACIMA DA LEI, OU FICARA CLARO QUE LULA E OS PETRALHAS ESTAO SIM ACIMA DA LEI E DE QUALQUER FREIO PARA SUAS ATIVIDADES CRIMINOSAS!
    E QUE TRATEM TAMBEM DE INDICAR ALGUM DIFERENTE DO JANOT POIS ESSE JAH MOSTROU QUE ESTAH VENDIDO PARA OS PETRALHAS!

  6. O açodamento leva a atropelos, e a não observação do rito exigido pelo devido precesso legal. O procurador pode ter chutado o balde, ou mostrado despreparo e falta de isenção, ou pior ainda, pensou só nos holofotes.

  7. Quando coloca-se algum veneno para eliminar os ratos presentes em locais indesejáveis, no primeiro momento todos provam e inicia-se o pânico, porém por espirito de sobrevivência, muitos fogem e ficam por algum tempo dando a impressão que não mais existirem .
    Passado alguns meses, os ratos sentem que podem voltar a assaltar e incomodar o status quo, imediatamente retomam suas reais condutas e com resistência orgânica fortalecida, tornam-se quadrilhas mais experientes e novos recursos os estimulam rumo a continuação do assalto anterior, são agora mais poderosos e mais ágeis.MELHOR RELACIONADOS…FORTES RETAGUARDAS.
    RATOS REVIGORADOS, reinventam-se e continuam assaltando o bem maior, ratazanas velhas ,que não comem veneno, tornam-se mentores, agindo através dos filhotes bem treinados. A GESTÃO CLEPTÔNICA !
    Nosso Brasil…Nosso POVO… regido por um maestro de quatro dedos , mentiroso e réu desde a morte de Celso Daniel, reluta em entregar-se aos obstinados investigadores. Seus comparsas íntimos, fazem convescotes em Portugal e planejam com sórdidos argumentos endurecer contra as regras de OBAMA, da CIA, FBI, POLÍCIA FEDERAL e da VONTADE POPULAR.
    SÃO TRINTA e CINCO ANOS DE ASSALTO DESDE QUE UEKI INSTALOU SUA QUADRILHA E TORNOU-SE MAGNATA AMERICANO AS CUSTAS DA PETROBRAS. SERÁ QUE TEMOS SOLUÇÃO ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *