Lula, um herói com pés de barro

Bernardo Mello Franco
Folha

Quando Marina Silva virou favorita na tumultuada campanha de 2014, Lula confidenciou a aliados que uma derrota do PT não seria tão ruim assim. “Ruim mesmo é a Dilma ganhar e não mudar”, disse, segundo o relato de um petista. Dilma ganhou, e as coisas mudaram para pior. Ela perdeu o controle da economia, viu sua base se esfarelar no Congresso e se tornou a presidente mais rejeitada desde Collor.

Na semana passada, Lula reclamou da sucessora e disse a religiosos que os dois chegaram ao “volume morto”. Ele reconheceu que Dilma mentiu para se reeleger e agora está fazendo o oposto do que prometeu.

Nesta segunda, o ex-presidente estendeu as queixas ao PT. Afirmou que o partido “está velho”, “só pensa em cargo” e sucumbiu ao “cansaço”. Só faltou dizer que seria melhor ter perdido a eleição do ano passado.

Lula deixou o poder como o governante mais popular da história recente. Recebeu homenagens, manteve o discurso triunfalista e foi descrito como um “Pelé no banco de reservas”. Seu retorno ao Planalto parecia ser questão de vontade. Bastaria estalar o dedo para voltar nos braços do povo, como Getúlio em 1950.

A guinada no discurso sugere que o ídolo se descobriu com pés de barro. O Datafolha confirmou que ele ainda é forte, mas deixou de ser imbatível. Se a eleição de 2018 fosse hoje, teria apenas 25% dos votos.

O ex-presidente fez o desabafo aos religiosos na quinta-feira, antes de a Lava Jato atingir os chefes da Odebrecht e da Andrade Gutierrez. Seria interessante vê-lo de volta ao confessionário no dia seguinte, depois da prisão dos amigos empreiteiros.

###
PS
– Em março, o ex-ministro Cid Gomes caiu por apontar “300 ou 400 achacadores” na Câmara. Nesta segunda-feira, os repórteres Natuza Nery e Ranier Bragon mostraram como um grupo de 243 deputados ameaçou o governo para arrancar a liberação de emendas. Se Cid errou, foi na conta.

 

5 thoughts on “Lula, um herói com pés de barro

  1. LulaMolusco e seu irmãosiamês Cappo de Paris, são os dois maiores cascateiros, trambiqueiros, corruptos que está Pátria já produziu.
    Em matéria de desfaçatez e mentiras então, estão entre os top10 …
    Esta semana fomos agraciados com a fala do Sultão de Paris/Higienópolis/Buritis,
    Pego com a boca na botija,em várias listas da LAva-Franco-Tucano, o boca de suvaco e seu Instituto receberam e recebem toneladas de dinheiro privado e público, inclusive da SABESP, Cia de água do Estado de São Paulo, creio eu, que isto é ilegal, um Instituto receber dinheiro público, mas em se tratando dos franceses de SP podem tudo, até porque seu Partidinho de Bosley está 30 anos no PHODER, entonces, está tudo em casa.
    Mas, disse o famoso Cappo Corrupto., “Não vejo problema em receber dinheiro de empresas”.(de empresa privadas e públicas)., (privadas nos dois sentidos).
    “Meu Instituto nãofaz política”, (então o que é esse ser.?) ,
    Traduzinho para o bom português das tamancas , “o meu instituto pode” “o dele não”, o meu tá certo,” o dele é fruto de corrupção”… o meu não”……….
    eh!eh!eh!eh
    Páis da Piada Pronta.
    E Viva o meu Brasil……

  2. O bom, quero dizer, o melhor, é que dilma tendo ganho e fazendo esse desgoverno horroroso acabou de vez com as chances de permanencia do pete no poder. Assim, a melhor coisa que poderia acontecer para o Brasil foi dilma ter ganho. Escancarou quem é o verdadeiro pete e acredito (e torço) para que o eleitor tenha aprendido e tenha mais cuidado nas próximas eleições para não cair no conto dos demagogos e aproveitadores.

  3. eh antes de mais nada um covarde, se nao tinha tanta confianca assim na sua criatura ,por que deixou ela impor sua candidatura a reeleicao?.
    VAI PAGAR MUITO CARO PELA SUA COVARDIA, ELE E O SEU PARTIDO DE PETRALHAS MALFEITORES!

  4. Este artigo está parecendo, como muitos outros ultimamente, uma sútil maneira de desvincular Lula da Dilma e do atual governo. Ele é réu, não vítima!

  5. QUESTIONAR AS CÚPULAS PARA MELHORAR A POLÍTICA

    E estamos de volta a Leonel Brizola, ao relembrar da sua partida há 11 anos. Irônico, talvez, que isso aconteça nestes dias juninos em que o ex-presidente Lula atravessa uma das etapas mais polêmicas, contraditórias e complicadas de sua trajetória de ex-dirigente sindical, fundador do PT, ex-chefe da Nação, e liderança política sob intenso foco de observação nacional e internacional. Mais complicada, ainda, depois da Operação Lava Jato e seus desdobramentos recentes, conduzidos desde Curitiba, pelo juiz Sérgio Moro, a “incógnita do futuro do ex-presidente”, segundo o jornalista e escritor Juan Arias, no jornal El País (espanhol).

    Mas foi Brizola, sem dúvida, quem, durante anos, traçou sobre a moldura brasileira, o retrato mais expressivo, questionador e polêmico de Lula e seu PT e sobre o significado de ambos na vida e na história das últimas décadas no Brasil. Recordo, antes do ponto final, duas pinceladas marcantes da obra. Nos anos 80, o ex-governador cunhou, talvez, a frase mais definitiva sobre o partido saído das lutas sindicais no ABC paulista: “O PT é a UDN de macacão e tamanco. É como uma galinha que cacareja para a esquerda e põe ovos para a direita”.

    Sobre Lula, anos mais tarde, um trecho definidor, no vídeo que circula na Internet: “Eu cheguei aqui (do exílio) e fui logo visitar o Lula. Me recebeu como um imperador. Dono do ABC. Nós pensamos diferente. O Lula está dentro do sistema, sua mente está dentro do modelo econômico. Como o Fernando Henrique, só que o Lula vem por baixo e o FHC vem por cima. Os dois se acotovelam para executar o mesmo programa neoliberal”. Mais não digo, a não ser: que falta faz Brizola!

    Autoria: http://www.noblat.oglobo.globo.com/artigos/noticia/2015/06/lula-retrato-na-moldura-de-brizola-n.html

    Acréscimo http://www.youtube.com/embed/9ViENegKea4 – Título meu (post face).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *