Maia diz que saídas de Levy e diretor do BNDES são ‘uma covardia sem precedentes’

Resultado de imagem para rodrigo maia

Maia ficou perplexo com tratamento que Guedes deu a Joaquim Levy

Tahiane Stochero
G1 SP

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na manhã desta segunda-feira (17) que as saídas de Joaquim Levy da presidência do BNDES e do advogado Marcos Barbosa Pinto da diretoria de Mercado de Capitais do banco são “uma covardia sem precedentes”.

Levy pediu demissão neste domingo (16), um dia após o presidente Jair Bolsonaro ter dito em entrevista coletiva que ele estava com a “cabeça a prêmio”. Bolsonaro cobrava de Levy a demissão de Marcos Pinto, que renunciou no sábado após a fala do presidente.

CARGOS DE CONFIANÇA – “Uma pena o Brasil ter perdido dois nomes como os do advogado e do Levy. Acho uma covardia sem precedentes”, disse Maia, acrescentando: “Levy veio de Washington [onde ocupava cargo de diretor do Banco Mundial] para trabalhar no governo. Está errado [sair assim], não pode tratar as pessoas deste jeito. Se é para demitir, chama e demite. Ninguém é obrigado a ficar com um servidor de confiança se deixou de ser de confiança. Agora, tratar da qualidade dos dois desta forma, eu achei muito ruim”, disse Maia.

Em evento promovido pela BandNews, Maia afirmou que, com a saída de Levy da presidência do BNDES, cabe ao ministro da Economia, Paulo Guedes, controlar a situação. “Quem tem que segurar firme é quem nomeou, e foi o ministro”, disse Maia.

FICOU PERPLEXO – Ao blog da colunista Andreia Sadi, Maia afirmou ter ficado “perplexo” com o tratamento dado por Paulo Guedes a Joaquim Levy.

Bolsonaro, segundo Paulo Guedes, tinha “angústia” por Levy ter escolhido para o banco “nomes ligados ao PT”. Marcos Pinto é respeitado entre economistas e técnicos. Segundo o jornal “Valor Econômico”, ele é mestre em direito pela Universidade de Yale (EUA) e doutor pela Universidade de São Paulo (USP).

Segundo integrantes da equipe econômica, o substituto de Levy será indicado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e deve ser da iniciativa privada.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Rodrigo Maia virou oposição ao governo. O presidente da Câmara sabe identificar os erros de Bolsonaro, Guedes & Cia., e bate pesado em todos eles. Maia tem razão, porque nesse caso Bolsonaro está certo em demitir executivos que não considera acima de qualquer suspeita, mas a maneira de fazê-lo foi primária, infantil, teatral e contraproducente. O resultado é que o governo inteiro está inseguro. (C.N.)

16 thoughts on “Maia diz que saídas de Levy e diretor do BNDES são ‘uma covardia sem precedentes’

  1. Cabe lembrar que Levy não entrou simplesmente para ocupar cargo, mas tinha uma missão bem específica. Elucidar as transações consideradas espúrias aos interesses do país, feitas e tornadas secretas pelo governo do PT. Considerar que estas transações não existiram ou que não possam ser rastreadas é simplesmente inaceitável.

  2. Este Maia é um idiota. Quase não foi reeleito.
    Bolsonaro errou em dar força a este crápula.
    Perguntem sobre a aposentadoria dele, e da sogra.
    São, como aquele Ivan Valente, o molon, todos uns hipócritas.
    Este não tem caráter, igual ao pai.
    Não foi nada demais.
    Não queria abrir a caixa preta do banco.
    Redução no cronograma de devolução de recursos ao tesouro, com consequências no perfil da dívida interna.
    Técnicos deste tipo e neste cargos, sabem que o que os famigerados petistas fizeram, doando recursos para Venezuela, Cuba, Angola, Moçambique, etc, e as exdrúxulas operações JBS, e outras tantas, são um crime.
    Cargo Ad nutum do presidente é para ser demitido sem maiores explicações.

  3. “O mosquito é engolido pelo sapo
    O sapo a cobra lhe devora

    Mas o urubu não pode devorar o boi:
    Todo dia chora, todo dia chora.
    Mas o urubu não pode devorar o boi:
    Todo dia chora, todo dia chora.

    “O norte, a morte, a falta de sorte…
    Eu tô vivo, tá sabendo?
    Vivo sem norte, vivo sem sorte, eu vivo…
    Eu vivo, Paulinho.
    Aí a gente encontra um cabra na rua e pergunta: ‘Tudo bem?’
    E ele diz pá gente: ‘Tudo bem!’
    Não é um barato, Paulinho?
    É um barato…”

    Urubu tá com raiva do boi
    E eu já sei que ele tem razão
    É que o urubu tá querendo comer
    Mais o boi não quer morrer
    Não tem alimentação”

    – Novos Bahianos.

    ºº̥Glubºº̥̥̥̥̥̥̥ₒ̥̥̥̥̥̥ₒglub̥̥̥̥̥̥ₒºº̥̥̥̥̥̥̥glubₒºº̥̥̥̥̥̥̥ glubºº̥ₒºº̥̥̥̥̥̥̥glubₒºº̥……

  4. Maia , é claro, não gostou da saída de Levy, que foi colocado no cargo para investigar as irregularidades no BNDES, coisa que ele estava relevando, não fazendo, o que beneficiaria o famigerado deputado.

    Maia pode preparar as malas como representante público, pois nas próximas eleições não será reeleito, como aconteceu com o seu famigerado pai, devido a práticas semelhantes às suas.

  5. Covardia é não ter aniquilado esse fofinho Maia nas eleições. Mas sabe cumé, o Rio é campeão em eleger políticos retrógrados.
    A demissão dos agentes petistas do BNDES foi mais do que inteligente – foi perfeita: empanou a agressão ao Moro coordenada pelos safardanas petistas e possibilitou avaliar a corrupção por trás dos empréstimos vergonhosos a países cumpanheiros. Ferro nos traidores da pátrIa!

  6. Pô, mas o rotundo presidente da câmara dos deputados, Maia, reclama que o Executivo se mete no parlamento, mas ele pode criticar Bolsonaro quando muda seus ministros??!!

    “Não tô entendendo” como dizem meus amigos paulistanos, “não tô entendendo”, meio cantado.

    Bolsonaro deveria criticar os assessores de Maia, o seu chefe de gabinete … e por aí vai!

    A bem da verdade, constata-se que o congresso jamais se interessou pelo povo.
    Ou desvia a sua atenção para temas que não são polêmicos, caso da reforma da Previdência, ou se fixa em elaborar leis que o proteja de crimes os mais diversos e exóticos!

    Essa de chamar o presidente de covarde foi do cabo da esquadra.

    O fofo também perdeu o senso das medidas, além da barriga para fora da calça!!!

  7. Esse bolo fofo deteriorado, já está por demais querendo aparecer.
    Sugiro, que cuide do seu circo, quis dizer da “câmara de deputados”, e se quiser aparecer mais, pendure uma melancia no pescoço, não esquecendo de pintá-la de vermelho.

    Ora, vá arrumar o que fazer, estrupício……

  8. Rodrigo Maia me parece ser o novo oráculo da politica nacional.
    Será que além de ser legislador, se colocará como “conselheiro”?
    Porra PSDB/PT/PMDB/PP, etc…..etc…deixaram o pais em frangalhos…
    Vem agora esse projeto de sem vergonha, genro do Angorá, filho de quem é, querer julgar a saída de um cara que não estava funcionando?!?!
    O Presidente está certo….entrou com uma missão, ficou fazendo “vidinha”? Foice….ainda coloca um PTista na diretoria? Poxa, o BNDEs precisando desinfetar e o cara puxa uma ratazana?
    Mereceu….
    E abram os olhos Socialistas Fabianos. Abram os olhos che guevaras do Leblon, a foice tá solta. Se escondam ou coloquem uma pescoceira de ferro, já que trabalho não é a virtude desse quadrilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *