Maia diz que visita de secretário de Trump a Roraima “afronta” a tradição da diplomacia brasileira

Mike Pompeo nas instalações do Posto de Identificação e Triagem da Operação Acolhida em Boa Vista — Foto: Juliana Dama/G1

Pompeo (ao centro) visita família venezuelana em Roraima

Gustavo Garcia
G1 — Brasília

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a visita do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, às instalações da Operação Acolhida em Roraima, na fronteira do Brasil com a Venezuela. Para o deputado, a presença de Pompeo no local às vésperas da eleição presidencial nos Estados Unidos não “condiz com a boa prática diplomática internacional” e afronta as políticas brasileiras externa e de defesa.

Durante a visita, Pompeo disse que os EUA vão “tirar” Nicolás Maduro da presidência da Venezuela.

MAIA ADVERTE – “A visita do secretário […], no momento em que faltam apenas 46 dias para a eleição presidencial norte-americana, não condiz com a boa prática diplomática internacional e afronta as tradições de autonomia e altivez de nossas políticas externa e de defesa”, disse Maia em nota.

O deputado acrescentou que, por ser presidente da Câmara, sentia-se na “obrigação” de destacar que a Constituição Federal prevê que o Brasil oriente suas relações internacionais pautado nos princípios de independência, da autodeterminação dos povos, da não-intervenção e da defesa da paz.

“O Barão do Rio Branco deixou-nos um legado de estabilidade em nossas fronteiras e de convívio pacífico e respeitoso com nossos vizinhos na América do Sul. Semelhante herança deve ser preservada com zelo e atenção, uma vez que constitui um dos pilares da soberania nacional e verdadeiro esteio de nossa política de defesa”, afirmou Rodrigo Maia no documento.

REUNIÃO COM VENEZUELANOS – Em Roraima, o secretário do governo Donald Trump se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para, segundo a embaixada norte-americana, discutir a imigração venezuelana. A reunião seria parte de uma agenda de encontros com lideranças latino-americanas.

Na capital Boa Vista, Pompeo provocou aglomeração durante visita ao Posto de Identificação e Triagem da Operação Acolhida. Ele também se encontrou com uma família de venezuelanos que vive em um local destinado a imigrantes.

A Operação Acolhida é uma força-tarefa humanitária que coordena abrigos e processos de interiorização de venezuelanos que entram no Brasil por Roraima. O trabalho é feito desde março de 2018 pelo Exército, agências da ONU, organizações não governamentais e pela Polícia Federal.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Como disse no governo Dilma o porta-voz do ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmor, “o Brasil, um gigante econômico e cultural, continua a ser um anão diplomático”. Como se vê, de 2014 para cá, a diplomacia brasileira chegou a um ponto que nem Rodrigo Maia consegue aceitar. (C.N.)

16 thoughts on “Maia diz que visita de secretário de Trump a Roraima “afronta” a tradição da diplomacia brasileira

  1. Os americanos são cruéis para com as nações que tentam livrar-se das multinacionais e/ou base militares deles. Não logrando êxito, esgotadas todas as manobras para enraizarem, os bandidos estadunidenses se retiram. Mas, antes, eles contaminam o solo e subsolo do país hospedeiro com materiais radioativos, venenos, bactérias etc.
    Outro tipo de sabotagem das abóboras do Tio Sam: se a empresas aqui for do setor automobilístico, ela passa a produzir veículos e, paripasso, deflagrar uma campanha sutil para destruir qualquer iniciativa nacional, de independência nesse segmento: se surgir uma empresa doméstica para produzir carro e/ou componentes, os gringos partem para comprá-la. Se for pensado qualquer programa que vá inibir a venda dos itens produzidos pela empresa ianque, logo será alvo de torpedeio. Um caso típico foi a campanha contra o projeto Calha-Norte: uma linha férrea dessa invergadura seria um desfalque enorme à indústria de automotores.
    Essas são táticas tão manjadas quanto o drible do Garrincha, ainda assim, os marcadores se deixavam enganar todas as vezes: Sempre que Empresas ou Tropas Estadunidenses são convidadas a baterem em retirada de um país, onde estão instalados, doenças estranhas começam a surgir e eliminar os moradores residentes na área desocupada pelos invasores indesejáveis!

    VEJA O EXEMPLO ABAIXO:

    O que os EUA fizeram com o Brasil, usando as areias radioativas de Guarapari – ES; o mesmo crime essa matriz do Neocolonialismo pode repetir na Base Aeroespacial de Alcântara – MA.
    Quem sabe se as bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki, não foram produzidas com matéria-prima made in Brazil?
    PRAIA da AREIA PRETA, a vez que os EUA EXPLORARAM O BRASIL:

    https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://m.youtube.com/watch%3Fv%3DKI5zSZ3xY8A&ved=2ahUKEwiU17XLxdfrAhXLIrkGHVFuAmkQwqsBMAB6BAgEEAM&usg=AOvVaw2lc3KyM6XKFQvYTQ1zCrez

    NO VIZINHO PERU

    Guerra suja’ da Chevron para encobrir ‘Chernobyl da Amazônia’

    https://br.sputniknews.com/americas/2020091916096528-guerra-suja-da-chevron-para-encobrir-chernobyl-d

    NA GUERRA DO IRAQUE
    Câncer como arma: a guerra radioativa de Poppy Bush contra o Iraque

    https://www.google.com/amp/s/revistaopera.com.br/2019/01/09/cancer-como-arma-a-guerra-radioativa-de-poppy-bush-contra-o-iraque/%3famp

    NA INTERVENÇÃO DA IUGOSLÁVIA

    Ademais, Atualmente, travando uma guerra nos moldes “convencionais”, os norteamericanos podem destruir uma nação, insidiosamente, e sem gerar grandes impactos na comunidade internacional. Mísseis antitanques, com núcleo de urânio empobrecido ou exaurido, ao se chocarem com seus alvos (tanque de guerra) disseminam partículas radioativas pelo ambiente, cenário da batalha. Vários militares italianos, servindo a ONU, na IUGOSLÁVIA foram acometidos de leucemia.
    https://istoe.com.br/41966_SINDROME+DOS+BALCAS/

  2. Realmente tenho que concordar que nem me lembro de um presidente da Câmara com uma visão tão competente dos fatos. Não só está percebendo a absoluta falta de protagonismo do executivo como tem a coragem de colocar o dedo na ferida.

  3. Que moral tem Maia para fazer. críticas quando está sentado em cima do que deve fazer e não faz porque está como rabo preso com muita gente que não presta.
    Deveria ficar calado para ser mais honesto a ficar tagalerando como alguém que não tem nada por fazer.
    Sabe que está na presidencia. da câmara porque houve interesse de muitos vagabundos eleitos e que agora estão tranquilos porque sabem que Maia não é de nada.
    um sujeito que ninca andou pelas ruas da cidade, não conhece o Rionde Janeiro e somente foi treinado como robô para gazer um papel sujo, e ainda não o faz bem.

  4. Maia é boneco de fantoche. É inacreditável como certas pessoas vêem bravura, patriotismo nesse sujeito vil. Bem lembrado, no RJ só conhece a zona sul. Foi robotizado pelo seu pai para ser o que é. Não sabe nada da realidade social brasileira. Receberia com tapete vermelho em Roraima caso fosse alguma alta autoridade do governo chinês.
    Ah! País. Esse cara tem nojo da democracia apesar de expressar essa palavra a exaustão.

  5. O barão do Rio Branco deve estar se virando no túmulo, como é que conseguimos nos abaixar tanto assim? O que aconteceu com a nossa diplomacia? Precisamos tanto assim agradar o demagogo midiático?

  6. sábado, 19 de setembro de 2020

    Noam Chomsky diz que o mundo está no momento mais perigoso da história humana !!!
    O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e ao crescente autoritarismo e a deterioração da democracia.

    http://issoeofim.blogspot.com/2020/09/noam-chomsky-diz-que-o-mundo-esta-no.html?m=1

  7. Boa noite , leitores (as):

    Senhores Gustavo Garcia ( G1 — Brasília ) , Carlos Newton e Marcelo Copelli , qual é realmente o contingente de Venezuelanos que entraram no Brasil , sob as mais diferentes desculpas , e quem garante que esse contingente estacionado no Brasil não estão esperando o sinal verde do Governo Brasileiro Jair Bolsonaro , para forçar um incidente Internacional contra a ” VENEZUELA ” e atacá-la á partir do Brasil c/ a participação norte-americana , uma vez já tem mais de 100 mil deles estacionados dentro das fronteiras Brasileiras ?
    Lembrete :
    O Presidente da República do Brasil Jair Bolsonaro é um fraco / covarde e facilmente manipulável , isso é público e notório .

    ,

  8. O Botafogo só precisava mostrar esse videio onde o Bozo mostra que é um escravo a favor dos interesses norte-americanos:

    AL GORE: “Estou preocupado com a Amazônia”

    MILICIANO: “Quero explorar os recursos da Amazônia com os EUA”

    AL GORE: ???? “Não entendi o que você quer dizer”

    As viagens q o CONDENADO fez foram pra isso: VENDER A AMAZÔNIA.

    https://twitter.com/GCasaroes/status/1297923397012389890

    E olha que o Al Gore é do Partido Democrata, que segundo essa cambada que hoje está no poder no Brasil diz que esse partido norte-americano é de esquerda!

    Bem, o Bozo mostra que para ele não importa se é Republicano ou Democrata quem está no poder nos States. O Bozo vai lamber as bolas do mesmo jeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *