Maior ameaça à democracia no Brasil é o aumento dos índices de desemprego

Resultado de imagem para desemprego charges

Charge do Bruno Galvão (Arquivo Google)

Flávio José Bortolotto

Muito boas as análises na Academia Brasileira de Letras sobre o mal-estar político brasileiro, causado pelos defeitos da democracia representativa e do capitalismo de mercados. Todo o mundo sente esse problema, mas os países pobres (renda per capita US$ 4.000), e países emergentes como o Brasil (renda per capita US$ 12.000) sentem mais ainda.

O capitalismo, de longe o sistema mais produtivo, tem dois defeitos – distribui mal a grande renda gerada e não garante pleno emprego, pelo contrário, em épocas de crise como agora admite altíssimos desemprego e subemprego.

EM ELEIÇÃO – É a democracia representativa então que, via urna, deve mitigar esses defeitos (má distribuição da renda e desemprego), adotando políticas de “welfare state” keynesianas. Ocorre que os governos passados no Brasil, para ganhar eleições, fizeram o diabo, quase sempre gastaram mais do que arrecadaram, endividaram-se até o limite superior, elevaram o gasto do Estado em até 45% do PIB, com isso asfixiando a iniciativa privada, o verdadeiro motor do crescimento econômico.

Agora, por mais que habilmente sejam manejados os pedais e as alavancas da economia, via urna, tudo responde devagar.

Mas toda problemática tem sua solucionática, como dizia o atacante Dario. O Brasil, com certas reformas e incentivo à reIndustrialização, tem potencial para superar o desemprego. As medidas todas tem que ser no sentido de fomentar a produção.

ESTRAGO MAIOR – Os governos autoritários têm a facilidade de implementar reformas políticas e econômicas rapidamente, mas quando erram o rumo de transformar o país para melhor, o estrago é muito maior.

A nosso ver, o que ameaça mesmo a democracia ė alto desemprego crescente. Quando o desemprego real chega a 40%, 50%, a solução é fascismo ou comunismo, por mais desatualizados que estejam Marx e Engels.

41 thoughts on “Maior ameaça à democracia no Brasil é o aumento dos índices de desemprego

  1. Bom Dia Sr. Bortolotto,

    Nesse artigo o senhor toca em um problema crítico para o futuro do Brasil.

    Em todas as análises políticas e econômicas que tenho lido e assistido na internet há meses, independentemente de posições partidárias ou ideológicas, existe um consenso de que nenhum governo consiguirá reverter a situação de desemprego e desalento em que vive o povo brasileiro, inclusive por questões orçamentárias.

    Essas avaliações são publicadas desde Rui Costa Pimenta, do PCO, em suas análises políticas semanais no Youtube, até expectativas do mercado em artigos do jornal Valor Economico, que no Brasil é porta-voz do mundo corporativo.

    Pergunta-se: como reverter a situação de desemprego se não há investimento público nem privado?

    Só se investe quando há incentivo ao investimento, baseado em expectativas de retorno.

    Fora disso, o que existe é especulação financeira e predomínio absoluto do rentismo sobre tudo.

    A sua conclusão é bastante sombria, mas pode ser a realidade em que viveremos nos próximos anos.

    • Prezado Sr. Luis Hipólito Borges,
      A nosso ver o senhor da demasiado valor a Contabilidade Nacional, que e ruim no momento e menos ao enorme potencial dos 220 Milhões de Brasileiros, onde tem “muita Gente boa”, e o maior Fator de Produção e o Ser Humano.
      O Brasil ainda não é uma Economia madura capaz de absorver enormes Investimentos.
      Abrs.

    • Nos estados unidos, país capitalista por excelência, o emprego está bombando. Casas de 4 quartos em Santa Clara, CA, custam cerca de 9 milhões de reais e vendem na mesma semana que entram no mercado. Nas portas das casa predominam as marcas BMWs,Teslas, Porsches, Lexus e Mercedes. E os moradores são simplesmentes técnicos competentes e em grande demanda.
      No comunismo da união soviética as fábricas eram dirigidas pelos Boulos do partido comunista e deu no que deu: quebrou!
      Veja essa manchete sobre o GDP americano: Second-quarter GDP jumps 4.1% for best pace in nearly four years.

  2. 1) Excelente artigo do meu professor de Economia.

    2) Outro dia comentei aqui, a tendência dos desempregados é votar na oposição aos governos federal, estaduais e municipais.

    3) Percebendo isso, as grandes mídias e institutos de pesquisas fazem malabarismos nas pesquisas, manipulando dados e interpretações para que permaneçam os mesmos nomes, antiquíssimos e não se mude nada, dos dois lados…

  3. Muito lógica essa argumentação. Por isso, nos países totalitários, o desemprego é grande. E o próprio desemprego realimenta o totalitarismo e o socialismo, donde se conclui que, nestes, o desemprego é proposital.

  4. Se for feita uma pesquisa que mostre os humores e as expectativas dos brasileiros, ninguém vai querer que o próximo governante seja a continuidade do Governo atual, que seja identificado com um governante que tem 97% de rejeição.

    Portanto, todas as pesquisas de todos os institutos, por mais manipuladas que possam ser, consolidaram as candidaturas de Lula – mesmo que inelegível – e Jair Bolsonaro.

    A esperança de reversão dessa tendência está na propaganda eleitoral no rádio e televisão a ser veiculada a partir de 31 de agosto.

    Mas o problema é que existe um desgaste extremo da política e da mídia em geral. Talvez as pessoas desliguem seus aparelhos nesse horário.

    O último parágrafo revela claramente o futuro que teremos em caso de aprofundamento da crise atual, onde nenhuma candidatura representa alternativa real à política ultraliberal implantada pelo governo atual.

    • Prezado Sr Cidadão Brasileiro,
      Tínhamos uma Política com viés Nacional-Desenvolvimentista com os Governos do PT-BaseAliada, mas por excesso de mal-feitos e má Administração, inviabilizaram a continuação do Modelo. A Oposição que assumiu o Governo segue uma Política de viés Liberal-Intetnacionalista, (Neo-Liberal) cujas Reformas o Povo refuga.
      Concordo que a tendência é ganhar quem se opõe a Política Neo-Liberal.
      E qual das duas Políticas ė a mais Produtiva para o Brasil?
      A nosso ver , é a Visão LACERDISTA, Nacional-Desenvolvimentista PRIVATISTA, sem mal-feitos e bem Administrada.
      Abrs.

  5. O desemprego foi a solução que o governo atual achou para controlar a inflação. Meirelles é um excelente economista, mas os gráficos não metem e ele demorou com o início da queda dos juros. Isto poderia ter melhorado o nível de emprego.

    • Prezado Sr. Antônio,
      Concordo, mas com a ressalva que o Desemprego atingiu o pico ainda com a Presidenta DILMA, e por isso ela caiu.
      A nosso ver e duvidoso se o Min. MEIRELLES que a nosso ver é o melhor Administrador Privado ou Público do Brasil, se ele tivesse reduzido o Juro Básico mais rápido e intensamente, que a Inflação não subisse. Acho que ali não tinha muita margem de manobra. O Desemprego sim seria um pouco menor.
      Abrs.

  6. Prezado Sr. José Pereira Filho,
    A Presidenta DILMA seguindo uma Política Nacional-Desenvolvimentista herdada do Presid. LULA, depois de 2anos de profunda Recessão ( 1914 e 1915, quase 10 pc de redução do PIB, com o Min. LEVI tentou consertar com uma Política Neo-Liberal com o freio de mão puxado, e deu em Impeachment.
    Abrs.

  7. Os senhores falam do desemprego da economia formal, porque o da informalidade vai a todo vapor.

    Aqui em Niterói, as lojas que vendem artigos para produção informal, estão sempre cheias. Tem uma, que vende artigos para confeiteros, que tem um volume de vendas assustador.

    São Gonçalo, que é considerado o município mais pobre do RJ, a informalidade campeia. A polícia desbaratou uma GatoNet, que tinha 25 mil assinantes a $10,00. Visitem Alcântara, para se saber o que é informalidade.

    Um amigo meu, precisou fazer um balcão de aço inox. Os preços variavam de 8 a 12 mil reais. Pois bem, ele conseguiu fazer este balcão em S. Gonçalo por 4.500 reais.

    Para se aplicar teorias econômicas, primeiro tem que se organizar o Brasil. Só conheci um homem com esta capacidade : Carlos Lacerda.

    • Prezado Sr. Elmir Bello,
      A informalidade funciona como uma válvula de alívio do Desemprego.
      É sintoma que a Economia Formal está asfixiada. Exige Reformas.
      A nosso ver o Governo. CARLOS LACERDA , até pelo Governo que fez na Guanabara, seria o Político para levar nossa Economia para o lado certo, Nacional-Desenvolvimentista Privatista, sem xenofobia ao Capital Internacional, mas preferência ao Capital Brasileiro. O erro do grande Presidente VARGAS e da Revolucao Civil-Militar 64, especialmente o Presidente. GEISEL, que não conseguiu fazer a Bomba Atômica, e com isso nos dar plena Soberania, o grande erro deles foi o excessivo ESTATISMO, que depois ensejaram mal-feitos mil.

  8. O Brasil é um país socialista desde Getúlio em 35 (social-fascista) e socialismo e policialismo são inseparáveis. Baseado em falsas-moral, o socialismo criminaliza tudo e todos que não se adaptam a ele, principalmente na área econômica, engessando-a com regulamentos excessivos, impostos absurdos, etc,etc,etc.
    Essa é a principal causa do nosso desemprego.
    Enquanto o país não se abrir para a economia mundial e para a pequena e a média empresa, geralmente brasileiras e são as que mais empregam, a coisa vai piorar.

    PS. O PIB da Califórnia é praticamente o mesmo do Brasil.
    A Califórnia é apenas um estado de um país em que a atividade produtiva é bem liberal, principalmente para pequenas,médias e grandes empresas, sem preconceito de nacionalidade quanto aos seus donos.

  9. A maior ameaça a democracia do Brasil, é o nosso próprio povo. Pois, foi divulgado que 75% dos políticos em Brasília conseguiram se reeleger. Com tantas desgraças que este bando de incompetentes vêm realizando há décadas, nosso povo continua votando no mesmo bando de me……

    • Prezado Sr. Mário Jr,
      Eu entendo o que o senhor quer dizer com : O Brasil é um País Socialista desde 1930.
      E tens razão em muita coisa, mas foi assim que o grande Presidente. VARGAS nos industrializou baseados no carvão, aço, petróleo. O que aconteceu é que axageraram no ESTATISMO e proteção ao Mercado Interno.
      Mas se cairmos num Liberalismo Internacionalista é bem pior, voltaremos a ser uma grande roça como éramos.
      Abrs

    • Prezado Sr. Jorge,

      A nosso ver o Povo Brasileiro que é bom e trabalhador em sua maioria, não ė o maior culpado dessas reeleições dos mesmos, porque nosso Sistema Político (eleições Proporcionais), induzem, facilitam muito isto.
      Tivéssemos o Sistema de Eleições Distritais Puras, isso seria muito mais difícil de acontecer.
      Abrs.

      • Obrigado pela sua explicação, mas ela não me convenceu. Me pareceu mais uma convicção do que mostra a realidade econômica de muitos países hoje.
        De qualquer jeito , nada escapa a essa realidade e o Paraguai está aí para não nos deixar mentir, recebendo muitos empresários brasileiros de braços abertos, devido a regulamentos compatíveis com ela.

    • Prezado Sr. Victor Marins,

      O que temos no Brasil é um Sistema de Democracia Representativa muito ruim, (Presidência de Coalizão c a Base Aliada, grande exagero de Partidos Políticos todos sustentados c Dinheiro Público, Eleições Proporcionais em vez de Distritais Puras, impossibilidade de Cándidatos Independentes, etc, etc.
      Na verdade a Democracia ė ideal para Povos Ricos. Aparentemente, para sair de Pobreza e chegar a Riqueza em uma Geração (+- 30 anos), ė mais eficiente um Regime Autoritário. Mas daí, ganhamos em eficiência Econômica e perdemos a tão doce Liberdade.
      Abrs.

  10. Mestre Bortolotto,

    Nosso Calcanhar de Aquiles e já exposto, chama-se desemprego.

    NADA a ser feito dará certo se antes o novo governo não apresentar medidas que amenizem imediatamente os milhões de desesperados por um trabalho!

    E disseste uma verdade absoluta, estocástica, apodítica:
    Caso aumentar esses índices, o país estará aberto ao fascismo ou ao comunismo.
    Em outras palavras:
    Uma ditadura de direita ou de esquerda.

    E não estou vendo por parte dos candidatos ao Planalto, um plano que atinja o desemprego de forma contundente.
    Todos, indistintamente, falam em medidas que DECORRERIAM do mercado para que a oferta de trabalho aumente, o que seria um erro crasso!

    O desesperado não tem como esperar mais;
    Famílias inteiras à mercê da fome, da humilhação, sem dinheiro;
    Pessoas de bem tendo sérios problemas emocionais porque sem trabalho;
    A depressão no povo aumenta;
    A miséria se instala de forma inevitável.

    Logo, aguardar que o mercado reaja ao novo presidente é pedir demais aos necessitados, um sacrifício impossível de ser feito.

    Belo e verdadeiro artigo, mestre.

    Um abração.
    Saúde e paz.

    • Prezado Sr. Francisco Bendl,

      O senhor que viveu in loco aquela fase otimista da construção de Brasília, o dinamismo do Presidente Juscelino Kubitschek, a quem perdoamos tudo, tudo, porque fez Desenvolvimento c pleno Emprego, quando tínhamos bem menos Capital e especialmente Recursos Humanos do que hoje, não podemos duvidar de que boa solução para o Desemprego vira no próximo Governo, que começa em 2019.
      Sr. Bendl, solução, os problemas tem. Vamos superar mais essa.
      Abrs.

  11. É bom não esquecer que o maior emigrante do mundo chama-se capital e ele só se instala em países que o favorecem. Com isso cria-se empregos neles.
    O capital não tem pátria.
    De maneiras que, se um país exigir demais dele, existirão centenas que oferecerão vantagens e o conquistará.
    Enfim, a concorrência mundial pelo capital é grande e o país que quiser empregar pessoas terá que tratá-lo muito bem.

    É pegar ou largar.

    O Brasil sempre esteve na contra-mão do mundo real, daí 27 milhões de desempregados.

    PS. Quanto a voltar a ser uma roça, o Brasil já a é e, é ela, com o agronegócio, que carrega o país nas costas.
    Viva a roça.

    • Sei disso. E também o regulamento jurídico na área econômica é bem diferente: Liberdade para investir, garantia jurídica, impostos pequenos (Trump reduziu para 20%), leis trabalhistas não existem. Enfim, é outro mundo, bem ao contrário do Brasil e que levou aquele país o que é hoje, o maior do mundo.

      Paulo Guedes, pelo que já demonstrou, vai tentar fazer o Brasil sair da contra-mão da economia mundial . Se conseguir alguma coisa já vai ser uma revolução.

  12. Prezado Sr. André BR,

    O senhor que nos acompanha aí da Inglaterra, um dos Países mais Civilizados do Mundo, deve saber que o Cap. Bolsonaro (PSL) representa ou quer representar o Anti-PT, o Anti-Lula, e em debates será questionado sobre sua opinião com relação as Reformas Economicas, e perante o Povo a demagogia do PT leva enorme vantagem. Então talvez seja melhor não participar de certos Debates
    Abrs.

    • Quero agradecer de coração a Todos que me honraram com Comentarios. Se Alguém mais Comentar, já fica incluído nos agradecimentos.

      Não vamos esquecer de pagar pequena Mensalidade de R$ 20 para ajudar a manter o bom TI onLine

      CEF-Lotericas
      Ag.0211
      CC. 323-4

      Banco Itaú
      Ag. 6136
      CC. 12318-6

      Muito Obrigado.

    • Discordo do senhor. A carapuça Anti-PT, o Anti-Lula não serve.
      O PT nada tem a ver com o recolhimento do candidato perante todos os outros concorrentes que se farão presentes.

      Trata única exclusivamente do temor de expor-se em cadeia nacional, em plena hora da verdade, quando todos os candidatos expõem seus planos de governo, uma vez que ele, como candidato, não tem mais o que falar!
      Ficou claro que o Cap. não tem mais argumentos que sustentem sua candidatura além da meia dúzia de frases prontas que repetiu em todos os debates e entrevistas que participou (inclusive escritas na palma da mão para lembrar).

      Fugindo da raia! Demonstra total incompetência intelectual para o cargo de Presidente da Republica.

      Tal fato acarreta perda de votos
      Tal fato escancara sua incompetência,
      Tal fato desmascara seu papel de figura da vez, um bola murcha sem nexo, sem noção, incapaz de dialogar com os concorrentes, falta-lhe argumentos que sustentem a sua candidatura ao cargo que almeja.
      Portanto, uma farsa!
      O Cap. Bolsonaldo (PSL) é uma farsa.

      Não precisamos de um anti-PT, muito menos de um Anti-Lula! Lula já está na cadeia!
      Precisamos escolher um Presidente.
      Falta grave se omitir perante a opinião publica. Um vexame.

      O candidato vai se omitir para nao vomitar mais das asneiras verborrágicas que profere SEMPRE que abre a boca…

      Se parcela do povo tem a intenção de votar no candidato, que o mesmo faça valer esses votos demonstrando retidão de caráter, dignidade e honradez perante seus eleitores…

      Bozolnaldio esta se borrando de medo, pedindo fralda, não aguenta simples debates televisivos. Imagine governar este Brasil….

      Vai se esconder para impedir a perda de mais votos? Isso se chama engodo, engano, cilada, embuste, armadilha, manobra, trapaça, emboscada, etc…
      Trivial para um reles Cap. metido a celebridade….

  13. Quero agradecer de coração a Todos que me honraram com Comentarios. Se Alguém mais Comentar, já fica incluído nos agradecimentos.

    Não vamos esquecer de pagar pequena Mensalidade de R$ 20 para ajudar a manter o bom TI onLine

    CEF-Lotericas
    Ag.0211
    CC. 323-4

    Banco Itaú
    Ag. 6136
    CC. 12318-6

    Muito Obrigado.

  14. ECONOMIA POPULAR: “O mercado não tem sido capaz. Os feirões que a Serasa faz, que o SPC faz, faz individualmente. Então, o resultado é muito pequeno”, disse o economista. Benevides aponta que o valor médio das dívidas das pessoas inadimplentes é de R$ 4 mil, e usou o número como exemplo para explicar a proposta. “Vamos supor que seja 30% esse valor (negociado de desconto), que é a média que eu tenho visto nos feirões, isso sai para R$ 1,2 mil. Ele (o consumidor) pega essa carta e vai lá no Banco do Brasil, na Caixa Econômica, no BNB, pega um crédito em três meses e mais 33 meses, são 36 meses. Aí, portanto, liquida a sua dívida. No entanto, ele sai de uma dívida de cartão de crédito de 400% ao ano e vem para uma operação de crédito, primeiro não de R$ 4 mil, mas de R$ 1,2 mil, e em vez de ser 400% de taxa de juros, vai ser de por exemplo 10 ou 12% ao ano. Portanto os bancos vão ganhar dinheiro. Os bancos não vão perder dinheiro. Estamos falando, para irrigar a economia, de R$ 70 bilhões recebidos de uma vez, agregado ao consumo dessas pessoas”, afirmou. https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2018/noticia/2018/08/22/economista-do-pdt-mauro-benevides-defende-politica-para-reduzir-inadimplencia.ghtml

  15. Vi esta entrevista de Benevides na Globo News.

    Volto a bater na mesma tecla:
    O assessor de economia do PDT só não disse como que este empréstimo que o inadimplente fará nos bancos citados, de que forma pretende pagar, SE ESTÁ DESEMPREGADO??!!

    Se anteriormente ele já devia para dois ou três credores, agora será mais um, pois não terá como saldar esta dívida porque sem salário algum.

    Reitero que esta não é a medida que causaria impacto no desempregado.

    Ciro precisava apresentar um plano de imediata recuperação do emprego, que seria a ocupação dos quase 30 milhões de cidadãos desesperados.

    Diante da tua aproximação com Ciro, Stédile, e eu que não sou inimigo de candidato algum, leva para ex-ministro a minha ideia, que não é minha, assim, mas não vi nada igual até hoje na mídia nacional:

    Ciro precisa copiar o New Deal!

    Roosevelt salvou uma população maior do que esta nossa de desempregados quando, na Grande Depressão, após a quebra da Bolsa em 1,929, juntou os tostões que havia em caixa do governo e tratou de rasgar os Estados Unidos de ferrovias, rodovias, túneis, viadutos, pontes, elevadas e metrôs!

    Em dois anos ele havia tirado do desemprego dois terços dos desesperados.

    Ciro, que não terá dinheiro em caixa, e não estamos em depressão econômica como naquela época, que abra as licitações até mesmo para empresas internacionais, e proponha aos vencedores o pagamento mediante uso do trecho obtido durante 40/50 anos!

    Duvido que os chineses não virão para o país com a sua tecnologia sobre tais construções.

    E, com um detalhe fundamental, e constando no contrato:
    Até o segundo nível da direção da empresa, SOMENTE FUNCIONÁRIOS BRASILEIROS, máquinas, caminhões, empregados, engenheiros, agrimensores … com exceção dos diretores da companhia vencedora!

    DUVIDO que, em dois anos, não acabe o desemprego, providência muito mais útil e saneadora que esta ginástica de SPC e Serasa!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *