Mais Piada do Ano: Ministro afirma que a situação nos presídios está sob controle

Resultado de imagem para alexandre de moraes

Ministro da Justiça parece que não tem nada na cabeça

Carolina Alencastro e Eduardo Barretto
O Globo

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse nesta sexta-feira que a situação dos presídios não está fora de controle. Depois de passar duas horas detalhando o Plano Nacional de Segurança, ele ainda não tinha comentado a chacina no presídio de Roraima, ocorrida na madrugada de hoje. Ao fim da apresentação, quando perguntado sobre o tema, disse que se trata de “outra situação difícil” e que Roraima já tinha contado com rebeliões no ano passado. Segundo ele, aparentemente não é uma retaliação do PCC às mortes de membros da facção no massacre ocorrido há seis dias no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus. Morais vai ainda hoje para Roraima.

— A situação não saiu do controle. É outra situação difícil. Roraima já havia tido problemas anteriormente. Tivemos 18 mortos no ano passado em Roraima. A questão do fato de termos rebelião ou termos mortes talvez tenha sido o grande problema: a cada problema você cuida do problema e larga a questão sequencial. Temos que atuar nas duas frentes — disse.

O ministro afirmou que conversou com a governadora de Roraima e as informações iniciais são que a chacina não ocorreu por vingança e sim por um acerto de contas entre presos da própria penitenciária Agrícola de Monte Cristo.

SEM MÁGICA – Ao detalhar nesta sexta-feira o Plano Nacional de Segurança, o ministro disse que o problema do sistema penitenciário no Brasil não vem de hoje e que não será resolvido num passe de mágica. Mas diferentemente do presidente Michel Temer, que classificou o massacre em Manaus de “acidente pavoroso”, Moraes chamou a matança que deixou 56 corpos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim de “barbárie”.

“O sistema penitenciário não é ruim de agora. E não se resolve num passe de mágica” — disse.

Ele voltou a dizer que no Brasil se prende muito e se prende mal, e defendeu que quem “mereça” fique mais tempo na prisão, enquanto que medidas mais brandas sejam disponibilizadas para os que praticaram crimes brandos, como por exemplo as mulheres usadas por maridos e filhos presos para levar drogas aos presídios. Ele citou que o crime que mais amedronta a sociedade é o roubo a mão armada e advogou que esse bandido deveria cumprir no mínimo metade da pena na cadeia.

PRENDER COM QUALIDADE – “Por que não deixar mais tempo quem merece e tirar quem não precisa estar? É prender com qualidade. Não é um concurso para ver quem prende mais” — disse, completando em seguida: “A gente continua com a lógica burra de oferecer soldados e soldadas ao crime organizado”.

Ele afirmou que nos próximos seis meses serão informatizados todos os dados sobre os presídios, as informações pessoais dos presos e os processos criminais deles para que a partir desses dados seja feita a separação dos detentos por periculosidade e até a concessão de benefícios como o indulto do Natal. “Vamos tentar algo diferente, vamos ousar” — pregou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A disputa é acirrada. Em apenas seis dias, as inscrições para o concurso Piada do Ano se avolumam, todas as autoridades fazem questão de concorrer.  E o ministro da Justiça entra para valer na competição, obedecendo à máxima do Barão de Coubertin, o pai das Olimpíadas na Era Moderna – “o importante é competir, e que ganhe o melhor”. (C.N.).

28 thoughts on “Mais Piada do Ano: Ministro afirma que a situação nos presídios está sob controle

  1. Não dá para importar, por tempo determinado, alguns administradores americanos só para consertar essa porcaria de governo? Não dá mais para superar tanta incompetência. Tivemos um burro corrupto, uma grosseira abilolada, e agora um governo de diplomados inábeis.

  2. Ministro Alexandre voltou a dizer que “no Brasil se prende muito e se prende mal”…

    Boa justificativa para aumentar a qualidade!
    R$ Bilhões para prender muito e prender bem!
    E lucrar mais que 30%… melhor ainda!
    Ale César!

    Esses bilhões, se usados na educação, trariam um prejuízo enorme para a pasta do autoridade…

    Esse ministro merece todos os bordões do Ibrahim Sued:

    – “Ademã que eu vou em frente” , tá tudo sob controle!

    – “Os cães ladram e a caravana passa”, certo patrão!?

    – “Sorry periferia”

    – “De leve” ….

    No Brasil, Funcionários publicos desse quilate, mereciam um aumento!
    Aumento de consciência…

    Uma temporada na Papuda, com apresentação de pau-de-arara, pelado, molhado, ouvindo um som bem alto do Joelho de Porco, e punk rock, 24 horas ininterruptas….
    Quem sabe compreenderia, que somos todos iguais, sejamos engravatados, religiosos enclausurados, rappers, serial killers, soldados, petistas, palhacos, etc…
    Nao importa, nascemos todos iguais, com as mesmas ferramentas, mas o meio no qual vivemos, e a energia de cada um em cada lugar (que explica o porque de haver mendigo na sarjeta e gente feliz na cobertura do ape num mesmo lugar) é que vai definir os caminhos.

    Quantos dos dilacerados nessas barbáries recentes dariam um ministro da justica melhor que o atual, tivessem eles tido as mesmas oportunidades que o careca?

    Uma coisa vale pra todos, no que tange fator social, gestores públicos abestalhados só constróem o caos…

    “DURA LEX, SED LEX” e “Ademã que eu vamos em frente” com estes palermas no comando do ULTRAJE a rigor, vulgo Brasil…

    • Amigo Fábio Vale,

      É sempre a mesma coisa. No início de janeiro, logo após anunciarmos os ganhadores da Piada do Ano, novas inscrições começam a ser feitas, todo mundo quer ganhar o troféu. Em 2016, os vitoriosos foram Lula da Silva (“Não há alma viva mais honesta que eu”; Jorge Picciani (“Cabral vai provar sua inocência”) e Grace Mendonça (“Não achei um HD externo para processar os corruptos”). O ex-deputado Eduardo Cunha, que concorreu com grande número de piadas (“Não tenho conta no exterior”, “Moro não pode me prender” etc.), ficou decepcionado com sua derrota e já começa a fazer novas inscrições para o concurso de 2017.
      Sem dúvida, Cunha é sempre um forte concorrente.
      Abs,

      C.N.

  3. A se fosse a Janete presidenta, este ministro já estava na rua pela pressão da imprensa. Mas, como é ministro do Laranjão Temer fica como está. Estado pede ajuda, ele nega, massacre, ele permanece. Jucá sai por escandalo e depois volta. Quadrilha já indiciado por grilhagem e outros crimes é apenas o chefe da pasta mais importante do país. Lamentável para onde está indo este lamaçal que se tornou o Brasil

  4. Os Poderes ficam com medo de falar que não estão dando conta para evitar uma entrada dos Militares no comando do pais. Por outro lado os Militares não estão nada afim de pegar essa batata e fingem acreditar. No meio dessa tiroteio fica o povo, cego.

  5. Olha, um Comandante já disse que “as instituições estão funcionando …” agora um Ministro Chefe do Judiciário fala que “a situação nos presídios está sob contrôle”. Afinal a quem esses vermes querem enganar? O povo não é burro, aguardem …

  6. Não tem nada funcionando neste país que não esteja na mão de bandidos. Ou as Forças Armadas e o povo tomam providências ou não sobrará nada deste país. O preso na Amazônia custando mais três vez o que custa em São Paulo. Pobre São Paulo, trabalhando para manter a corrupção no Norte e Nordeste. Congresso dominado por nordestinos e nortistas. O Congresso não representa o país, como pode SP ter o mesmo número de senadores de Roraima, Acre, Amazonia, Pará, etc.

  7. Nesse nosso país, PIADA DO ANO é coisa fora de propósito.
    Devemos criar é a PIADA DO DIA.
    Aceite a sugestão, meu caro Carlos Newton.
    Parabéns pela dinâmica condução deste espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *