Mais três na disputa presidencial

Resultado de imagem para sucessão presidencial charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Carlos Chagas

Começa a germinar uma nova leva de candidatos a candidato para 2018, mais uma evidência de inexistir alguém ocupando a pole-position. Amplia-se o plantel das especulações, até agora circunscrito a Aécio Neves, Geraldo Alckmim, José Serra, Ciro Gomes, Marina Silva, Ronaldo Caiado, Jair Bolsonaro, Roberto Freire, Alvaro Dias, Lula e outros menos lembrados.

Acabam de entrar na lista das especulações fugidias Rodrigo Maia, Moreira Franco e Carmem Lúcia, hipóteses geradas pelos acontecimentos mais recentes e, como as demais, simples exercícios pálidos e especulativos. Mas destacam-se na rearrumação das hipóteses geradas pela ambição, o acaso e a falta do que fazer.

Rodrigo Maia destacou-se quando Eduardo Cunha mergulhou nas profundezas. Elegeu-se para seis meses de insignificante presença na presidência da Câmara, mas ocupou a vice-presidência de fato da República, acoplando-se ao projeto de reformas de Michel Temer e atropelando a Constituição. Durante os próximos dois anos, tentará dividir com o atual presidente a liderança de mudanças estruturais e conjunturais, contando com o apoio sempre maior da bancada governista. Caso não cometa erros fundamentais, está no páreo.

Moreira Franco entra na equação como possível alternativa para o PMDB, até hoje marginalizado pela decisão anunciada mas não confirmada de Michel Temer abrir mão de disputar a reeleição. Elevado à condição de ministro detentor do poder palaciano, tendo alijado a influência do chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o ex-governador do Rio precisará enfrentar a lista da Odebrecht, como tanto outros, mas resume-se hoje na opção do maior partido nacional. Evolui como o gato ancorá batizado por Leonel Brizola, cauteloso e macio.

Por último, uma estrela que vem de outro firmamento, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmem Lúcia. Fica evidente sua disposição de ocupar espaços além do Judiciário.

Em suma, ampliou-se o quadro das hipóteses remotas, capaz de mudar ainda muitas vezes, e, para concluir, sem entusiasmar ninguém…

 

6 thoughts on “Mais três na disputa presidencial

    • Dona Iara, o Mamador da TEtas Públicas. da Lei Rounati$ outras Leis, Doria-na disse que vai cumprir o Mandato de 4 anos de Prefeito, sem REELEIÇÂO., segundo ele, não é político e sim um gestor.

  1. Vai ser mais um daqueles filmes de terror para 2018
    O famoso fascistinha que quer matar todo mundo, menos o irmão que tava roubando a Assembléia de São Paulo, o Ratão-Lambão BoçalNaro, não conseguir se eleger para a Casa de Bandidos do Congresso.
    Ficou em último lugar com apenas 4 votos……

    Um Show de horrores para ano que vem

  2. Chagas, você conhece mesmo Moreira Franco? Se o povo escolher Moreira Franco para presidente será a maior demoralização de um país em todo o mundo. Moreira prefeito de Niteroi deixou a cidade arrasada para disputar a eleição para governador em 1982. Como candidato engendrou com coroneis do SNI o tal “Golpe da Procunsult usando o “Diferencial Delta”. Brizola invadiu apuração vendo os dois coroneis do SNI sairem às pressas. Convocou a Imprensa Internacional denunciando o golpe dizendo: Estou eleito: Só a fraude me tirará a vitória. Nas próximas eleições em 1986 Moreira ganhou. O mais importante que fez nos primeiros mêses foi receber os “Capos de TutTi Capo”, Anizio Abraão Davi ( o Anizio da Beija-Flôr) e o torturador Capitão Guimarães.,no palácio Laranjeiras. A impreNsa registrou tudo e ” jogo comeu solto”. Os dois bandidões ainda estão vivos. Veja a sofreguidão do governo em legalizar o jogo. Vai legalizar o jogo pela InternEt. Acho que você esqueceu este pequeno retrato de Moreira. Como dizia Brizola: gato angorá,que se enrosca nas pernas da esquerda e dorme no colo da direita. Acho que é ironia..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *