Mais um crime financeiro de Ricardo Teixeira na CBF

Desde 1994, vem sendo “flagrado” pela Receita, mas não perde o conjunto de mordomias chamado de CBF. Nesse citado 1994, o Brasil campeão, Teixeira trouxe equipamento valioso e volumoso no avião especial. Era tudo para a boate que possuía. Foi executado, levou anos, condenadíssimo.

Mas tarde, fizeram uma CPI na Câmara para investigar suas tramóias, desculpem a palavra. Foi enquadrado em 6 ou 7 CRIMES FINANCEIROS. Fiquei impressionado com a subserviência, embora esse seja sempre o comportamento dos corruptos.

Era acusado pelos deputados que pediam “documentos para confirmar o que dizia”, repetia: “vou mandar, excelência, vou mandar, excelência”. Isso quase chorando. Se livrou de tudo, é o Berlusconi da corrupção brasileira.

***

PS – Agora, a “Folha”, num furo espetacular, mostra mais uma condenação de Ricardo Teixeira, se escondendo atrás da CBF. Multado em 3 milhões por SONEGAÇÃO de imposto de renda.

PS2 – Já havia sido indiciado por SONEGAÇÃO ao enviar recursos ILEGAIS para o exterior. Além de lavagem de dinheiro e outros crimes. Está há 20 anos (na verdade, 21) presidindo a CBF. Ficará 40.

PS3 – Como acabou de completar 62 anos, vai ficar no mínimo até os 80. Corruptíssimo e “dono” absoluto da PAIXÃO NACIONAL que é o futebol.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *