Mais uma vez, a revista Veja se afasta do jornalismo e se dedica a intrigas e fofocas

Imagem analisada visualmente

Tirinha do Alexandre Beck (Arquivo Google)

Vicente Limongi Netto

“Veja”, revistinha ordinria e editada por velhacos, que o inesquecvel Helio Fernandes chamava de “a sujssima Veja, volta a jogar as patas imundas no senador Collor de Mello (PROS-AL). Agora, em dois momentos, em suas pginas enlameadas de sordidez e bom jornalismo de araque. Primeiro, a pretexto de incensar o desprezvel Arnaldo Jabor, acusa o ex-presidente de descaso com a cultura.

Motivo: na chefia da nao, Collor teve a coragem de acabar com as mamatas na Embrafilme. Deixou relinchando a corja de manjados aproveitadores fantasiados de cineastas, que sugavam os recursos pblicos.

APOIO CULTURA – A trfega revistinha esquece que a Lei Rouanet, inspirada no ento Secretrio da Cultura, acadmico Srgio Rouanet, criada exatamente para tolher os picaretas e incentivar a legtima cultura, foi assinada no governo Collor.

E a segunda patifaria contra o ex-presidente nesta edio de Veja surgiu na desacreditada e enxovalhada coluneta da outrora badalada diva da poltica Dora Kramer, veterana colecionadora de dios, recalques e rancores.

INOCENTE DUAS VEZES Ao contrrio de Lula, que cumpriu pena e agora passou a se dizer “inocentado”, mas todos os dez magistrados de trs instncias que o julgaram foram unnimes em conden-lo, o ex-presidente Collor realmente foi declarado inocente pelo Supremo, em dois julgamentos que desfizeram todas as acusaes de corrupo apresentadas por seus levianos detratores.

O ento presidente foi arrancado do cargo por jogo covarde orquestrado por adversrios polticos que derrotou na disputa presidencial. Hoje, como senador, Collor permanece trabalhando pela coletividade. Com o habitual esprito pblico. Para desapontamento dos decados patrulheiros de planto.

NOTA DE LOUVOR – Gesto valoroso, digno e exemplar de servidores do Senado Federal: atravs da Liga do Bem, que hoje congrega tambm voluntrios entre os moradores de Braslia, arrecadaram perto de 35 toneladas de doaes para as famlias atingidas pelas enchentes em Petrpolis.

Os mantimentos e objetos doados foram enviados Regio Serrana em uma carreta, obtida pelos voluntrios da Liga do Bem. O material coletado ser entregue no Museu do Artesanato de Petrpolis.

De l vai para o Centro de Direitos Humanos para ser distribudo. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, exaltou a marcante iniciativa.

VOLTA DE GANSO – Craque no desaprende. o caso de Paulo Henrique Ganso. Comeou jogando no Fluminense, pela primeira vez nesta temporada, contra o Volta Redonda, pelo campeonato carioca, e mostrou a categoria e a lucidez habituais. O torcedor vibrou.

Com mais ritmo de jogo, Ganso ser muito til s pretenses do tricolor das Laranjeiras. O tcnico Abel gostou da apresentao do meia e, claro, vai aproveit-lo sempre que puder.

Os analistas de araque que no gostaram. Tm imensa m vontade com o atleta. A maioria deles nunca jogou nem bola de gude na vida, quanto mais futebol… Calem a boca. Parem de falar sandices.

11 thoughts on “Mais uma vez, a revista Veja se afasta do jornalismo e se dedica a intrigas e fofocas

  1. A Veja j foi Collor.
    Na edio de outubro de 89, rasgados elogios a Collor e seu Tesoureiro PC Farias.
    Para fabricar um personagem de Ladro a Veja j publicou dezenas e dezenas de capas semanais com pinturas de Lula.
    Mas como a verdade sempre aparece….

    • E a verdade apareceu quando a Quadrilha Petralheira tomou de assalto meus cofres pblicos.
      E como disse o Sardinha Comunista., “Luladro o Capo Di Tutti Capi”……

      Fora o que disse o ACM.: “Luladro o maior ladro do Pis”…

      OBS. Est tudo registrado, se quiser coloco os vdeos,

  2. Belo exemplo de honestidade e carter deu este sujeitinho imundo, picareta e vagabundo,com a sua quadrilha instalada na casa de tolerncia, ops!, da Dinda.
    Crpula indecente, ainda mama e rouba diuturnamente os recursos pblicos,desta terra de ningum, ops!, de polticos canalhas e sem o mnimo de vergonha nestas caras imundas…
    Acorda brasileiro !!!
    Credo!

  3. Quando percebi o lado que a Revistinha do Esgoto Coveiro estava imediatamente parei com a assinatura., se continuo o prejizo seria incalculvel..
    Cancelei a assinatura dessa nojeita em 1.996.

    • Aceito a sua gentileza, com muita satisfao, Sr. Limongi.
      Isto s prova, o quanto somos diferentes…
      Para a minha total felicidade …
      Te desejo os melhores dias e no guardo mgoas de ningum, muito menos do Sr., a quem respeito, pois elas no cabem no meu corao.
      Apenas acredito no que penso e me sinto no direito de me manifestar…
      E entendo que, s vezes, posso desagradar a uns e outros…
      Tenha um bom feriado de carnaval, com muita sade e paz !
      Cordialmente,
      R. Lemos.

  4. A revistinha do esgoto coveiro nos tempos dos Desgovernos corruptos dos irmos metralhas, FHCorrupto e Luladro nadava de braada nas tetas pblicas das propagandas.
    A revista era bem gorda, recheadas com vrias propagandas estatais, tinha “milhares de pginas”.
    Hoje, bem magrinha, pode-se contar as pginas nos dedos das mos e ps..
    Secou a teta..
    Mas os ex-donos ficaram bem gordinhos com a grana da revista, tanto que nem moram mais no Brasil.
    Se picaram e deixaram a revistinha morrer de fome….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.