Maníaco e assassino tem é que ficar preso

Vicente Limongi Netto:
“É absurdo que condenados a 14 anos sejam libertados depois de cumprir apenas quatro anos. Ainda mais grave quando o condenado é pedófilo e assassino. Discordo da surradas alegações de que o apenado merece nova chance, que é doente, que precisa de assistência médica. Não! Os monstros, como o canalha que matou seis jovens em Luziânia, merecem pena de morte ou prisão perpétua. Mas que mofem de verdade na cadeia. Sem essa de merecer a liberdade depois de cumprir um mísero tempo de pena”.

Comentário de Helio Fernandes:
Certíssimo. Esse pedófilo criminoso execrável, foi solto, no dia seguinte (isso mesmo, dia seguinte) começou a matar os seis jovens. Onde estão agora as autoridades, os psiquiatras e psicanalistas que achavam que ele estava em condições de viver em liberdade? E os pais desses jovens? Na televisão, o ministro Gilmar Mendes não soube explicar a libertação.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *