Marcelo Odebrecht diz que sua família não foi culpada, mas, sim, lesada

Resultado de imagem para marcelo odebrecht

Marcelo insiste em disputar o troféu Piada do Anio

Mônica Bergamo
Folha

Num e-mail, Marcelo Odebrecht definiu como “discurso leviano e diversionista” uma entrevista de Olga Pontes, diretora de compliance da empreiteira. Ela afirmou recentemente ao site Jota que é preciso “baixar a cabeça e dizer que pecamos”. A mensagem foi encaminhada para o diretor-presidente do grupo, Luciano Guidolin, e para Sergio Foguel, membro do conselho da companhia, no mês passado.

Marcelo Odebrecht diz no texto que sua família “não foi culpada, e, sim, foi lesada” pelas práticas da empresa.

PARA TODOS - Segundo ele, é errado dizer que as orientações e a responsabilidade pelas práticas do passado cabem exclusivamente à família.

“A maioria dos conselheiros da Odebrecht S.A. eram não apenas acionistas sem vínculos com a família Odebrecht, como eram ex-executivos da organização”. Esses mesmos membros, segue Marcelo, “implantaram ou evoluíram estas práticas”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Mais uma candidatura à Piada do Ano. Dizer que a família Odebrecht não mandava na empresa que leva seu nome é uma forte concorrente ao cobiçado título. Marcelo Odebrecht está delirando. Seu problema parece ser um caso patológico. Enquanto não destruir a empresa, ele não vai sossegar. Está brigado com o pai, a irmã, o cunhado e até com a própria mãe. Nem Freud, auxiliado por Jung, Lacan e Pinel, explica um caso desses. (C.N.)

2 thoughts on “Marcelo Odebrecht diz que sua família não foi culpada, mas, sim, lesada

  1. Se não participasse desta corrupção generalizada, poderia falar que foi lesada, mas se aproveitou dos contratos bilionários de governos e não é de hoje, agora vem com esta conversa, mas sei que outras empresas continuarão a praticar tais atos, este é o Brasil, de políticos corruptos, justiça leniente e executivo sem projetos para o país e o povo brasileiro, todos são mercenários a serviço de seus próprios interesses, os maiores bancos estão analisando quem vai apoiar, isto é para continuar massacrando o povo com os juros exorbitantes do cheque especial, empréstimos de agiotagem, tarifas bancárias e por aí vamos vivendo neste país sem comando, quem governa são eles, o resto é boneco nas mãos de quem realmente comanda este país, podem colocar quem quiser no poder, falta abrir uma cpi dos bancos, esta nunca sairá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *