Marco Aurlio pode ser derrotado por unanimidade no caso da soltura do chefo do PCC

Antes, Marco Aurlio j tinha libertado 79 outros criminosos

Carlos Newton

Embora haja outros ministros garantistas, que apoiam a cega obedincia chamada letra fria da lei preconizada por Marco Aurlio Mello, como Dias Toiffoli, Ricardo Lewandoswi, Gilmar Mendes e Rosa Weber, a deciso de libertar o chefo do PCC pode ser rejeitada por unanimidade, com o voto dos outros nove integrantes do STF.

O fato concreto que esses cinco ministros esto unidos pelo garantismo e chegaram a ponto de votar contra a priso aps segunda instncia, junto com o ento decano Celso de Mello, envergonhando o Brasil perante os demais pases da ONU, pois passou a ser o nico a prender os rus somente aps julgamento em quarta instncia, que Supremo, com um detalhe vexatrio a grande maioria das 193 naes da ONU nem possui quarta instncia, pois tem apenas trs.

IMPUNIDADE GARANTIDA – Os garantistas tiram Lula da Silva e Jos Dirceu da cadeia, garantiram a impunidade da elite que comete crimes de corrupo, peculato, lavagem de dinheiro, improbidade e enriquecimento ilcito.

Por esses crimes abjetos, cometidos atravs do desvio de recursos pblicos, no Brasil ningum mais vai para a cadeia, os criminosos nem precisam mais da ajuda dos garantistas do Supremo, pois as penas prescrevem antes de chegar na quarta instncia..

ABSURDO TOTAL No caso da libertao de Andr do Rap, chefo do PCC, trata-se de um facnora comparvel a Fernandinho Beira-Mar, aquele que mandava esquartejar em vida, e fica acompanhando pelo celular: J cortou a orelha? Corta agora o polegar. Depois, o nariz…

Mesmo assim, o garantista Marco Aurlio Mello decidiu solt-lo, porque o juiz da causa esqueceu de renovar a preventiva. Antes, o luntico ministro j tinha libertado 79 outros criminosos.

SEIS A ZERO – O plenrio do Supremo comeou a examinar e julgar esse ato teratolgico e inexplicvel. O placar j est seis a zero. Votaram contra a deciso Luiz Fux, Dias Toffoli, Rosa Weber, Lus Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

Marco Aurlio Mello pode perder por unanimidade, porque nem mesmo Gilmar Mendes tem coragem de defender uma maluquice dessas. Alis, os dois no se falam h anos, desde que tiveram uma briga e Gilmar disse que ia pedir o impeachment dele.

###

P.S. A Polcia levou cinco anos at prender Andr do Rap. Agora, s conseguir chegar novamente a ele se houver alcaguetagem. Caso contrrio, o chefo do PCC pode ficar livre para sempre. (C.N.)

29 thoughts on “Marco Aurlio pode ser derrotado por unanimidade no caso da soltura do chefo do PCC

  1. Num humorstico antigo, um personagem interpretado pelo saudoso Paulo Silvino, quando lhe contavam alguma aventura mirabolante feita por algum, vinha logo a resposta: “AI TEM”.
    Pois , ser que podemos tambm incorporar o tal personagem e repetir o bordo?

  2. Precisamos de juzes que sejam garantistas, no de legisladores. Se as leis no servem, mudem-se as leis.

    Os ministros do STF deveriam julgar conforme o que est escrito, no conforme o que pensam. De outra forma, s vezes eles vo votar de acordo com o que pensamos, s vezes, contrariamente.
    Se as leis no so obedecidas e seguidas pelos principais guardies das mesmas, para que elas servem? Devem ser abolidas? A CF deve ser rasgada?

    • Jose Vidal, meu caro e ilustre comentarista … o teu modo de pensar no que seja garantismo est influenciando muito os que poem olhos no que o amigo escreve.

      Garantismo das tais jabuticabas kkk KKK kkk

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Garantismo … Garantismo uma teoria jusfilosfica, cunhada por Luigi Ferrajoli no fim do sculo XX, mas com razes no Iluminismo do sculo XVIII,[1] que pode ser entendido de trs formas distintas, mas correlacionadas: como um modelo normativo de Direito, como uma teoria crtica do Direito, e como uma filosofia poltica.[2]
      No primeiro sentido, um sistema de vnculos impostos ao poder estatal em garantia dos direitos dos cidados, sendo possvel falar-se em nveis de efetividade do garantismo normatizado na Constituio de um determinado Estado nas prticas judicirias desse Estado.[2] Na segunda forma, uma teoria jurdica da validade e da efetividade do Direito, fundando-se na diferena entre normatividade e realidade, isto , entre Direito vlido (dever ser do Direito) e Direito efetivo (ser do Direito), ambos vigentes.[2] Neste segundo significado, permite a identificao das antinomias do Direito, visando a sua crtica.[3] Por ltimo, garantismo uma filosofia poltica que impe o dever de justificao tico-poltica (dita, tambm, externa) ao Estado e ao Direito, no bastando a justificao jurdica (tambm chamada de interna). Neste ltimo sentido, pressupe a distino entre Direito e moral, entre validade e justia, to cara ao positivismo,[4] e a prevalncia desta ltima, a justificao externa.[2]
      No Brasil, existe uma nfase muito grande na aplicao penal e processual penal da teoria, agindo de modo reducionista para a consolidao da teoria nos outros ramos do Direito.[1]

      Sds.

    • https://pt.wikipedia.org/wiki/Luigi_Ferrajoli … Luigi Ferrajoli (Florena, 6 de agosto de 1940) um jurista italiano e um dos principais tericos do Garantismo,[2] definindo-se a si prprio como um juspositivista crtico.[3]
      Biografia … Atuou como juiz entre 1967 e 1975, perodo em que esteve ligado ao grupo “Magistratura democrtica”, uma associao de juzes de orientao progressista. A partir de 1970, foi professor de Filosofia do Direito e Teoria Geral do Direito na Universidade de Camerino,[1] onde tambm foi diretor da “Facolt di giurisprudenza” (Faculdade de Direito). Desde 2003, leciona na Universidade de Roma Tre.
      Publicou diversas obras, com especial ateno ao juspositivismo jurdico,[1] sendo a principal delas “Direito e Razo: Teoria do Garantismo Penal”.[2]
      Obras … Luigi Ferrajoli e Lenio Streck.
      1990 – Diritto e ragione: teoria del garantismo penale
      2007 – Principia Iuris
      … … …
      Deculpas … italiano kkk KKK kkk

      • http://tribunadainternet.com.br/a-culpa-e-de-rodrigo-maia-que-transformou-o-pacote-anticrime-em-pacote-a-favor-do-crime/#comment-770427 … Liono Ramos Ferreira … 13 de outubro de 2020, 10:37 at 10:37 … … … tem:

        Carlos Newton, caro editor garantismo no bem aplicar a LEI LEI LEI friamente kkk KKK kkk

        FERRAJOLI, Luigi. Direito e razo: teoria do garantismo penal. So Paulo: Revista dos
        Tribunais, 2002 documento antigo.

        DISQUE DENNCIA A REPOTENCIALIZAO DO SISTEMA |NQu|s|TR|o ROGRIO OLIVEIRA DE SOUZA Monografia apresentada como requisito parcial obteno do grau de bacharel em Direito, Curso de graduao em Direito, Setor de Cincias Jurdicas, Universidade Federal do Paran. CURITIBA 2005

        A JUSTIA DE TRANSIO ENTRE DISCURSO DEMOCRTICO E PRTICAS AUTORITRIAS: REFLEXES SOBRE O LEGADO DITATORIAL PARA A DEMOCRACIA BRASILEIRA elaborada por CARLA DRO DE OLIVEIRA como requisito parcial para a obteno do grau de Mestre em Direito Iju (RS), 22 de dezembro de 2017.

        ROGRIO e CARLA citam Leonardo Boff kkk KKK kkk
        … … …
        que Boff foi acompanhado pelos Cardeais Arns e Lorscheider em sua ida ao Vaticano, n???

        Garantismo, me desculpe o Vidal ter costas quentes kkk KKK kkk

        O episdio de Boff foi em 1984 e faz parte do Treino do Juzo Final.

        Sds.

        • Meu caro Liono,
          sou favorvel aos juzes que seguem as leis e a CF. Se o termo garantista est errado que se coloque outro, como legalista.

          “Embora tudo isso parea ser uma obviedade, posto que decorrente da prpria interpretao do plexo de valores trazidos pela ordem constitucional vigente, o estado real das coisas demonstrativo da existncia de uma sociedade que clama por punio a qualquer custo. E, transgredindo a sua concepo de instncia contra-majoritria, no raras vezes o membro do Poder Judicirio inspira-se nas vozes das ruas (o canto da sereia de Homero), a admitir voluntarismos que desvirtuam a sua misso institucional, culminando numa inverso de valores que resulta na demonizao do juiz que segue a Constituio Federal e as leis vigentes, como se tal agente poltico fosse um entrave para o clmax do gozo da punio clamada pelo corpo social.”

          sds

        • Jose Vidal … no entanto, meu prezado – h ligao muito forte do Garantismo Italiano com o de Pindorama … con-FERIR:

          FERRAJOLI defende a Teoria do Garantismo … aps Boff ter ido ao Vaticano em decorrncia de seu livro Igreja Carisma e Poder … Boff afirma ter sido como na antiga Inquisio.

          O Garantismo de razes Iluministas e Ferrajoli de orientao progressista … no de se estranhar que o Garantismo se aplique aos que seriam tidos como progressistas na Interpretao da Cidad de 88, n???

        • por isto que concluo ser o Garantismo fundamental para se entender o Juzo Final:

          “Respondeu Jesus: Em verdade vos declaro: no dia da renovao do mundo, quando o Filho do Homem estiver sentado no trono da glria, vs, que me haveis seguido, estareis sentados em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel”. (Mt 19,28)

  3. KKK tal pretenso absurda, esta sim pode ser considerada como Piada do Ano. Os garantistas no deixaro que o primo do caador de marajs passe por mais este vexame.

  4. Alm de soltar bandidos,dificultando ainda mais a aplicao da lei no Brasil, que j to precria, este pavo louco toma o tempo das pessoas que poderiam estar trabalhando ao invs de estarem votando uma inutilidade desta, se valendo da verborreia exagerada em longos discursos, que nem os prprios entendem.
    Perda de tempo e dinheiro discutindo por dois dias seguidos o BVIO…
    Vo trabalhar corretamente cambada de bandidos, assim no precisariam estar a vomitando estas baboseiras jurdicas no nosso ouvido e nem envergonhando mais esta nao, j tanto envergonhada por gente de quinta categoria iguaizinhos a vocs mesmos.
    Credo !

  5. Liono,

    No acredito neste Juzo Final divino.

    A Terra e todas as formas de vida existentes sero exterminadas com o tempo.
    Uma delas quando o sol explodir;
    outra, se um meteoro tomar mais cachaa que deveria, e cair neste planeta;
    a terceira uma pandemia, que pode matar quase a totalidade da populao mundial;
    depois, uma usina nuclear decidir mostrar a sua capacidade de genocdio, e voar pelos ares, tipo Chernobyl;
    e os tsunamis, como em 2004 na Indonsia e em 2011 no Japo.

    Observa:
    Existem meios naturais, e maneiras humanas de extermnio.
    Os humanos no conseguiro destruir o planeta, mas as vidas existentes, queimando-as com artefatos atmicos.
    As naturais conseguiriam liquidar com o planeta e qualquer vida existente, terrestre e aqutica.

    Se Deus de fato o nosso Criador, e creio nisso fortemente, duvido que esse seja o destino do mundo.
    Caso contrrio Deus nos fez por qu?!
    Mais a mais, no nos aviou que teramos prazo de validade, logo, infringiu normas do Cdigo de Proteo ao Consumidor!

    Deus no PODE se meter nas nossas vidas, Liono.
    Ele nos deu poderes mais que suficientes para vivermos bem.
    Se no queremos fazer ou no sabemos, o problema outro, nada com relao ao Criador.

    Alis, quanto mais nos sentimos inferiores a Deus, mais Ele se incomoda com isso!
    No lugar de nos ajudarmos, de termos mais alegria de viver, de darmos valor vida, beleza do planeta, a ternura e inocncia de uma criana, ao amor das mulheres … essa coisarada que est nossa disposio, decidimos rezar e nos trancafiar dentro de igrejas, mesquitas, sinagogas, templos, santurios …

    Para qu??!!

    Deus nos deu poderes que estamos repudiando quando pedimos bnos a Ele???!!!
    Somos o qu??!!
    Baratas que pensam?

    Che, o negcio ir luta.
    AMAI O PRXIMO COMO VOS AMEI, e o resto o resto!

    Abrao.

    • discusso muito da antiga, ilustre Bendl … con-FERIR:

      “Naquele tempo, inspecionarei Jerusalm com lanternas, castigarei os homens que, sentados em sua borra, dizem consigo mesmos: O Senhor no faz bem nem mal”. (Sf 1,12)

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Livro_de_Sofonias … tem – o seu ministrio ocorreu no tempo do rei Josias em 640 a.C. – 609 a.C

      Joacaz ou Jeoacaz; (em hebraico: ??????????; em grego: ?????? I?akhaz; em latim: Joachaz) (n. 633 a.C.) foi o 17 rei de Jud em 609 a. C.

      Joaquim (ou Jeoaquim ou Jeoiaquim) (634 a.C. 598 a.C.) foi o 18 Rei de Jud … reinou de 609 – 598 a.C.

      Jeconias ou Jeoaquin ou Joaquim foi o penltimo rei de Jud … foi rei em 597 a.C.

      Zedequias (ou Sedecias ou Matanias) foi o 20 e ltimo rei de Jud. Foi deposto e levado para o exlio em Babilnia … 597 – 586 a.C

      E se cumpriu a Profecia de Sofonias, n???

    • Conforme Steven Hawking … o Fim vir quando no houver mais matria a ser queimada na ltima estrela kkk KKK kkk

      S que o grande mestre no disse o que aconteceria com a Radiao decorrente da tal queima.

      Desse modo, constatamos que na Criao prepondera o Juzo – e nunca o Caos, n???

      H2O ser gua em qualquer lugar (Espao) do Universo e em qualquer Tempo.

      E a Histria nos ensina alguns Juzos:

      Ado – Eva – Serpente;

      Caim – Abel;

      Dilvio;

      Torre de Babel;

      Sodoma – Gomorra – Adama – Seboim – Zoar escapou por causa de J.

      Reino de Israel;

      Reino de Jud;

      Destruio do 3 Templo;

      Adriano expulsa e por quase mil anos – os judeus somem da Histria;

      etc etc etc

  6. Liono, meu caro,

    Vou te deixar umas profecias, que poders constatar no dia seguinte:

    Amanh ser 16 de outubro, s conferir;
    Ser uma sexta-feira, tambm ser fcil verificar;
    Pessoas morrero do COVID-19, basta ver quantas falecero nas estatsticas;
    Pessoas morrero em acidentes de veculos, os jornais iro publicar;
    Bolsonaro segue presidente;
    O parlamento continuar roubando;
    Parlamentares encontraro novas formas de levar dinheiro roubado do povo, usando a anatomia;
    Amanh no ter expediente no antro de venais!

    Basta constatarmos amanh essas minhas previses, Liono.

    Abrao.

  7. Francisco Bendl, sim … meu amigo – o Profeta no de adivinhar o Futuro kkk KKK kkk

    O verdadeiro Profeta s avisa que o comportamento sendo mantido – levar a consequncias no desejadas … ou seja – JUZO.

    O JUZO necessrio para que seja manifesta a JUSTIA.

    Isso desde EvAdo … e o Fruto da rvore da Cincia do Bem e do Mal – Justia distinguir o Bem do Mal … dando Mrito a quem pratica o Bem e Castigando quem prefere o Mal kkk KKK kkk

    • “Dai, pois, ao vosso servo um corao sbio, capaz de julgar o vosso povo e discernir entre o bem e o mal; pois sem isso, quem poderia julgar o vosso povo, um povo to numeroso?” (1Rs 3,9)

      “A vida e a morte, o bem e o mal esto diante do homem; o que ele escolher, isso lhe ser dado,” (Eclo 15,18)

      “Criou neles a cincia do esprito, encheu-lhes o corao de sabedoria, e mostrou-lhes o bem e o mal”. (Eclo 17,6)

      “Uma palavra m transtorna o corao; dela vm quatro coisas: o bem e o mal, a vida e a morte; sobre estas quem domina de contnuo a lngua. H homem hbil que ensina a muita gente, mas que intil para si mesmo”. (Eclo 37,21)

      abracos.

        • Jose Vidal … conforme a Bblia, o Bem relativo Vida … e o Mal leva Morte.

          Tambm, segundo a mesma Escritura … s Deus conhecedor do Bem e do Mal … con-FERIR:

          “Oh, no! tornou a serpente vs no morrereis!” (Gn 3,4) … “Mas Deus bem sabe que, no dia em que dele comerdes, vossos olhos se abriro, e sereis como deuses, conhecedores do bem e do mal.” (Gn 3,5)

          “E o Senhor Deus disse: Eis que o homem se tornou como um de ns, conhecedor do bem e do mal. Agora, pois, cuidemos que ele no estenda a sua mo e tome tambm do fruto da rvore da vida, e o coma, e viva eternamente.” (Gn 3,22)

        • Como s o Senhor Deus conhecedor do Bem e do Mal … s Ele pode fazer o Juzo Final, n???

          S que temos que entender o que seja esse tal de conhecer … con-FERIR:

          “Ado conheceu Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu luz Caim, e disse: Possu um homem com a ajuda do Senhor.” (Gn 4,1)

          “Caim conheceu sua mulher. Ela concebeu e deu luz Henoc. E construiu uma cidade, qual ps o nome de seu filho Henoc”. (Gn 4,17)

          “Ado conheceu outra vez sua mulher, e esta deu luz um filho, ao qual ps o nome de Set, dizendo: Deus deu-me uma posteridade para substituir Abel, que Caim matou.” (Gn 4,25)

          “E chamaram Lot: Onde esto, disseram-lhe, os homens que entraram esta noite em tua casa? Conduze-os a ns para que os conheamos.” (Gn 19,5)

          Conhecer ter intimidade de maneira livre … ou violenta – como os de Sodoma pretendiam.

          Conhecer implica no se sair de si … e em recproca doao, nem sempre prazerosa – visto que a mulher normalmente precisa se entregar at o homem conhecer onde mora seu desejo … “Disse tambm mulher: Multiplicarei os sofrimentos de teu parto; dars luz com dores, teus desejos te impeliro para o teu marido e tu estars sob o seu domnio.” (Gn 3,16)

  8. “J no falarei muito convosco, porque vem o prncipe deste mundo; mas ele no tem nada em mim”. (Jo 14,30)

    Jesus deixa bem claro que sua morte no tem nada com algum Mal que tenha feito – o que o sujeitaria a ser alimento da Serpente … “Ento o Senhor Deus disse serpente: Porque fizeste isso, sers maldita entre todos os animais e feras dos campos; andars de rastos sobre o teu ventre e comers o p todos os dias de tua vida”. (Gn 3,14) … “Comers o teu po com o suor do teu rosto, at que voltes terra de que foste tirado; porque s p, e p te hs de tornar.” (Gn 3,19)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.