Marco Aurlio teme que agora ocorram protestos diante da sede do Supremo

Marco Aurlio diz estar surpreso com os elogios que recebe

Renata Mariz
O Globo

Um dia depois do julgamento que manteve Renan Calheiros na presidncia do Senado, o ministro Marco Aurlio Mello, autor da liminar que afastava o poltico do cargo, diz que houve um acordo para livrar o senador. Segundo ele, a prpria sesso em que saiu vencido, por seis votos a trs, confirmou as notcias da vspera apontando que o ministro Celso de Mello anteciparia o voto divergente para puxar os demais. Mas o que importa o acrdo, no o acordo, afirmou o ministro ao Globo, em tom de brincadeira. Marco Aurlio disse ainda que pelo menos Renan no chamar o Supremo de Supremeco e, diante da repercusso popular contra a deciso do plenrio, afirmou temer que os protestos de rua passem a ser feitos em frente Corte.

Que balano o senhor faz do julgamento de ontem?
O balano est no meu voto. No voto, eu busquei escancarar tudo, inclusive dizendo da responsabilidade do Supremo. Eu disse que a histria, as geraes futuras so implacveis. Agora, pelo que eu li hoje no Globo, j estava tudo acertado.

O senhor j sabia do acordo quando proferiu o voto?
Sabia pelo noticirio, pelas redes sociais, no por informao interna do Supremo. E, agora, claro que se confirmou. O meu voto teve uma parte substancial na qual eu cobrei a responsabilidade dos colegas a partir do que j circulava nas redes sociais.

Mas eles mantiveram o acordo.
o que estou percebendo, que no dia anterior j corria em Braslia (a informao) que o ministro Celso (de Mello) mudaria o procedimento que sempre teve e puxaria o voto. Agora, quando ns samos do colegiado com nosso entendimento vencido, temos que reexaminar nossa posio. A nica coisa que digo que estou vencido, mas no convencido.

O Supremo se acovardou?
Em meu voto, disse que o Supremo no podia se despedir do dever de tornar prevalecente a Constituio Federal. Isso est com todas as letras em bom vernculo no voto. Foi realmente um voto contundente e reforado no tocante ao que se apontava na vspera como um acordo. Para ns, importante o acrdo, no o acordo.

Como o senhor avalia a sada jurdica que o Supremo criou para salvar Renan?
No se pode saltar a Casa, porque quando se indica (na Constituio) que o presidente que personifica a Casa assume na linha de substituio, uma deferncia Casa. No a ministra Crmen Lcia, no Rodrigo Maia, no o senador Renan. o Supremo, a Cmara dos Deputados, o Senado. Agora teremos a rigor um senador que estar na presidncia, mas no para exercer na plenitude as atribuies do cargo, j que no pode substituir o presidente (da Repblica), mas pode presidir o Senado e tambm a reunio das duas Casas no Congresso.

Por que essa blindagem ao senador Renan?
Eu imaginava que era a viso do leigo, porque ao que tudo indica o Senado se resume, embora seja composto por outros 80 senadores, a ele. At falei (no voto) que se divulgava que sem ele no teramos as reformas responsveis para corrigir os rumos financeiros do pas. Ele considerado o salvador da Ptria amada.

Mas a viso do leigo, propagada nos protestos e nas redes sociais, tem sido contra a permanncia de Renan no cargo e a favor do voto do senhor.
Alis, muito me gratificou ter me convencido em harmonia com os anseios populares. Quando isso ocorre, maravilhoso. S receio que as manifestaes passem a correr defronte ao Supremo. Ontem, vindo para o Rio, fiquei de alma lavada. Fui parado para tirar fotografia, para ser cumprimentado, como se eu fosse um jogador de futebol ou um ator de primeira grandeza da Globo. Est chegando ao fim dos meus dias de juiz, depois de 38 anos. Assim, de certa forma reconhecido pelos meus concidados, muito bom para o homem pblico. melhor que o contracheque.

Com o julgamento de ontem, a votao da ADPF, sobre se rus podem estar na linha sucessria da cadeira do Planalto, que j estava com maioria para a proibio, ter uma reviravolta, no?
Ao que tudo indica, sim. A no ser que havendo o julgamento depois da sada do presidente Renan (da presidncia do Senado), a se tenha a volta ao estado anterior.

Mas no seria um casusmo escancarado?
Eu disse no meu voto que no poderamos adotar o casusmo. Eu no podia dizer mais do que eu disse. Mas tem um lado interessante: pelo menos o presidente (do Senado) no vai chamar o Supremo de Supremeco.

O conflito entre os Poderes se acirra ou apazigua depois deste episdio?
O entendimento entre os Poderes parece que est muito afinado, viu?

Embora o voto do senhor tenha sido vencido, houve uma espcie de desagravo em virtude das crticas do colega, ministro Gilmar Mendes. Como fica o clima?
Na cavalaria, h uma mxima. Primeiro voc passa a escova de ao, para depois passar a mais leve. Eles passaram a mais leve, depois a de ao. No fica (clima ruim). Entro com um sorriso e saio com o mesmo sorriso do plenrio. No transporto nada para o lado pessoal. No disputo nada no plenrio, muito menos a supremacia intelectual.

16 thoughts on “Marco Aurlio teme que agora ocorram protestos diante da sede do Supremo

  1. Adoro ironias…
    ” O conflito entre os Poderes se acirra ou apazigua depois deste episdio?
    O entendimento entre os Poderes parece que est muito afinado, viu?”.

  2. Em plena ribalta
    Une-se a malta
    Pois vergonha falta
    E o pas sobressalta
    Para aprovar sem falta
    O desejo da classe alta
    Patroa de um efialta .

    Fiz agora

    • Al ministro:

      No adianta assumir ares de pudica escandalizada.

      Nem o senhor nem qualquer dos seus colegas tem qualquer moral para julgar qualquer causa constitucional depois que silenciaram diante da fala de Renan acima. O STF virou um puxadinho subalterno do cangaceiro e, depois de ontem, quando ficou claro que o julgamento foi combinado com a participao de lderes dos trs poderes, nunca mais poder se passar por um Tribunal isento e independente.

      Exceto, claro, para aqueles que fazem de conta que est tudo normal e aceitam acochambramentos como o de ontem como “soluo alternativa” para uma falsa “estabilidade institucional”……..kkkkkkkkkk

  3. O povo no precisa se aproximar, a lama escorre Brasil afora , o fedor se espalha e o pas marcha para ser uma “BRACUBAUELA” mistura piorada do Brasil, Cuba e Venezuela, o pas apodrecido desaparece diante da comunidade internacional !!!! E deixa a toga voar !!!!!!!

  4. O o STF, confirmou: somos stf, por a muito tempo estarmos estuprando e vilipendiado a Sr Justia, e o cidado trabalhador, Dia 07/12/16, morreu o STF, afogado no oceano de lama.
    Todos os sinisros, com seus votos cretinos, estaro, sem moral, perante o Z e Maria Povinho,
    Viva Moro e os jovens Juzes, que respeitam sua conscincia, a Justia, Esperana de 200 milhes, para o Brasil voltar a ser decente e justo.
    Almas trevosas, h uma Justia, que julgar nossas obras, com duas sentenas: Luz e Paz, e Ranger de Dentes, no alm tmulo, pois a vida continua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.