Marina diz que vai governar com apoio dos melhores quadros do PT, PSDB E MDB

Resultado de imagem para marina silva

Há bons políticos e mais políticos”, ressalva Marina Silva

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

A candidata à Presidência da República Marina Silva (Rede) disse nesta sexta-feira, 31, que irá governar com os melhores quadros dos partidos políticos, “sem preconceito”, citando PT, PSDB e MDB. “Vejo analistas políticos dizendo ‘Marina não tem viabilidade, porque não tem o Centrão, não tem dinheiro para pagar marqueteiro mentiroso para enganar o povo’. Não tenho ódio de ninguém, preconceito. Vou governar com os melhores dos partidos, do PT, MDB, PSDB”, disse, em fala a empresários na Casa da Federação das Indústrias do Rio (Firjan), espaço de debates e ensino aberto pela entidade.

Diante de uma plateia de cerca de 150 pessoas, a candidata criticou o que considera desvirtuamento de partidos de suas origens. “Estou andando o País inteiro dizendo que se eu ganhar vai ser bom para todos, inclusive pra quem eu vou derrotar. Eles terão férias. O PSDB vai ter que lembrar Mario Covas; o PT vai ter que deixar o (Eduardo) Suplicy falar; o MDB, que foi o guarda-chuva da democracia brasileira, tem que se lembrar de Ulysses Guimarães, pegar umas aulas com Pedro Simon e voltar melhor para a sociedade.”

GOVERNABILIDADE – Ela negou que, se eleita presidente, terá problemas de governabilidade – tema bastante explorado em sua entrevista no “Jornal Nacional” na quinta-feira, 30. “Perguntam como vou fazer para governar, mas eu digo: se preocupem que tenho que ganhar”, afirmou, ressaltando que conta em sua equipe com integrantes competentes dos grupos idealizadores do Sistema Único de Saúde, do Bolsa Família e do Plano Real.

Marina voltou a criticar a reeleição no Brasil e a defender que os legados positivos de governos anteriores sejam aproveitados.
“As pessoas fazem o que é necessário para se reeleger. Maquiaram contas públicas, roubaram da Petrobras. Temos que ter política de longo prazo no nosso curto prazo político. Em vez de fulanizar as conquistas, partidarizar, precisamos institucionalizá-las. As democracias fazem assim.”

COISAS BOAS – A candidata defendeu a manutenção das “coisas boas” e a correção das “coisas erradas” dos presidentes passados. “Desde 2010 estou dizendo: não precisa inventar a roda na economia. Basta manter o superávit primário, meta de inflação, câmbio flutuante. Nas políticas sociais, já foi inventada pelo PT a transferência direta de renda. E tem perna da sustentabilidade. Muita gente entrou e se perdeu, quiseram ficar 20 anos. Não posso ter um governo maravilhoso que só funciona comigo. Senão vai acontecer o que aconteceu na Venezuela: você acaba com a democracia”.

Marina falou também sobre seu pouco tempo de TV, 21 segundos, e das dificuldades financeiras de sua campanha, e disse que está se vestindo com peças emprestadas por amigas, para não “repetir roupa” com frequência.

DAVI E GOLIAS – “Eu sou candidata a presidente da República pela terceira vez numa luta de Davi contra Golias, franciscana, acordando às quatro horas para pegar voo mais barato, às vezes me hospedando na casa de amigos.”

Ela disse também que sua campanha seria um “case de sucesso” caso sua trajetória fosse a de uma empresa, referindo-se a seu alcance mesmo com falta de recursos. “As pessoas reclamam que minhas roupas estão muito repetitivas, aí falei para minhas amigas fazerem um brechozinho. Meu pessoal de campanha já conseguiu uma forma de internalizar (as roupas) como doação para não ser caixa dois”, brincou.

TERCEIRO LUGAR -Pesquisa do Datafolha divulgada semana passada mostra a candidata em terceiro lugar no cenário que inclui o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – preso pela Lava Jato – e em segundo com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) como seu substituto. No primeiro, Lula tem 39% das intenções de voto, Jair Bolsonaro (PSL), 19%, e Marina, 8%. No segundo, Bolsonaro aparece com 22% e Marina, com 16%.

Foram ouvidos 8.433 eleitores em 313 municípios brasileiros nos dias 20 e 21. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o nível de confiança é de 95% (o que quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os números conferirem com o momento atual da campanha, considerado esta margem de erro).

23 thoughts on “Marina diz que vai governar com apoio dos melhores quadros do PT, PSDB E MDB

  1. O ze dirceu vai ser o sinistro da casa servil do seu governo.

    Se esses partidos tivessem bons quadros não existiria a roubalheira desenfreada que nos está sendo mostrada diuturnamente nos noticiários.

    Não precisa ser contador administrador nem nada qualquer projeto que fuja de sua meta em mais de 10 por cento é roubo.

    Não vi ninguem desses partidos gritando em praça publica pela moralização dos desfalques

    Marina é fraca, e com viés de bandido.

    • Marina poderia ser ministra do meio ambiente do Bolsonaro. Acho que ela seria uma boa aquisição nessa área. O Ciro Gomes poderia ser aproveitado como ministro da Justiça e o Haddad como embaixador do Brasil no Afganistão ou Síria.

  2. Assim como o voto do Fachin foi um sintoma da infiltração ideológica no judiciário, a simples chance de Marina Silva ser eleita é um demonstrativo de quão medíocres são as opções do eleitor pra esta eleição presidencial.

    Esta senhora é sem dúvida é uma das piores.

    Petista no DNA é despreparada, tonta, vacilante, falsa e dissimulada.

    Pobre Brasil!

    • O Alex Cybermortadela Cardoso não vai comentar a cassação do Lula? Pena que ele não foi caçado pois seria um bom exemplo de depuração na política. E quem tem medo de medíocre fanfarrão? O Poste vai ser condenado antes do primeiro turno e vão ter que apelar para a vice disléxica.

      • O negocio tá tão feio no pt que até o alex que diuturnamente e insistentemente dava pitacos repetitivos, reduziu a quase zero suas aparições, em breve ou perde a cabeça ou tá demitido vai virar eleitor da marina,
        Mas voltando ao assunto alex, conta ai como o zeé dirceu vai comandar o pt, fala pra nois …….
        e se o alex perder a boquinha sugiro a C. N. fazermos uma vaquinha virtual no T I pra ajuda-lo

  3. Senhores.

    Quem quer que seja o vencedor, terá que fazer a salada com as frutas do Congresso Nacional.
    O que se espera é que o fato do pais não ser governado por um presidente bandido, que ele fique de olho e estabeleça normas mínimas de “higiene” na hora da escolha das frutas e na preparação da salada!

    -É ruim para o país o presidente ter que governar com um Congresso desses?
    -Claro que é! Agora, seria pior ainda se, além do Congresso, a Presidência também estivesse tomada por quadrilhas!
    -O que temos é o que temos.

  4. traduzindo:

    quis dizer que, se por um acaso houvesse a CASUALidade de a fraude da urna eletrônica ser
    em benefício dela,
    iria (é só o futuro do pretérito),
    i.r.i.a acoitar a escumalha da ralé da política tupíniquim
    só para apressar o esfacelamento do Brasilzim.

  5. Dona Marina, tem a capacidade de se fazer de papagaio.
    Pode está cheia de boas intenções, mas não consegue se fazer entender.
    Muitas vezes fala “alhos com bugalhos”, confunde mais do que o famoso personagem Rolando Lero…,

  6. As bolsonetes morrem de medo da Marina ultrapassar o seu fraquíssimo candidato nas pesquisas.
    Mas é tudo uma questão de tempo!
    Marina tem propostasconsistentes e factíveis ao contrário do boçal cujo programa de governo cabe na palma da mão.
    Não vai adiantar nem o recrudescimento dos preconceitos lançados contra ela por ser mulher,negra e professora universitária porque isso só vai mostrar para a população a podridão que é bosalnaro.
    Mas acho até que,ao ser eleita,poderia convidar o boçal para ser adido militar na Síria ou no Iraque.Lá ele poderá praticar as únicas coisas que sabe fazer: matar e torturar !!!!

  7. Marina está corretíssima. Há pessoas qualificadas e honestas em todos os partidos. Há os qualificados e desonestos, os desqualificados e honestos e os desqualificados e desonestos. Então generalizar e demonizar este ou aquele partido é burrice. Até porque no Brasil os partidos políticos não significam grandes coisas a não ser siglas.

  8. Vai aqui um conselho para Marina:
    – Só vejo possibilidade de dar certo um futuro governo Marina, se ela adotar um sistema de parlamentarismo, ainda que informal.
    Me parece que uma das virtudes da ex senadora é a humildade. Seja humilde, portanto, e inclusive se poupe do desgaste de negociar com o Congresso diretamente, que ao que tudo indica, infelizmente, continuará com uma alta dose de fisiologismo e de oportunismo. Delegue isso a alguém de sua profunda confiança, alguém com perfil ideológico semelhante ao seu para esse arduo trabalho. Poderia ser por exemplo o Miro Teixeira que tem uma enorme experiencia parlamentar.
    Fique portanto com as atribuições de chefe de estado, que não é pouca coisa. Sua figura é muito respeitada no exterior, isso pode ajudar em muito ao Brasil.
    Tudo isso são sugestões de quem não se decidiu pelo voto ainda, mas enxerga na senhora muitas virtudes e uma delas é uma capacidade de conciliação, uma coisa muito importante no atual quadro conturbado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *