Marta “encaminhando” votos, Mercadante em fim de carreira, a elegebilidade de Estevão, e um acerto de Dunga

Dos jornalões: “Marta Suplicy vai ENCAMINHAR os votos de São Paulo para o PT”. Que votos? Perdeu as duas últimas eleições para a prefeitura, sendo que uma delas no cargo, mobilizando e manipulando a máquina.

O irrevogável Mercadante

Quem diria que o fim da vida política dele seria este? Em 1994 foi o vice de Lula, o PT exigia isso. Em 2002 teve grande votação para o Senado, assumiu com a CERTEZA (?) de que iria logo para o Ministério da Fazenda. Não foi nem para esse nem para qualquer outro cargo.

Se complicou de tal maneira que não pôde nem tentar a reeleição para o Senado, foi empurrado para cima de Alckmin, grande favorito. A culpa? Da subserviência do próprio Mercadante.

Estevãozão é ELEGÍVEL?

Essa é a grande batalha dos bastidores de Brasília. Inelegível por 8 anos, seria uma questão puramente aritmética. Cassado de “tanto a tanto”, 8 anos a partir daí e pronto.

Muito dinheiro na interpretação

Acontece que o dinheiro DISTRIBUÍDO é tanto, que confunde até os juristas. Não seria melhor contratar um desses que se julgam e se chamam de MATEMÁTICOS do futebol?

Por enquanto, ESTEVÃZÃO compra tudo, mas ainda não sabe se pode comprar a ELEGIBILIDADE. Que República.

Um elogio para Dunga

Este ele merece: recusou convite do ditador (30 anos no Poder) do Zimbaube. Queria que a seleção do Brasil fosse visitá-lo no palácio.

Quase nem tomou conhecimento, mandou que Jorginho respondesse.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *