Marta Suplicy denuncia desmandos de Juca Ferreira à CGU

Juca Ferreira só tomou posse hoje

Deu no Estadão

A ex-ministra da Cultura Marta Suplicy (PT-SP) enviou documentos para a CGU (Controladoria-Geral da União) que apontam suposta parceria irregular entre a Cinemateca Brasileira, instituição responsável por preservar o cinema brasileiro, e a entidade SAC (Sociedade de Amigos da Cinemateca).

A informação foi publicada pelo jornal “O Estado de S.Paulo” nesta segunda. Segundo o diário, as parcerias – no valor de R$ 105 milhões – foram firmadas durante a primeira gestão de Juca Ferreira à frente do MinC. O sociólogo baiano retorna à pasta neste segundo mandato da presidente Dilma Rousseff e reassume o posto nesta segunda (12).

R$ 11 MILHÕES SOB SUSPEITA

A denúncia seria um dos “desmandos” apontados pela senadora ao criticar a escolha do novo ministro. Após o anúncio, no final de dezembro, Marta escreveu no Facebook que a “população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da Cultura brasileira”.

Ainda segundo o jornal, auditorias da CGU apontam que a SAC recebeu R$ 111 milhões do MinC entre 1995 e 2010. Deste total, 94% referem-se a um termo de parceria realizado na gestão de Juca. A parceria começou a ser investigada pela Controladoria-Geral da União em fevereiro de 2013, conforme noticiou a Folha de S.Paulo em maio daquele ano.

Um dos relatórios da controladoria indicam que a entidade foi escolhida sem consulta a outros interessados e que projetos foram aprovados sem avaliação adequada dos custos. A SAC também dispensava licitações irregularmente para compra de materiais e contratação de serviços, o que prejudicava a avaliação de eventuais superfaturamentos. Consta também no relatório a cobrança de uma taxa, por parte da SAC, para cobrir despesas com a administração de projeto. Para a CGU, que determinou o ressarcimento dos valores, a cobrança seria irregular, além de detectar favorecimento de funcionários da Cinemateca na execução de projetos.

10 thoughts on “Marta Suplicy denuncia desmandos de Juca Ferreira à CGU

  1. Briga entre iguais, ele é outra condenada …
    ” A ex-prefeita de São Paulo e atual ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi condenada por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo por atos à frente do Executivo municipal no período de 2001 a 2005. A decisão, publicada no dia 9 de janeiro, é do juiz Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública da capital paulista.
    Além da suspensão dos seus direitos políticos por três anos, Marta Suplicy foi condenada ainda a pagar multa no valor de cinco vezes o que ela recebia de remuneração no período em que foi prefeita.
    ( Fonte : G 1 ).

  2. Como havia escrito aqui, aquele policial federal que ‘denunciou’ o Eduardo Cunha era mais uma sárdida armação desses sórdidos gerentes da indústria da difamação petista !
    ” O advogado Antônio Figueiredo Basto, que defende o doleiro Alberto Youssef na Operação Lava Jato, afirmou nesta segunda-feira (12) ao G1 que seu cliente não conhece nem mandou entregar dinheiro para o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) nem para o senador eleito Antonio Anastasia (PSDB-MG).
    Segundo ele, petições com essa informação devem ser apresentadas até quarta-feira (14) à Justiça Federal no Paraná – onde o caso é investigado – e ao Supremo Tribunal Federal – única instância autorizada a investigar parlamentares. Youssef está preso, acusado de chefiar um esquema de desvio de recursos na Petrobras, revelado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. ( Fonte G 1 ).

Deixe uma resposta para virgilio tamberlini Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *