Mensalão tucano será julgado em agosto, mas Azeredo já está quase escapando

Resultado de imagem para eduardo azeredo charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Deu em O Tempo

Após marcar a data do julgamento do recurso do ex-governador do Estado Eduardo Azeredo (PSDB) para o dia 8 de agosto, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) cancelou a sessão e remarcou para o dia 22 de agosto. O motivo da alteração da data foi para atender a um pedido do desembargador Pedro Vergara, que é o revisor do caso.

Em primeira instância, Azeredo foi condenado a mais de 20 anos de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no processo que ficou conhecido como mensalão mineiro ou mensalão tucano.

A denúncia contra o ex-governador de Minas é referente à tentativa de reeleição do tucano, em 1998. A acusação aponta que ele desviou recursos de estatais do governo para financiar sua campanha. O esquema teria contado com a participação do publicitário Marcos Valério e servido de laboratório para o mensalão do PT.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Vai dizer difícil colocar o ex-governador na prisão, apesar das provas abundantes. Sua defesa está ganhando o máximo de tempo, para possibilitar a prescrição. Eduardo Azeredo era deputado federal e ia ser julgado pelo Supremo. Para evitar a condenação, renunciou ao mandato e o processo desceu para a Justiça estadual em primeira instância. Mesmo se for condenado pelo Tribunal mineiro, pode recorrer em embargos de declaração e infringentes (caso não haja unanimidade no acórdão). Em setembro de 2018, Azeredo completa 70 anos, o processo vai prescrever e ele estará livre para se candidatar novamente. (C.N.)

One thought on “Mensalão tucano será julgado em agosto, mas Azeredo já está quase escapando

  1. Prescrição de roubo do cofre público, é uma vergonha, o safado rouba, a saúde, a educação, a segurança, o transporte, direitos básicos da Cidadania, no Caos, creio que essa safadeza da prescrição, só exista no Brasil, que tenha prescrição, significa impunidade, mais se eleve para 100 anos. O Cidadão trabalhdor, que com suor e lágrimas, tenta construir um País, sério e Digno, é tachado de idiota, com essas Leis de proteção à bandidos hediondos, chamados de excelência, excelentes em roubar, contando com a lentidão da Justiça, que anda a passos de cagado, tornando-se conivente. Pobre Brasil, tá ferrado!!com a corja a nos roubar, nunca será um País decente e justo, o momento Temer – oso, não nos deixa mentir. Que Deus nos socorra, mas façamos nossa parte de Votar com Dignidade. Voto obrigatório é formador de curral eleitoral e “por cima” tem a urna eletrônica fraudável, provada por Brizola, e o Toffoli, confirmou, com a eleição de 2014 quando elegeu Dª Dilma.
    Estamos em um labirinto, e não encontramos à saída.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *