“Mentiras e miudezas”, diz Barroso sobre novos ataques de Bolsonaro à urna eletrônica

O ministro do STF Luis Roberto Barroso

Desta vez, Barroso foi acusado diretamente por Bolsonaro

Renato Souza
Correio Braziliense

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, chamou de “mentiras e miudezas” as declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre fraudes nas eleições. Nesta quarta-feira (07) Bolsonaro alegou, sem apresentar provas, que Aécio Neves venceu as eleições de 2014, e não a ex-presidente Dilma Rousseff.

Barroso está no exterior, e ao ser procurado pela Secretaria de Comunicação do TSE para tratar do assunto, pediu para “não ser incomodado com mentiras e miudezas”.

DISSE BOLSONARO – O chefe do Executivo chegou a dizer que o presidente da corte eleitoral está se articulando contra a Proposta de Emenda à Constituição que trata do voto impresso.

“Eu vou mostrar para vocês como é que foram as eleições do segundo turno de 2014. Vocês vão ter uma surpresa no tocante a isso. O nosso levantamento aqui, feito por gente que entende do assunto e esteve presente lá dentro, acompanhou toda a votação, eles garantem que sim (Aécio foi eleito). E o que eu vi, eu não sou técnico de informática, mas o que eu vi é que está comprovado, no meu entender, a fraude em 2014. O Aécio foi eleito em 2014″, disse Bolsonaro, em entrevista à Rádio Guaíba.

ACUSAÇÃO A BARROSO – “A democracia se vê ameaçada por parte de alguns de toga que perderam a noção de onde vão seus deveres e direitos. Quando você vê o ministro Barroso ir ao parlamento negociar com as lideranças partidárias para que o voto impresso não fosse votado na comissão especial, o que ele quer com isso? Fraude nas eleições”, completou o presidente Bolsonaro.

Mais cedo, em nota assinada pelo ministro Luiz Fux, o Supremo Tribunal Federal (STF) também se manifestou sobre o caso. Fux disse que “rejeita posicionamentos que extrapolam a crítica construtiva e questionam indevidamente a idoneidade das juízas e dos juízes da Corte”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Está cada vez mais claro que o diagnóstico do Dr. Ednei Dutra, aqui na TI, foi acertado. Bolsonaro está mesmo com problemas de equilíbrio emocional. Pode ser bipolar, mas está parecendo multipolar. (C.N.)

13 thoughts on ““Mentiras e miudezas”, diz Barroso sobre novos ataques de Bolsonaro à urna eletrônica

  1. Moro em Petrópolis, que teve a candidatura de seu prefeito eleito nas urnas glosada pelo TSE, interessante é que o mesmo – Rubens Bomtempo – assumiu a vaga de deputado estadual como suplente. Até hoje nossa cidade continua acéfala sem novas eleições e com um vereador respondendo pela função. Presidente da camara de vereadores não foi eleito pelo povo para ser prefeito… Esse Barroso também é uma piada !!!.

  2. Bolsonaro copiou esta desculpa da Bolívia qdo a OEA declarou suspeita a vitória de Evo Morales.
    Bolsonaro quer de antemão assegurar que a OEA ou outra entidade faça o mesmo caso ele perca a eleição.
    Acho difícil. O Trump bem que tentou este golpe.
    Atualmente o mesmo está ocorrendo no Peru. É a moda. Perdeu em campo, vamos ao tapetão!

  3. O Presidente só faz mentir , acusar.

    Cadê as provas ?

    E o Dias já foi soltou?

    Disseram que a prisão decretada pelo Presidente da CPI não tinha respaldo na Constituição ,e que, o cara seria solto em poucas horas.

    O cara já está solto.Me informe por favor…

  4. O que os três lobistas do STF (Lulu, Alê e Gigi) ofereceram aos caciques dos partidos do crime organizado, em troca da sabotagem do projeto de lei?

    a) aumento do fundo partidário
    b) garantia das suas reeleições
    c) fraudar a eleição presidencial de 2022
    d) garantia da impunidade no STF
    e) todas as anteriores

  5. Sempre foi histérico, histriônico, símio, indigente mental e deficiente intelectual. Mas vocês (o senhor, em especial) votaram (votou) e apoiaram (apoiou) este lixo;
    ‘Não é verdaaaade?’… Como diria Leonel!

  6. Bolsonaro está mesmo com problemas de equilíbrio emocional. Pode ser bipolar, mas está parecendo multipolar. (C.N.)

    Sr. Newton ,

    Acho que o grande problema do Bolsonardo é que não dá mais para passar pela porta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *