Mesmo sem apoio direto dos pastores evangélicos, o partido de Bolsonaro será muito forte

Resultado de imagem para aliança pelo brasil"

Novo partido não conseguirá disputar as eleições de 2020

Valdo Cruz
G1 Política

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disseram reservadamente ao blog ser até possível e viável criar um modelo de checagem de assinaturas digitais no país. No entanto, ponderam não haver tempo hábil para criar o sistema, conferir as assinaturas, e aprovar o registro do partido do presidente Jair Bolsonaro, Aliança pelo Brasil, a tempo da sigla disputar as eleições municipais de 2020.

“É possível criar um sistema de conferência digital de assinaturas, cruzando com a base de dados eletrônica hoje disponível no tribunal, mas isso demanda tempo, não é automático, e não estaria pronto para funcionar com segurança até março, prazo final para o registro de partidos que vão disputar a eleição do próximo ano”, afirmou um ministro do TSE.

DIZ BOLSONARO – Nesta quinta-feira (21), Bolsonaro afirmou que, caso a corte impeça o uso das assinaturas digitais no processo de criação da sigla, o Aliança não disputará o pleito do ano que vem.

Na próxima terça-feira (26), o TSE vai analisar um pedido de autorização da coleta digital de assinaturas para criação de partidos no Brasil.

Na avaliação de outro ministro do tribunal ao blog, o TSE precisa analisar se é o momento de facilitar a criação de partidos, diante do número excessivo de legendas hoje já criadas: são 32, além de mais de 70 na fila para análise.

PARTIDOS DEMAIS – “Temos muitos partidos, será que o ideal não seria o caminho oposto, de fusão de legendas, de extinção de outras, em vez de abrirmos o caminho para criação de novas”, argumenta esse ministro do TSE.

Dentro do tribunal, a defesa do presidente Jair Bolsonaro de utilizar a assinatura eletrônica para criação de seu novo partido, que será o nono em sua carreira política, também é criticada.

Ministros lembram que o presidente costuma ser crítico do modelo eletrônico de votação no país, mas agora defende o sistema digital para viabilizar o registro de seu partido. Para eles, é uma incoerência do presidente.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Ministro do TSE não tem nada de ficar criticando o excesso de partidos, porque isso é fruto da democracia. Quanto ao partido de Bolsonaro, vai sair muito forte, mas não deverá ter apoio de importantes pastores evangélicos, porque eles são espertos e cada um deles prefere ter um partido próprio, para chamar de seu e negociar o apoio. (C.N.)

17 thoughts on “Mesmo sem apoio direto dos pastores evangélicos, o partido de Bolsonaro será muito forte

  1. 1) Li alhures que a partir de 2020, o Brasil terá maioria evangélica.

    2) A tática deles não é ficar em um só partido, mas ter parlamentares em todo os partidos.

    3) Eles estão disseminados em todas as ideologias, mas na hora de votar/governar eles prevalecem o que de fato são: evangélicos.

    4) Vão durar um bom tempo nos poderes, mas depois passam…

  2. Os apelos a ideias simplistas tem enorme poder de atração. Mas num segundo momento vem a realidade. É só assim que em algumas décadas o povo aprendera a escolher seus governantes. Não existe fórmula mágica.

  3. Sendo a maioria dos Brasileiros de inclinação Conservadora, sem dúvida o “Aliança pelo Brasil” será um Partido de forte viés Conservador, e portanto forte.
    No campo Social os Conservadores tem como bússola orientadora principal os Valores da Civilização Judaica-Cristã ( praticamente os “10 Mandamentos” para distinguir o Certo do Errado. São caracterizados pela Prudência e em mudar muito lentamente a Legislação Tradicional. Consideram a Família a Célula-Mater da Sociedade. Defendem a Ordem e a Liberdade dando menos importância à Igualdade. São a favor de um Estado Médio capaz de induzir Industrialização e grande Produção. Defendem o Direito de todo o Cidadão/Cidadã de Bem ter em sua casa Arma de Fogo para defesa pessoal.
    Defendem a Propriedade Privada sem a qual há muito pouco de Liberdades Individuais.

    No campo Econômico são Nacionais-Desenvolvimentistas. Defendem o Capitalismo de Livre Mercados mas internamente são Protecionistas para nos Industrializarmos.

    Sua Doutrina não deve ficar distante da Doutrina da Escola Superior de Guerra do Brasil, para nosso Desenvolvimento.

    Difere do Liberalismo Laissez-Faire por esse ser exageradamente a favor da Liberdade, de não ser Religioso para distinguir o Certo do Errado, o Estado Mínimo e abertura Total dos Mercados abominando o Protecionismo indutor de Industrialização.

    Difere mais ainda da Social-Democracia que exige um Estado gigantesco para o funcionamento de um Estado de Bem-estar Social que vai asfixiando o crescimento Econômico/Emprego até a estagnação/retrocesso.

    E mais ainda do Socialismo ( Propriedade total para o Estado de todos os Meios de Produção e Dirigismo Econômico via Plano Central. que acaba de vez com os Direitos Individuais.

    • “O grande rompimento começou em 2008, quando o aumento dos preços de alimentos e petróleo sinalizou o fim do crescimento econômico com base no consumo e no desperdício.

      Nas próximas décadas, haverá perda, sofrimento e conflito, mas acredita-se que a crise nos oferece uma oportunidade de negócios inigualável, à medida que as antigas indústrias entram em colapso para serem substituídas por novas e uma chance de substituir nosso vício em crescimento por uma ética de sustentabilidade.”

      O CAMINHO DO GOVERNO BOZOLADO É O INVERSO… UM RETROCESSO INACEITÁVEL

  4. Mas será o benedito que o brasileiro nao consegue ver o perigo?
    Uma placa de partido feita de cartucho balístico é coisa que se apresente em politica!?

    Como se dará uma polarização de uma coisa dessas?
    Lula ligando pro Putin pra armar cada vermelho com metralhadoras?

    Só pode ser coisa dos tempos do video game violento, do crime organizado, sao as milícias tomando o poder politico no Brasil.

    Evangelicos o cacete, um bando de coveiros querendo sangue e cadaveres putrefatos.

    BOZOCRAUDIO MATA

      • Se votar resolvesse o crime que é a Politica Nacional, seria proibido…

        200 e tantos milhoes de pessoas nas maos de tarados….

        Falam em religião, mas NÃO TÊM UM QUE PRESTE para o cargo que ocupa.

  5. Mil vezes piores que os evangélicos são os socialistas.

    (Não tenho religião e nem acredito nesse tal Deus que se fala por aí. Se outro diferente existe, também não estou nem aí)

    • 1) Prezado Mário Jr, nos partidos socialistas e comunistas também existem evangélicos.

      2) Também existem muitos pastores (conheço alguns) sociais=democratas, socialistas e comunistas.

      3) O histórico revolucionário Francisco Julião, fundador das Ligas Camponesas era evangélico da Assembleia de Deus (ver histórica entrevista no Pasquim, já está on line).

      4) Respeitosamente,,,

      • Socialismo e cristianismo não se misturam.

        O primeiro se dedica em mudar as instituições na ilusão de que isso vai melhorar a vida. Para isso vão ao fanatismo com suas revoluções sangrentas e genocídios de milhões.

        No cristianismo autêntico, o foco é o interior do indivíduo, que mostra que o despego, a caridade, o amor ao próximo pode mudar o mundo para melhor.

        Mas toda regra tem exceção, e a infiltração acontece de ambos os lados, com segundas intenções ou por ingenuidade.

  6. “O BRASIL NECESSITA DE UMA NOVA CLASSE POLÍTICA, com urgência urgentíssima. O Brasil precisa de libertar dessas coisas , ridículas, constrangedoras, tipo ladrões até de cena, cheiradores de todos os perfumes e bebedores de todas as taças…, que fazem de tudo e qualquer coisa por votos e medalhas no peito, que por sua vez, tb não resolvem nada no conjunto da obra e apenas complicam ainda mais a vida da banda sadia do conjunto da sociedade composta por pagadores de tributos, ainda que escorchantes, e cumpridores das suas obrigações, ainda que sem retorno satisfatório. https://twitter.com/globoesportecom/status/1198436211225976833?ref_src=twsrc%5Etfw

  7. “Ministro do TSE não tem nada de ficar criticando o excesso de partidos, porque isso é fruto da democracia.”

    Tá de sacanagem, Carlos Newton?!

    E lá vem mais tomada de dinheiro do nosso bolso através do fundo partidário.

    Se for aprovado essa regulamentação por assinaturas via digital, teremos um partido por semana no Brasil…

  8. NEGANDO O ÓBVIO: O presidente Jair Bolsonaro negou neste sábado, dia 23, que o número eleitoral 38 escolhido para o partido que pretende criar, Aliança pelo Brasil, tenha relação com o calibre de revólver. Ele disse que a opção se refere à sua posição no cargo. “Trigésimo oitavo presidente da República. Se alguém quer associar às armas, vão pegar o 12 do PDT, calibre 12, 45 [do PSDB] e outros números que tem por aí”, respondeu ao ser questionado pela imprensa durante um evento na Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército, da qual já fez parte, na zona oeste do Rio de Janeiro. http://tribunadainternet.com.br/bolsonaro-diz-que-numero-do-alianca-e-referencia-a-posicao-como-38o-presidente-e-nega-associacao-as-armas/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *