Meu Deus, que juiz este chamado Herman Benjamin?

Resultado de imagem para herman benjamin

Herman Benjamin mostra ser um juiz extraordinrio

Jorge Bja

Se no fossem as trs aes no TSE para cassar a chapa Dilma-Temer e no fosse Herman Benjamin o relator, nem eu nem ningum do povo iria ficar sabendo da sua existncia. Ou se soubessem era por ouvir dizer. Nem mesmo muitos outros advogados e a prpria comunidade jurdica deste pas e deste mundo. Braslia longe. As sesses do TSE no so transmitidas pela televiso. O homem no gosta de holofotes. O homem no da ribalta. O homem no faz palestras. Nem se apresenta em pblico. O homem discretssimo. Se casado, se tem filhos e onde mora, ningum sabe. Ainda bem.

Eu prefiro o anonimato, respondeu a uma provocao de Gilmar Mendes que, indelicadamente, ousou dizer que, se Herman Benjamin era hoje o foco do noticirio e da televiso, foi por causa dele, Gilmar, que mandou desarquivar e prosseguir com o processo.

TALENTO INCOMUM – Nem o tom de sua voz algum algum dia ouvira. Bem diferente do seu colega, ministro Gilmar Mendes, de voz tonitruante e sempre diante das cmeras e dos microfones. Mas no podemos negar a cultura de Gilmar Mendes. Quem chega a ser ministro do Poder Judicirio porque deve ter notvel saber jurdico e ilibada conduta.

Mas esse ministro Benjamin de um talento incomum e excepcional. daqueles que o povo costuma dizer que no leva desaforo pra casa. Ele mata a cobra a mostra o pau. E tudo na paz, na moral, dentro da lei, da tica e com elegncia. Ele deixa seus pares desconcertados. Mas no se metam com ele porque a resposta imediata e altura da provocao.

DEMOLIDOR – Nesta segunda-feira e manh de tera, nas duas sesses do TSE que julga os pedidos de cassao da chapa Dilma-Temer, Herman mostrou que tem sabedoria, talento, pacincia, segurana e que sabe o que faz e sabe o que diz. Com seu jeito meigo e educado, ele derrubou, uma a uma, e de forma incontestvel, todas as 9 ou 10 preliminares que a defesa de Dilma e Temer levantou. Parece que sua fora vem do cu.

Tinha momentos que ele at parecia com a fisionomia do Delfim Neto, quando era ministro da Fazenda da ditadura. J em certas passagens, sua modulao de voz fazia lembrar o ministro aposentado do STF, Ayres Brito, tambm de voz aveludada e de raciocnio rpido, metdico e fulminante para o interlocutor que dele discordasse.

PRELIMINARES – Vamos aguardar as prximas sesses para ouvir o que vo dizer os outros 6 ministros a respeito das preliminares que Herman Benjamin, solidamente, demoliu uma a uma. E o ministro est resfriado, com tosse e aparentando ter rinite. Aos poucos, com o passar de tantas horas, foi perdendo a altura da voz.

Aquela ideia de projetar no telo as peties iniciais das aes que pediram a cassao da chapa Dilma-Temer, e mais os artigos da Lei Complementar n 64 de 1990 (Lei da Inelegibilidade), foi genial.

Era para ficar tudo plasmado e exposto na frente dos demais ministros e de todos os presentes. Quando precisava se referir s peties e lei, Herman s dizia t l no telo.

E OS FUNDAMENTOS? – Se ele vai encontrar quem o conteste? Quem dele vai divergir? Claro que vai. Contestar e divergir fcil. Difcil fundamentar a contestao e a divergncia, ainda mais quando a argumentao a ser contestada parte de Herman Benjamin.

E agora Gilmar? O que Vossa Excelncia vai dizer? Como vai se posicionar contra a argumentao do ministro Benjamin, eis que a maior parte dela foi fundamentada justamente em cima de um voto anterior do senhor, ministro Gilmar Mendes?

DE ORDEM PBLICA – Aqui, no TSE, no julgamos ao de consignao de pagamento de aluguel, nem ao de vizinho contra vizinho. Tambm no julgamos de olhos fechados. Aqui ns julgamos causas de interesse da Nao, causas do interesse pblico nacional. Causas que ao Brasil pertencem. Se o advogado do PSDB desistisse da ao quando sustentou na tribuna, mesmo assim a causa prosseguiria, tendo o Ministrio Pblico Eleitoral como autor. Isto porque os crimes praticados so de ordem pblica, contra a lisura dos pleitos eleitorais, disse o ministro.

Teve at um momento que o presidente da Corte. Gilmar Mendes, se disse encantado com a argumentao de Herman Benjamim!

SEM PEDIDO DE VISTA – E tudo isso foi apenas uma amostra do que vem pela frente. Nesta quinta-feira, tem mais. Na sexta, tambm. Vamos ficar atentos ao voto do ministro Herman Benjamin, agora sobre o mrito. Vai ser arrasador. Vai ser um voto irrespondvel, incontestvel. Qualquer divergncia, no convencer. Se houver pedido de vista, a mesmo que a o TSE fica desmoralizado. Primeiro, porque o Regimento Interno do TSE no prev pedido de vista. Mas no por isso que o pedido no possa ser feito. Pode, sim. Mas vai ficar muito feio e comprometedor. Ainda mais nesta poca ciberntica, que possibilita aos ministros consulta prvia dos autos pelo processo eletrnico.

E se algum ministro tem dvida ou dvidas a respeito de certo ou certos fatos, tire a dvida com o relator durante a prpria sesso. Pea esclarecimento que ele esclarece na hora. Isso acontece e muito comum. Ou, ento, que consulte os autos antes do julgamento.

O Brasil no pode esperar. E o povo brasileiro no pode continuar vivendo neste estado de angstia poltica. Isso sem falar na corrupo e na violncia urbana. Se o TSE no condenar Temer ser por excesso de provas, conforme disse ontem a doutora Janana Paschoal, em artigo aqui publicado na Tribuna da Internet.

102 thoughts on “Meu Deus, que juiz este chamado Herman Benjamin?

        • Realmente apesar de ser mostrado por A mais B que houve propina ..o que mais precisa pra cassar essa chapa financiada , ser que o povo tem que pedir impeachment de juiz pra eles acordarem , na Internet ja tem at abaixo assinado pedindo a sada de GIlmar Mendes.

        • Se os militares de hoje tivessem a fibra daqueles do passado, que conheci, promoveriam a interveno comeando p judicirio brasileiro, extirpando as pstulas e preservando nomes como dos juzes Benjamin, Moro e uns outros poucos que honram a yoga.

      • No uma pena, no! H casos e casos… e, como este, “quando se perde, ganha”. Embora se no leve. Mas, o cidado Herman mostrou que ainda assim, em meio a pilantragem poltico-eleitora, surge, eventualmente um cidado de bem. Imaginem s, apenas dois, trs, quatro, cinco ou seis lutar contra Alibab espalhados.

      • Infelizmente j imaginava que isso iria acontecer.

        Se Cazuza estivesse vivo ficaria triste em ter que cantar novamente:
        “Brasil, mostre a sua cara quero ver quem fala pra gente ficar assim
        Brasil qual o teu negcio o nome do seu scio confia em mim”.
        E digo mais: Muitos tentaram tirar as imagens dos rgos pblicos. Sabe que sendo apenas uma imagem que representa Jesus Crucificado, com certecerteza ele foi crucificado mais uma vez j que no importou o interesse do povo e sim de poucos.

      • Senhor Benedito, no estamos julgando o ministro nem a sua comunidade. A curiosidade fica para os fofoqueiros e ignorantes que no tem o que fazer de suas vidas sem importncia. E para sua informao tenho muito mais idade que o senhor e respeito pelas pessoas inteligentes.

    • Deixo os parabns a esse juiz que tem todo.meu respeito, mas quero deixar minha indignao por essa casa que uma verdadeira Zona mesmo onde o cafeto esse ministro Gilmar? Mendes, tirando os trs ministros que votoram contra os outros trs gostaria de saber quanto pagaram para absolver a chapa Dilma themer Estou ainda em fase de recuperao, mas no posso me calar diante do fatdico resultado do julgamento da chapa Dilma-Temer, como a melhor sada para a grave crise poltica, econmica, social e tica que o pas vive.
      A esperana de ver nosso pas trilhando novos caminhos ou pelo menos outras maneiras de caminhar, como disse o poeta Thiago de Mello, est sendo colocada prova, infelizmente. Estamos frente ao terreno perigoso do aprofundamento da descrena da sociedade em relao s instituies.
      Em que pesem os elementos comprobatrios apresentados para cassao da chapa Dilma-Temer, no magnfico trabalho do relator Herman Benjamin, as competentes intervenes do ministro Luiz Fux, as sustentaes firmes e claras da ministra Rosa Weber e o imprescindvel suporte do Vice-Procurador Nicolao Dino, o TSE decidiu pela absolvio da referida chapa, mediante os votos dados pelos ministros Gilmar Mendes, Tarcisio Vieira, Admar Gonzaga e Napoleo Maia.
      O reconhecimento da gravidade dos crimes por todos os ministros e a necessidade de uma punio severa pela justia criminal parece no ter servido de peso e medida para defender nossa democracia da fraude pelo abuso do poder poltico e econmico. A negao, pela Justia Eleitoral, do uso de dinheiro da corrupo para eleio da chapa Dilma-Temer impe obstculos ao restabelecimento da soberania popular pressuposto fundamental de nossa Constituio que foi influenciada ilicitamente no ltimo pleito.
      Assim, neste momento, resta-me refugiar-me nas palavras do psicanalista Ricardo Goldenberg: Nunca o programa de uma moral de princpios esteve to longe do esprito de uma poca. Nunca, no obstante, a tica foi to citada. O que no deixa de ser coerente, porque o cinismo (…) podemos reconhec-lo pela sua marca registrada, que consiste em invocar normas universais enquanto se promove sua transgresso particular. Como discurso, o cinismo consiste no conjunto de operaes que preservam oculto o hiato entre os princpios e a prtica que o contradiz.”

  1. No parece, mas o povo acompanha e sabe que o ministro Gilmar Mendes fora elevado a ministro por FHC, ou seja, sempre atuou para perturbar e no aplicar a lei, diferentemente do ministro relator, embora tenha sido indicado por Lula, conduz a relatoria baseado na lei e no favorecendo quem quer que seja, aprenda Gilmar Mendes, V. Ex sempre usou de fora em vez de sabedoria.

  2. Eu, que nada entendo de Direito, fiquei muito impressionado com a postura do ministro Herman Benjamim.Muito tranquilo,respondeu todas as provocaes dos outros ministros com educao e categoria.

    Parabns ao ministro Herman. Precisamos de ministro deste porte para dar moral ao judicirio que ultimamente no vem se comportando com dignidade.

    Parabns,tambm, ao Dr. Bej pelo belo artigo.

    Abrao e muita sade para todos.

  3. Querido Bja,
    Sensacional, o artigo!
    Voc disse, com a clareza que lhe peculiar (prova da sua probidade intelectual), o que todos ns sentimos e gostaramos de dizer, ecoando, numa s voz, o sentimento de toda a Nao brasileira.
    Ainda h juzes em Berlim…
    Forte abrao,

  4. Estimado Bja, artigo justo e perfeito !
    Preciso absoluta. Impossvel melhor.
    Tambm acho que “Braslia longe” … muito longe do Brasil real.
    Parabns.

  5. Dr. Bja, mais uma vez parabns pelo magnfica manifestao. Acho que a palavra magnfica a mais apropriada mesmo.

    E o senhor tocou em um ponto que me vem ocupando a mente nos ltimos tempos. Ocupando. No chega a me preocupar. Ocupa e penso em solues.

    essa tal de vista. Pedido de vista. Quem pede pode ouvir um no. Mas nunca vi pedidos de vista serem negados. Deveriam ser, amide.

    Principalmente, como bem lembrado em sua matria, nesses tempos, onde existe o processo eletrnico. Com ele, desnecessrio chafurdar os dedos na papelada. Se o indivduo no se sente confortvel em ler na tela (h desses!), que imprima e leia fisicamente.

    O que inadmissvel, no tendo surgido dvida razovel e inevitvel durante o desenrolar de uma sesso de julgamento (s vezes, pode acontecer, verdade), que o julgador leia os processos pautados. sua obrigao.

    Vemos, com frequncia exagerada, julgadores pedindo vista, em plena confisso de que no se prepararam para o julgamento.

    Num casos desses, ento, quando julgado o chefe do Poder Executivo, que pode vir a deixar vago o seu cargo, em que a nao espera a deciso, seja para que lado for, pedir vistas quase imoral.

    O CPC, vale dizer, os legisladores e os juristas, deveriam se debruar sobre o tema, para construir soluo mais consentnea com os tempos atuais.

    • Prezado Oigres Martinelli

      Muito boa sacada. Se me permitir, gostaria de chamar a ateno de algo que tem passado ao largo da coisa.

      No vejo que o pedido de vistas no possa ser usado.No lembro com preciso, mas eu mesmo, em dois ou tres caso quando conselheiro do Conselho Estadual de Educao do RS, solicitei vistas.

      No entanto, ali ns tnhamos um prazo pequeno e no ” ao deus dar” como em tribunais.

      Juzes e ministros “sentam”! nos processos e os autores/rus que esperem.

      Tem de fixar prazos para tudo, principalmente para as deliberaes.

      Obrigado pela oportunidade.
      Fallavena

  6. No entendo de direito. Por isto espero para ler o que o Dr. Bja escreve .Perfeito para quem leigo no assunto.
    Numa troca de farpas com Gilmar Mendes, o Ministro Herman respondeu “prefiro o anonimato” Apesar de toda competncia, apesar de no ser homem que adora “holofotes”, apesar de toda competncia do relator, vai haver quem “pea vistas do processo” para um nunca acabar do processo. o que vai acontecer. Todo ministro j deveria ir ao Tribunal com conhecimento do processo. Esse recurso “pedido de vistas” abominvel, uma imoralidade, um recurso para proteger o ru.

  7. Dr Bja e amigos da TI: Eu continuo acreditando na fora que ainda existe no Bem. s vezes chega a tentao de perder a Esperana, que vai embora porque cremos na virtude da Esperana pois esperar no morrer. H mais pessoas de bem do que uma quadrilha que tentou dominar. No podemos permitir que poucos nos transformem nima Cuba ou numa Venezuela. Que as lideranas tomem a iniciativa. Que Deus ilumine aqueles que so patriotas. Deve haver muitos juzes como estes poucos, que aparecem. O Dr. Herman bom na arte da argumentao e contra-argumentao. Que os outros juzes do TSE pensem bem…

  8. Delfim Neto, ministro da fazenda na Ditadura?
    Qual ditadura? Mas deixa pra l…
    O fato que estamos to acostumados a ver mediocridades televisivas no STF que quando aparece um Juiz com “J” ficamos impressionados. E com razo.

  9. Discordo do ilustre colunista quando diz que para ser ministro do STF preciso ter notrio saber jurdico , nem sempre . Os critrios de escolha de suas excelncias para tais funes nunca foi por meritocracia , mas por servios prestados mandatrios de carater duvidosos como sabemos , ou por motivos velados que desconhecemos .

    • Temos vrios exemplos de incompetentes no STF, STJ e TSE, raras as excees de bons ministros e de timos ministros, no STF a safra acabou com a aposentadoria de Aires de Brito, Carlos Velloso, Cezar Peluzzo, Seplveda pertence e Ilmar Galvo, agora tem alguns entendidos de leis.

  10. E o Gilmar Mendes, medocre at o talo, disse que se o processo prosseguiu foi graas a ele, “modstia s favas”, mas que era “pra mostrar como as coisas funcionavam e no para punir ningum”. Processo para mostrar e no para punir, que beleza!

    • Quem sabe para o Lula tambm, afinal falastro como ele no existe, e quanto ao Moro, no o vejo dar entrevistas e nem aparecer sem necessidade nos depoimentos. Alis, s petistas tem criticas a ele.

      • Tinha que aparecer algum para falar no Lula. O samba de uma nota s. Em qualquer texto, arrumam um jeito de incluir o nome do Lula. Isso j virou obsesso.
        O texto de doutor Beja excelente.

    • No concordo. O Juiz Srgio Moro muito na dele. A mdia e o povo que vivem? louvando ele, e bem merecido.
      Quem gosta de aparecer se chama. Luis Incio Lula da Silva.

  11. Enfrentar esse ministro em debate plenrio no pra qualquer um. Dar respostas acachapantes ao intelectualmente incauto que o redarguir. J perceberam a dificuldade naquele sodalcio (que palavra!).

  12. Olha a, Aquino, mais um representante da famlia Maia dando cartas. Na Constituinte, havia 11 parlamentares da famlia e quatro jornalistas fazendo a cobertura dos trabalhos. Tentei fazer uma reportagem unindo todos os parlamentares, mas no consegui, porque no Rio Grande do Norte os Rosado Maia so inimigos polticos dos outros (Jos Agripino, Lavoisier etc.).

    Abs.

    CN

    • Aquino, na Constituinte, a mulher de Lavoisier, Wilma Maia, era deputada e ele, senador. Jantei uma vez com ele e Jos Agripino e as esposas no Hotel Eron. Agripino fez uma grosseira comigo, disse que eu era Maia do ramo dos cangaceiros, quase saiu porrada. Wilma se separou, virou Faria e se elegeu governadora, criou seu prpria cl dos Faria, rivais dos Maia.

      Abs.

      CN

  13. Ontem assisti entrevista com 2 juizes , um deles o Ministro aposentado Ayres de Brito, que ao ser perguntado sobre o resultado desse julgamento, respondeu que o Ministro ao julgar, vai l na frente e v as consequncias na sociedade. Isso seria levado em conta e ele prev que o Temer continuar. Citou o mesmo que eu penso a respeito, Sai o Temer e, coloca quem? Rodrigo Maia?????? Essa seria a soluo pela Constituio . Vamos ver os finalmentes mas est se tendo oportunidade de se conhecer um Ministro com grande conhecimento Ministro Herman Benjamim .

  14. Nossa o Cara Isso Direito Lindo Apego ao Cargo Brilhante Explanao Notem que os Contra De To Clara a Explanao se Doem se Expurgam Lindo o Direito Cadeia Confiscos dos Bens Justia Baixar Juros Tributos Rearranjo Matemtico e o salrio DIEESE Isso interessa Imigrantes Trabalhadores Brasileiros Excelentssimos Senhores Trabalhadores Juzes.

  15. Estou impressionada com o Ministro Herman Benjamin! Ok infelizmente os outros ministros querem deixar de ver o lamaal de corrupo debaixo dos seus olhos!
    #vergonhaTSE

  16. Dr. Bja
    Parabns pela competncia em expressar o sentimento dos bons brasileiros.
    Tomo a liberdade de acrescentar o registro de que os adversrios do Ministro Hermann no tm coragem que olhar direto para as cmeras, ou seja nos olhos do povo.

  17. Brilhante texto! Concordo plenamente. Estava prestes a compartilhar mas a citasse Janana pascoal…. Ento me limito a parabeniza-lo pela matria sobre o ministro.

  18. TEMER no dever ser cassado, no porque no merea, e sim, porque o Brasil no merece parar quando falta to pouco para concluir seu mandato.

  19. admiro ministro heman mesmo mostrando provas contundetes e verdadeiras ainda se tem dificuldade de se fazer justia em nosso pais ver se que o lixo da corrupo tem contaminado muitos mais ainda tem gente que tem olhos aberto numa escurido de corruptos .. deu uma aula de direito sobre praticas criminosas deixando at colegas contragido tiro chapeu pra vc herman

  20. Estamos a caminho da INTERVENO MILITAR CONSTITUCIONAL, Cada vez fica mais claro, em que para acelerar o bem estar brasileiro, no tem mais o que fazer. Os atuais polticos, claro algumas excesses, no podem assumir cargo algum e serem punidos.

  21. SIM AMIGOS, ns tambm estamos revoltados, marcamos para o Pblico ver que o BRASIL contra, as ROUBALHEIRAS, perdas nas Reformas da Previdncia e Trabalhista, o Povo Brasileiro de Bem, REIVINDICA suas conquistas nas Ruas, EXIGE o Fechamento desse Congresso de Polticos delatados como LADRES, GOLPISTAS e as as PRISES destes CANALHAS, a partir dos satanistas, Michel Temer, DILMA, LULA, FHC, COLLOR, SARNEY, ACIO, G. Alckmin, Pimentel e demais ainda NO delatados, como forma de evitar uma convulso SOCIAL j a caminho.

    COMO SE V, O POVO BRASILEIRO DE BEM, QUER AS PRISES DESSES CANALHAS J.

    Os esforos contra esses CRIMINOSOS e todos os seus associados no sero em VO, assim falou DEUS: Serei TESTEMUNHA veloz contra esses Polticos comunistas, CORRUPTOS, delatados na LAVA JATO, feiticeiros, Maons, diablicos, adlteros, homossexuais, que juram falsamente, fraudam Eleies, se distribuem em QUADRILHAS para roubar os BRASILEIROS, agora fazem leis para o Povo pagar as contas, de seus crimes, um absurdo, no vamos aceitar,(Ml 3.5),

  22. O brasileiro manco de conhecimento. No tem a menor condio de de avaliar quem quer que seja. Se enamora de uma pessoa e a passa defend-lo incondicionalmente ou ento se enche de dio
    de outros e passa a atac-lo a torto a direito. Da passa a eleger herois e bandidos como se o homem fosse esta simplria simplicidade e no um complexos de erros e acertos. A simples meno de preferncia pelo anonimato, no tem o condo de tornar o homem infalvel, como o gostar de holofotes no dizer que estamos diante de um mar de erros.

  23. Parabns pelo artigo Dr. Bja. Com referncia ao tem “Demolidor” onde o sr. se refere que “parece que sua fora vem do cu”, com certeza Dr. essa bondade e cortesia do ministro Herman s pode ser de uma fora do cu. Vemos que uma pessoa polida que ser estimada e respeitada por todos.

    • tudo bem,o juiz e competente,fala blonito,so tem um detalhe”ele tenta umsar delacao do Marcelo Odebrechth.so que as delacoes falta completar com provas inlook.isso ainda nao ocorreu.

  24. Ola, tenho acompanhado o julgamento fulltime e tenho ponderaes… Se recursos no declarados chegaram a todos partidos (no podendo determinar qual coligao recebeu mais), como acusar esta ou aquela que recebeu mais, alegando abuso de poder econmico? Isto prova que, qualquer que teria sido a coligao vencedora, este processo estaria em curso do mesmo jeito. Segundo autos, prioritariamente, os recursos ilcitos seguiram um caminho sendo em sequncia, partido, marqueteiro e mdia. Esta mdia ganha contedo jornalistico promovido pelas relaes corruptora dos partidos, e no intervalo recebe recursos dos partidos para propagar que estes partidos so bonzinhos. Este processo ainda est em curso. O pleito foi ilcito pela chapa vencedora e por todas as outras, sendo institucionalmente prudente fazer novo pleito.

  25. Uma excelncia, virei f em poucas horas, meu Deus! a lei linda no papel e ele a leva ao p da letra. Incomoda aos que esto habituados com “jeitinhos” e acham que exagero a aplicao da lei com rigor. Tem cara de nerd e parece bobo, s que no!
    por esse tipo de pessoa e profissional que ainda vai dando um alento na minha esperana de ver esse pas melhor.

  26. Por favor, o texto muito bem feito, mas vamos comear a falar a verdade. No houve ditadura, houve sim um regime militar que nos salvou de sermos hoje um pas comunista. Eu vivi a poca e sei do que estou falando.

  27. VERDADE SENHOR RELATOR.SE A VERDADE FOSSE O CAMINHO DO BRASIL E TODOS OS JUZES DO TSE ESTIVESSEM CONSCIENTES DELA, ESTARIAM PRONTOS PARA CASSAR A CRIMINOSA. E A ESTA ALTURA O CONGRESSO J ESTRARIA SELECIONANDO A INDIRETA QUE LEVARIA UM DOS RAROS MEMBROS HONESTOS E CAPAZES PARA RECEBER O GOVERNO EXECUTIVO. E DILMA, LULA, TEMER E O RESTO DOS CORRUPTOS, JAMAIS TERIAM VEZ. MILAGRE? NO. APENAS A VONTADE, A JUSTIA, E A VONTADE DE MOSTRAR COMO POSSVEL JOGAR O LIXO FORA, QUE EXISTEM, EXTINTORES SUPERIORES AO FOGO MALDITO QUE TOCARAM NESTE PAS. ALGUM POERIA DIZER, NESTE INSTANTE, O QUE O CAFAJESTE LULA EST DESEJANDO? SE CASSA OU NO CASSA CHAPA? SE AMANH VAI QUEIMAR MAIS PNEUS E PEDIR ELEIO DIRETA J?

  28. Emocionada com Dr. Benjamim, foi uma tima surpresa esse relator, temos interesse em acompanhar e um prazer enorme em perceber que deixou os demais em uma tremenda saia justa, eles no
    contavam com a genialidade do Dr. Herman.

  29. O problema no est no Temer, na Dilma, no Lula, no FHC, ou nos demais. O problema est na repblica. Um sistema invivel que no funciona bem em lugar nenhum do mundo. Vale dizer que na Suia e nos Estados Unidos no existe a mesma repblica do Brasil. L os estados so praticamente independentes, apesar da sua unio. L no h eleies diretas. Portanto, no se compram votos.

  30. Fora os comentrios do Relator, no confio nos depoimentos dos demais.
    As atividades pregressas daqueles que acolheram a sua tese, me faz supor a possibilidade de terem sido feitos para no aparecer um escandaloso 6×1.
    Para mim, um jogo de cartas marcadas, desde o incio.
    Agora, c entre ns: Que vergonha!

  31. Sim!,sim!,sim!Grande capacidade,para o bvio!…Quero ver manter a Presidncia a funcionar!…Brasileiro condenar corruptos!..;no tente me-enganar,que eu no gosto!…

  32. VI PRATICAMENTE TODOS OS MINISTROS E A NICA QUE VI COM FIRMEZA FOI A MINISTRA ROSA WEBER A QUAL TECEU ELOGIOS AO MINISTRI BENJAMIM. E SEI QUE O RESTO VAI SALVAR A BANDIDAGEM!!! ANTECIPO A MINHA VERGONHA DE SER BRASILEIRA , SEI QUE NO BOA HORA PARA MUDANAS ELEITORERA , MAS , QUE TEM QUE HAVER PUNIO , POIS VAI CONTINUAR A MESMICE !!! BRASIL TERRA DO JEITINHO E DE CORRUPO !!!

  33. Caro Dr. Bja,
    O senhor no se importar em saber que o ministro Herman homossexual, no verdade? Vi est informao num grande jornal de So Paulo, mais como forma de detrat-lo.
    Apesar da nossa insatisfao com a deciso do TSE, est foi a mais acertada tendo em vista a restaurao do Estado Democrtico de Direito. Goste-se ou no, o fato novo – delao da Odebrech, no estava na petio inicial e, por isso, no devia sere utilizada para condenar a chapa – goste-se ou no do Michel Temer. O Direito que utilizado indevidamente po~e em perigo a todos ns.

    • Claro que no me importo, Darcy Salles Filho. Soube que o ministro homossexual assumido. No esconde. Grandes vultos da Histria tambm eram. O que vem deles sempre com sensibilidade, coragem e disposio ao enfrentamento do que justo e bom.

      A Odebrecht (seria uma ode a Brecht?) estava sim mencionada na petio inicial. Ainda que no estivesse, fatos supervenientes devem sempre ser levados em conta pelo juiz, no momento de decidir (sentenciar) no processo, cabendo justificar, fundamentadamente. E isso o sereno, corajoso e cultssimo ministro soube fazer com talento e amparo na lei.

      Mas a questo outra. A questo aquela levantada no artigo. A Justia Eleitoral foi instituda para a defesa do eleitor. Este vai urna, vota e depois no sabe mais o que acontece. Nem o que aconteceu antes. Ele (o eleitor) cr que tudo tenha sido limpo. Cabe Justia Eleitoral verificar, investigar a fundo e punir se a candura do eleitor foi desrespeitada. E no caso da eleio da chapa Dilma-Temer, ns, eleitores, no fomos fraudados e iludidos?

      o quanto basta para cassar a chapa que lesou a boa-f do eleitor. Acontece que a Justia Eleitoral, por sua mais alta corte, no defendeu o eleitor. Deste, se mostrou —- pelo voto de 4 talentosos ministros, de inegvel saber jurdico, ilibada conduta e total iseno — completamente adversria e inimiga..

  34. Competncia, coragem e muita dignidade, so algumas caractersticas do Excelentssimo Ministro Antnio Herman Benjamin!
    Minha admirao e agradecimentos!

  35. Caso o Dr. Relator estive com a razo e falasse a verdade, no se sentaria ao lado de um Ministro que colou duas filhas com o cargo de Desembargadora sem que elas tivessem feito a Faculdade de Direito.

    • Ao leitor M. Nbrega. Primeiramente, grato por ter lido e comentado. Por fim, no consta que “um Ministro colou duas filhas com o cargo de Desembargadora sem que elas tivessem feito a Faculdade de Direito”,
      Perdo, mas so duas afirmaes que no correspondem verdade. A filha do ministro Fux desembargadora. E a filha do ministro Marco Aurlio tambm desembargadora. Foram aladas ao cargo por indicao da Ordem dos Advogados do Brasil, escolhidas pelos tribunais aos quais passou a integrar e nomeadas pelo governador do Rio e pelo presidente da Repblica. Tudo como determina a Constituio Federal. claro que so advogadas. E, consequentemente, cursaram antes a Faculdade de Direito. Agora, se elas tm experincia, tarimba e notvel saber jurdico, a so outros quinhentos, como se dizia antigamente.
      Grato.

  36. Vale a pena ler o currculo de Herman Benjamin. Alm do + tem saber jurdico e reputao ilibada. Preciso e claro em suas exposies e comparaes, fala mansa, embasamentos perfeitos.

  37. Realmente, o Relatrio foi enfadonho, sobretudo para os PeTralhas e os demais co-autores nos atos de corrupo, mas teve a solidariedade da quase unanimidade da sociedade brasileira, que se considera revoltada com essa deciso, que nada tem de jurdica e tudo tem de poltica – e diga-se de m poltica.
    O Ministro Herman Benjamin tem um curriculum vitae invejvel e no uma criao da mdia, mas uma figura que honra, com sua cultura e uma postura que no se presta a nenhuma censura. Foi derrotado na sua defesa da Lei e da probidade administrativa, contra os corruptos de carteirinha, mas conta com o apoio e o reconhecimento da maioria da sociedade brasileira, enquanto os vencedores, apenas vo ter uma breve sobrevida, at as prximas decises da Lava Jato. No custa esperar, pois o Ministrio Pblico Federal diferente e no se acumplicia com o erro de decises equivocadas que menosprezam as provas dos autos. Ainda no terminou, e sim, agora que comeou.

  38. Pingback: JANOT DENUNCIAR TEMER COMO CHEFE DE QUADRILHA | SINTRACC - Sindicato dos Trabalhadores no Comrcio Varejista e Atacadista de Contagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.