Minas tem aumento de 500% em ataques a caixas eletrônicos de bancos

Raphael Ramos

Além do trabalho de reestruturar administrativamente a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o secretário Rômulo Ferraz, que assumiu o comando da pasta na última segunda-feira, tem como uma das principais missões conter a onda de violência que avança em Minas.

Uma ocorrência, ontem, de explosão de um caixa eletrônico em uma agência do bairro Petrolândia, na divisa de Betim com Contagem,  engrossou as estatísticas do Estado sobre esse tipo de ação.

A Polícia Militar não tem levantamento sobre a quantidade de ocorrências registradas, mas um levantamento feito pela reportagem revela números preocupantes. Enquanto em 2011, a média mensal de ataques a caixas eletrônicos não passava de um caso, com 12 registros ao longo do ano, nos três primeiros meses de 2012, com 18 ataques, a média mensal no Estado pulou para seis. Uma elevação de 500% nas estatísticas.

Os dados mostram que Minas segue um caminho perigoso, como acontece em outros Estados, a exemplo de São Paulo, que, neste ano, já registrou pelo menos 91 casos de explosões de caixas eletrônicos. O que chama a atenção também é que esse tipo de ocorrência, antes mais comum em cidades do interior, agora avança para a região metropolitana.

(Transcrito do jornal O Tempo)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *