Ministro da Defesa ser substitudo. O atual, Celso Amorim, um traidor da Ptria

Gelio Fregapani

1 – Aparentemente ser substitudo o atual Ministro da Defesa por um que se interessa realmente pelo poderio militar. O ministro Amorim assinara a conveno dos direitos dos povos indgenas, uma verdadeira traio e depois disto no tinha como se recuperar perante seus comandados. Diferente ser com seu provvel substituto, um verdadeiro nacionalista, muito considerado pelos militares que o conhecem. Seja bem-vindo, ministro Gabas.

2 – A maior preocupao dos que pensam no Brasil com o comprometimento de candidatos com o paralisante programa da Marina Silva, na nsia de cabalar seus votos. Para contrabalanar a influncia dela ser lanada a candidatura de Ronaldo Caiado, que falar do Estado de Direito, do fim da impunidade,do combate s invases e do direito s pessoas de bem a defenderem sua famlia e sua propriedade com o mesmo tipo de armas que os bandidos usam. Se, como esperado, o programa dele tiver mais apelo popular do que o da internacionalista Marina, no mnimo contrabalanar a influncia dela. A demora do Governo em controlar as demarcaes de terras indgenas hoje o principal fator de afastamento do mundo rural da campanha pela reeleio e o que mais tende a aproxim-los dos outros presidenciveis.

3 – A Dvida Pblica manipulada nos imps em 2012 uma sangria R$ 750 bilhes, (44% do oramento) somente com os juros. No temos os dados de 2013, mas com certeza o estrago foi maior. Enquanto no baixarmos os juros e no nos livrarmos da dvida nenhum governo pode dar certo, mas isto s conseguiremos se unidos. Lamentavelmente setores da esquerda revanchista insistem em provocar a nossa diviso, a ponto de s nos restar arreganhar os dentes e morder. O pior que isto no ajuda em nada

###
NOTA DA REDAO DO BLOGFregapani est apostando em Carlos Gabas, atual secretrio-geral do Ministrio da Previdncia. Antes, Gabas era cotado para a Casa Civil. da extrema confiana da presidente Dilma e se d bem com Lula, o que o principal. Por fim, o ainda ministro Celso Amorim o grande responsvel pelo acirramento da questo indgena. Fez o Brasil assinar a Declarao Universal dos Direitos das Naes Indgenas, que d independncia poltica, econmica e territorial a todas as tribos. O resultado o atual clima de revolta, incentivado pela Funai e pelas ONGs estrangeiras. (C.N.)

15 thoughts on “Ministro da Defesa ser substitudo. O atual, Celso Amorim, um traidor da Ptria

  1. Nota da Redao sintetiza, o Sr. Celso Amorim, e Lula, ele no teria ordenado, sem a autorizao do Lula, deveriam ser condenados por traio PTRIA, a priso perpetua. O maior escrnio ao BRASIL, foi Lula, indicar a D Dilma, nome-lo Ministro da Defesa, nos parece que a gramtica mudou os significados das palavras, “Defesa” passou a significar entrega, conforme Presidente passou a ser PresidentA, durma-se com um barulho desse.
    O resultado da traio, est a, e o governo com o congresso, inermes, na DEFESA DA PTRIA. 50% do territrio Nacional e SOBERANIA, PERIGO.
    O Governo s decepciona.
    BRASIL acorda, voc est sendo vendido por um pesadelo, que um dia foi sonho.

    • O senhor no sabe nada da CF, o art. 2 j fala que na federao no cabe secesso, como ento se pode dar soberania a territrios indgenas, que j tm 14% do territrio nacional, principalmente em regies ricas em ouro, pedras preciosas e minrios, sectarismo poltico uma venda mesmo e ainda fala que est do lado da constituio, o senhor precisa l-la isto sim.

  2. O importante , que ns encontramos neste blog, debate democrtico sobre problemas e temas nacionais, que nos mantm bem informados, pela troca de ideias. A omisso da mdia servil: jornais, rdios e televises, que distorce os fatos, faz deste blog um espao democrtico e um excelente meio de informao.

  3. Democracia o respeito s leis, alternncia de poder, direito opinio, responsabilidade individual pelo que se faz e pelo que diz, etc, etc, etc.
    A democracia incompatvel com a censura, j que, como escrevi acima, o indivduo nela responsvel pelo que fala, escreve ou faz.
    Na democracia existem leis para coibir atos criminosos como calnia e difamao.
    Ento, para que censura?

    • Pois esta confuso entre Democracia e falta de respeito a questo dos debates!
      Inclusive quanto liberdade de expresso e de imprensa, que no significa eu sair ofendendo e agredindo quem quer que seja e sair imune pela calnia e difamao praticados ou ataques pessoais gratuitos.
      Caso algum escorregue para este terreno pantanoso, precisa ser chamado ateno, sob pena de total esculhambao em um espao como este, pblico, e pela dificuldade de se aplicarem as leis concernentes s ofensas registradas em face do anonimato.
      Bom para quem se esconde atrs do biombo que no permite identificao do agressor, ento ele se rebela quando censurado.
      E se o contrrio acontecesse?
      O annimo agora devidamente identificado e, o agressor, antes conhecido, escondendo-se sob pseudminos.
      Como seria a sua reao?
      E se familiares passam a ser usados para agresses?
      Duvido que ainda fosse partidrio da liberdade total, facilmente entendida como irresponsabilidade diante das ofensas recebidas.
      Enfim a minha opinio, que no vou mudar, em face de princpios e valores que regem a minha vida.
      Liberdade no ofender, atacar com improprios, deboches, sarcasmos, aluses ou sentidos duplos.
      “Liberdade no fazer o que se quer, mas o que se deve!”
      (Ramn de Campoamor y Campoosorio)
      Poeta espanhol, 1817-1901

  4. Caro Mauro,

    “Democracia o respeito s leis, alternncia de poder, direito opinio, responsabilidade individual pelo que se faz e pelo que diz, etc, etc, etc.”

    Ento, meu caro, VIVEMOS EM UMA BADERNA! Veja o caso dos trs trabalhadores sequestrados e mortos pelo indgenas. Vsa acredita que algum dos autores ser preso?

  5. Com a assinatura pelo sr. celso amorim (assim mesmo, de acordo com a atuao poltica e moral dele), criou-se realmente uma situao debilitante para a poltica indigenista brasileira. Todavia, de se alertar que essa assinatura no definitiva. Com feito, por ser um Tratado Internacional, est sujeita a validao por parte do Congresso Nacional. O que deveria ser feito, sujeitar o ato votao e desaprovao por parte do Congresso, negando-lhe validade. Isto se que realmente temos brasileiros patriotas por l – o que no confivel… Com isso, estariam superadas essas pretenses de autodeterminao por parte das tribos indgenas e Ongs internacionais, sem prejuzo da apreciao e punio pela Justia dos atos de traio ocorridos.

  6. Carlos Newton,

    fica muito estranho o Brasil aprovar uma Resoluo na ONU e, depois, dizer que foi de brincadeirinha, especialmente quando aprova uma posio completamente diversa da que vinha defendendo h longo tempo, em brusca e imprudente mudana de rumos. De fato, o odor a traio muito forte.

    Por falar em traio, seria bom que todos os brasileiros tomassem cincia do j consumado fato ocorrido, muito prejudicial ao Brasil, a harmonia interna de seus habitantes e segurana nacional.

    Por isso, peo vnia para transcrever parte do relatrio sobre o tema Amaznia – Soberania Nacional, elaborado e aprovado pela Loja Manica Dous de Dezembro em 2007, secular instituio de defesa dos interesses nacionais, a respeito do estranho assentimento do governo brasileiro com relao a decises prejudiciais ao pas, em organismos internacionais:

    “4. Como uma das provas da assentimento do governo brasileiro temos um ato explcito da OIT Organizao Internacional do Trabalho, denominado de OIT – Conveno 169 de 7/6/1989, Conveno Relativa aos Povos Indgenas e Tribais em Pases Independentes que entrou em vigor em 05 de setembro de 1991, cujo texto extrapola as relaes de trabalho e entra no assunto TERRAS (artigos 13, 14, 15, 16, 17, 18 e outros) estabelecendo condies objetivas para o futuro golpe sobre o territrio brasileiro. s buscar e ler na internet, no prprio site do Senado brasileiro (www.interlegis.gov.br/).

    5. O Congresso Nacional – em 25 de agosto de 1993 – mansamente, aprovou essa Conveno; frise-se: sem recusar os artigos que levavam o intuito de criar condies objetivas para a mutilao do espao territorial brasileiro.”

    Seria muito bom que a maior parte dos brasileiros que possuem discernimento e vontade de saber o que est real e sistematicamente ocorrendo tomassem cincia do texto acima citado. Est no site do Senado Federal, instituio que parece composta por representantes sonolentos e desatenciosos quanto aos interesses do pas e mais preocupados com implantaes capilares.

  7. Prezado Francisco Vieira, infelizmente o partido que nos governa o PT. Um partido marxista-leninista em que um de seus objetivos destruir a democracia. Por essas e outras o MST invade propriedades produtivas e o governo d dinheiro para isso. Indgenas querendo terras que nunca foram deles e que no a ocuparo produtivamente, etc, etc, etc.
    Assim o caso dos trs pobres coitados sequestrados no tero uma investigao correta, porque para o governo o que interessa a baderna para enfraquecer a democracia, que por aqui j fraqussima.

  8. O jornalista Claudio Humberto confirmou, hoje, 04/01, em sua coluna, que publicada em duas dezenas de jornais brasileiros, a substituio do Ministro “megalonanico” Celso Amorim por Carlos Gabas, funcionrio de carreira da Previdncia Social e atual Secretrio-Executivo da Pasta (embora no tenhamos boas lembranas desse jornalista da poca do Collor, suas fontes so boas). As matrias antes veiculadas do conta de que Gabas um profissional capacitado. Consta tratar-se de um nacionalista, o que um atributo excelente e primordial para o cargo. Para relembrar, foi o piloto que transportou, em 04 de agosto ltimo, a Presidente na garupa de uma Harley pelas ruas de Braslia, aps uma solenidade. Pelo inusitado do evento, “goza” de extrema confiana da Chefe.
    Para o Blog, nota “10” pelo furo jornalstico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.