Ministro da saúde fez concurso para ser professor universitário?

Carlos Newton

Os sites explicam que o ministro da Saúde, Arthur Chioro, pediu demissão do cargo, para  assumir o cargo de professor na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), devendo voltar segunda-feira à função ministerial, por meio de nova portaria a ser publicada no Diário Oficial da União.  Assumiu interinamente a pasta o secretário-geral Mozart Julio Tabosa Sales.

As notícias são incompletas. O que se quer saber é o seguinte: o ministro-consultor fez concurso para professor federal ou está sendo nomeado à Bangu, como se diz aqui no Rio de Janeiro. É só isso que importa. E quem sabe ele não dá uma consultorias la na Unifesp? Ele é mestre nisso? Grande mestre, aliás, ou doutorado, tipo Dilma na Unicamp?

O governo tem obrigação de explicar esse estranho caso.

4 thoughts on “Ministro da saúde fez concurso para ser professor universitário?

  1. Realmente muito estranho, Carlos Newton.
    Mas o que não é estranho neste desgoverno Lula/Dilma? Aliás a ministra do planejamento já a chama de presidenta Lula. Lapso? Sei não.
    O ilustre apedeuta, que se orgulha de não gostar de ler, recebeu o Prêmio Amigo do Livro, da Câmara Brasileira do Livro… Amigo do livro?? Pois é.

    E tem tantos títulos de doutor honoris causa, conferido por universidades, que qualquer intelectual com mestrado, doutorado, pós doutorado, defesa de tese e trabalhos publicados em vários idiomas pelo mundo.
    E com seu bom desempenho, principalmente “em casa”, já se aproxima dos 29 títulos recebidos pelo ex-presidente FHC, sociólogo formado pela USP, viajando pelo mundo. O Agamenon Mendes Pedreira, o alter-ego do Casseta e Planeta, o chamava de Viajando Henrique Cardoso.
    Pobre Agamenon, teve que pegar seu Dodge Dart e desaparecer na poeira da estrada. Dona Marisa não gostava das piadas e nem do Madureira.

    Assim, Carlos Newton, o Chioro precisa fazer concurso? Ele é petralha, amigo do honoris causa e da presidenta Lula.

Deixe uma resposta para Dorothy Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *