Ministro do Supremo não pode ser qualquer um

Está na Constituição desde 1926: “Ministro do mais alto tribunal do Brasil, tem que ter notório SABER jurídico e ILIBADA reputação. A Constituição de 1891 (a primeira da República) exigia apenas “SABER JURÍDICO”. A de 1926, reformou e completou.

Portanto, se o Ministro Asfor Rocha, que não podia pertencer ao Supremo na primeira, na segunda não pode nem ser lembrado. Um presidente não pode tanto que possa violentar a Constituição, esquecendo um, ABECEDÁRIO de irregularidades, que é a vida inteira de Asfor Rocha.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *