Ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) tentou evitar nomeação ilegal para a ANTT

PF investiga contratos do Dnit assinados por ministro da Infraestrutura - 24/09/2020 - UOL Notícias

Tarcísio de Freitas mostra que não perdeu a dignidade

Deu no Estadão

O ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) telefonou para vários senadores tentando evitar a nomeação de Arnaldo Silva Júnior, aliado do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para a diretoria da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT). Pacheco é o candidato de Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a sucessão do atual presidente da Casa. Mas o esforço do ministro não obteve sucesso.

Se Freitas não aceitasse a indicação de Silva Júnior, Pacheco e Alcolumbre prometeram revidar: derrubariam nomes indicados pelo governo.

FORA DA LEI – Como mostrou o Estadão, o governo ignorou as restrições da Lei das Agências Reguladoras na indicação de Silva Júnior, que foi deputado estadual em Minas Gerais entre 2015 e 2019 e comanda o diretório municipal do DEM em Uberlândia (MG).

A lei é clara ao proibir a indicação de políticos a cargos de diretoria de órgãos reguladores. Vem desgaste pela frente para a candidatura de Pacheco.

SANTOS CRUZ – Ex-ministro de Jair Bolsonaro, o general Santos Cruz encerrou o ano com uma dura crítica ao presidente em sua conta no Twitter por causa das quase 195 mil mortes pela covid-19 em 2020 no País.

Santos Cruz diz que o combate ao coronavírus é feito de maneira irresponsável pelo governo e lembrou dos termos usados por Bolsonaro para se referir ao vírus, como “gripezinha” e “resfriadinho”.

Escreveu o general: “Falta de liderança, fanfarronice, politização, despreparo. A falta de planejamento, de orientações técnicas sobre a vacina gerou atraso, insegurança e riscos para a população”.

Pazuello foi ficando… – Eduardo Pazuello assumiu o Ministério da Saúde como interino em maio, após a saída de Nelson Teich. O general repetia sempre que tinha uma missão determinada por Bolsonaro para cumprir e logo deixaria o cargo.

Porém, em setembro, Pazuello já se sentia à vontade como ministro, apesar de a pandemia não ter dado trégua. Naquela altura, o País caminhava célere para bater a marca de 150 mil mortes.

Foi ficando, até se tornar ministro efetivo.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Tarcísio de Freitas é o único ministro que presta nesse governo. Mas como diz o velho ditado, uma andorinha só não faz verão. O resto do governo está apodrecido. (C.N.)

16 thoughts on “Ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) tentou evitar nomeação ilegal para a ANTT

  1. Tudo culpa de um boçal na presidência da república. Jamais entenderei como é que um total ignorante, práticamente desconhecido do público, tenha conseguido se eleger. Tinha que dar nisso: nada sabe fazer a mão ser proteger os filhos e a si próprio das roubalheiras que fazem.

      • Armando, não acredito nessa falácia de corrupção. Desde a República vivemos nesse mar de lama, com políticos e empresários enriquecendo as custas do povo.
        Havia outros candidatos, porque então esse projeto autoritário e Obscurantista?

  2. A matéria é claríssima: não adianta pensar em legalidade e moralidade, pois em Brasília o que opera é o interesse de pessoas e grupos. O Brasil que se dane e os brasileiros que paguem as contas com elevados tributos.

    Brasília foi construída com esse objetivo:, ou seja, abrigar uma casta corrupta e impune perante ao país por um judiciário amoral; tudo, para escravizar o povo brasileiro.

      • Naquele tempo em que foi construída já se aplicava o modelo de corrupção que os vermes sanguessugas adoram
        O famoso 2×1
        Entregava um caminhão de areia pedra e comento e marcava dois.
        .

    • Celso, a questão de foco, o drama da corrupção, que tira dinheiro da Educação, da Saúde, transcende a transferência da Capital do Rio para o Planalto Central.
      Você já pensou se a capital fosse ainda no Rio de Janeiro, com o domínio das milícias em tudo que é lugar? E essa podridão no governo Estadual e na prefeitura da capital? Essa lama fede desde muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *