Ministro Toffoli: “O julgamento do mensalão levará mais 2 anos”. Até 2015, portanto. Nesse caso, o que será fato ou interpretação? A Tribuna foi o único jornal que saiu com espaços em branco, não colocava “receitas” para agradar.

Helio Fernandes

O ministro Dias Toffoli deu entrevista anteontem, que foi manchete da Folha. Assinada pelos jornalistas Fernando Rodrigues e Felipe Seligman, é longa, variada, importante, ganhou dois terços da página 4. Tratou de diversos assuntos, quase todos polêmicos, incluindo o pessoal. Mas nada disso pode ser analisado agora, existe uma prioridade zero, que os próprios autores colocaram na manchete da Primeira.

Foi a afirmação surpreendente de Dias Toffoli; “O mensalão vai levar ainda 2 anos para ser julgado”. Nenhuma dúvida, qualquer restrição ou hipótese a não ser o que está na afirmação TAXATIVA: “2 anos para o fim do julgamento”. Que ele não chama de Ação 470, rotineiramente identifica como mensalão.

Tenho dito aqui, várias vezes, “o julgamento da Ação 470 não terminará em 2013”. Portanto, isso, que para mim é praticamente certo, pode levar 6 ou 7 meses, e ultrapassará 2013. Mas se o ministro estiver correto, vai até maio ou junho de 2015.

Fiquemos então com a certeza do ministro. Abandonemos o que temos escrito, interpretações baseadas em informações ou informes confiáveis, mas não comparáveis às afirmações do ministro. Que está lá dentro, tem contatos, conversas, fala e ouve coisas que muitas vezes não chegam às ruas.

SE TOFFOLI SABE O QUE DIZ,
REVOLUÇÃO NO SUPREMO

Vejamos agora os fatos concretos e indiscutíveis que acontecerão, basta que o prazo DIVULGADO pelo ministro esteja certo. Nem examinarei o imponderável, o imprevisível, o incerto num julgamento que já devia ter acabado há muito tempo. Para facilidade do entendimento, vamos numerar os fatos, se o julgamento for até 2015.

1 – Joaquim Barbosa continuará como relator, não será mais o presidente.

2 – O presidente será Ricardo Lewandowski, com a ministra Cármen Lúcia assumindo a vice. Importantíssimo.

3 – O país já terá passado da eleição de 2014, Dona Dilma reeleita ou um novo presidente da República. Nada de maior importância, a próxima vaga do Supremo será em 2016 e outra em 2017. Bastante tarde, as previsões do ministro Toffoli vão só até 2015.

4 – Os quatro deputados que tiveram seus mandatos cassados já terão disputado as eleições de 2014. Se apesar de cassados exercem os mandatos, quem impedirá que disputem a reeleição?

5 – Se perderem, serão cassados pelo eleitor, nenhuma discussão.

6 – Mas se forem reeleitos pelo voto direto,estarão obviamente fortalecidos, o Supremo não poderá cassá-los. Na Câmara, qualquer que seja a forma de decisão, ganharão e continuarão.

7 – Renan Calheiros não será mais presidente do Senado, nem Henrique Eduardo Alves, da Câmara.

8 – Em outubro de 2014 haverá eleição para renovação da Câmara inteira, e para 27 senadores (só existe uma vaga no Senado, por Estado).

9 – Normalmente, 50 por cento não voltam, 50 por cento se reelegem. Isso é importante.

Em suma: examinei apenas os fatos que acontecerão, se o julgamento for mesmo até 2015. Toffoli deve saber o que diz. Quanto a mudanças de comportamento, redução de penas, definição do que é regime semi-aberto, como podem ser cumpridas as penas, já que não existem estabelecimentos que cumpram a lei, prisão doméstica e por aí, isso não é fato, será definido pelo debate ou pelas convicções.

FORA, BERLUSCONI

Há 5 anos, no auge das acusações sobre corrupção e imoralidade moral e sexual, Berlusconi ganhou a eleição nas 11 capitais mais importantes, incluindo Roma. Foi primeiro-ministro, fracassado como sempre, mas “engavetando” os processos contra ele.

Agora, na eleição de domingo, Berlusconi foi derrotado nas mesmas 11 cidades principais. E a derrota mais alarmante e sufocante, para ele, foi em Roma, seu partido ficou em quarto lugar.

PREFEITO DE ROMA, UM MÉDICO
ESPECIALISTA EM  TRANSPLANTE

Seu nome é Ignazio Marino, de menos de 60 anos, realizado na profissão, achou que “devia servir à coletividade”. Reforçou a posição do primeiro-ministro, dito de centro-esquerda. Como o voto não é obrigatório (quando teremos isso no Brasil?), houve  abstenção razoável. Mas a direita está em queda livre.

CORRUPÇÃO NA FRANÇA

Christine Lagarde (agora diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, o sempre contestado FMI), estava sendo investigada quando foi ministra da Economia da França. Várias vezes foi dos EUA até a França para depor na investigação.

Não se livrou da investigação, mas seu chefe de gabinete de então foi investigado, acusado e com prisão preventiva decretada. Seu nome: Stephane Richard. Ele estava envolvido na venda da Adidas, escândalo que teve enorme repercussão na época. As investigações querem descobrir quem ficou com quase 800 milhões de reais, que desapareceram.

Quando esses exemplos de corrupção oficial e conseqüente prisão preventiva chegarão ao Brasil? E o fim do voto obrigatório?

###
PS – Você está certo, Limongi, certíssimo, quando diz: “Pronto, já era esperado. Deixem o Neymar em paz. Ele é jovem, centrado, responsável. Faz o que entende nos momentos de folga e lazer. Contanto que não prejudique suas atividades de atleta profissional”.

PS2 – E termina: “Que Deus continue iluminando os passos de Neymar, que prossiga sua trajetória vitoriosa. Sempre apoiado pela família, o que é fundamental. Ficaria surpreso se Neymar não gostasse de se divertir”.

PS3 – Ricardo Sales, rigorosamente verdadeiro. Chamei de “Mobral”, porque eram rigorosamente analfabetos. Até o Augusto, zagueirão do Vasco quando era “Expresso da Vitória”, funcionava como censor. Polícia civil, foi requisitado para trabalhar na Tribuna.

PS4 – Fui dezenas de vezes chamado à Polícia Central, ficava na esquina da Tribuna. O “chefão” reclamava: “O senhor não deixa os censores tomarem café ou comer um sanduíche no restaurante do jornal”.

PS5 – Resposta: “Só dou uma cadeira para eles sentarem, para não atrasar a saída do jornal”. Ele me olhava surpreendido, mandava: “Pode se retirar, o senhor é audacioso”.

PS6 – A Tribuna foi o único jornal que não preenchia os espaços em branco. Muitos se orgulham de terem colocado receita de bolo, de comida, serviam à ditadura. Nós não, saíamos com os espaços em branco.

PS7 – Eles podiam ter fechado o jornal, tinham medo da repercussão internacional. Estrangulado o jornal financeira e publicitariamente, resistimos mais 43 anos, só fomos fechar em 2008, depois que joguei tudo que tinha, não dava mais.

PS8 – Tivemos 1005 (mil e cinco) primeiras páginas com espaços em branco. E  páginas internas, mais de SEIS MIL, da mesma forma, e centenas delas estavam INTEIRAMENTE EM BRANCO. Não cedi de maneira alguma, perdi tudo, mas resisti até o fim. E não me arrependo de maneira alguma. Fiz o que precisava fazer. Na próxima ditadura, não estarei mais aqui, mas será inevitável. Resistam.

PS9 – O dólar subiu acima de 2,156, apesar do BC entrar vendendo duas vezes. Mas Mantega deixou entrever que no seu arsenal de combate à inflação, o câmbio não será uma das armas utilizadas.

PS10 – A Bolsa continuou caindo e Eike Batista continuou vendendo. O que levou o Santander a dizer, “em 2014, Eike estará sem caixa”. Já está sem caixa. Devia estar comprando, as ações podem cair mais um pouco, mas voltarão a se recuperar. Bolsa não sobe sempre, Bolsa não desce sempre.

25 thoughts on “Ministro Toffoli: “O julgamento do mensalão levará mais 2 anos”. Até 2015, portanto. Nesse caso, o que será fato ou interpretação? A Tribuna foi o único jornal que saiu com espaços em branco, não colocava “receitas” para agradar.

  1. Atenção pessoal que curte o Face já ultrapassamos a faixa de 1000 usuáriosque curtem a TN on line, breve chegaremos a 2000. Parabéns a todos.

  2. Hélio:

    Você informou a Tribuna na época da ditadura circulou com mais 5 mil páginas de capa e mais de 6 mil páginas centrais em branco, sem as receitas de bolo. Então, faço uma pergunta sugestão. Não daria para uma edição especial só das matérias censuradas?

  3. Caro Helio, o “céu na Consciência”, que carregas em tuas “OBRAS” de Amor à DEUS e ao Próximo, em Defesa do Povo brasileiro,te dará o REINO DA LUZ.Os politiqueiros estes, com o “egoísmo e hipocrisia”,carregam o “inferno na consciência”,que os levará ao Reino das Trevas.
    A Vida continua além túmulo, e a Consciência – Tribunal Divino, de nossas almas, nos julgará, “A Cada um segundo suas Obras” e “Pagarás até o último Ceitil” – Jesus.
    Que Deus em sua Misericórdia a todos nós, te de muita saúde e alongue tua vida, que colocaste à SERVIR AO PRÓXIMO. Sejamos o TRIGO.

  4. O Banco Central controla o câmbio por dois motivos, um é por conta da inflação de demanda dos produtos importados, o outro por conta dos déficits no balanço de pagamentos. E claro, para não torrar ainda mais as nossas reservas.

    Até maio, enquanto nossas exportações somaram US$93,291 bilhões, as importações consumiram US$98,693 bilhões. Ou seja, torramos US$5,402 bilhões só com a balança comercial.

    Enquanto estivermos importando tanto o BC continuará intervindo no câmbio.

  5. Não entendo sua matéria: O senhor (Hélio Fernandes) diz que a Tribuna fechou em 2008, quando Lula era presidente, e não o governo militar. Também não entendo porque o jornal não voltou a circular, se já não vivemos numa ditadura há mais de 28 anos. Atenciosamente, Mauricio.

    • O jornal continuou circulando até 2008, de forma precária, Mauricio. E a ação indenizatória contra a União até hoje não foi paga.

      Abs.

      Carlos Newton

  6. “Até as pedras das ruas” sabem que os condenados no processo do mensalão continuarão soltos ad aternum.
    “Até as pedras das ruas” sabem que o Judiciário brasileiro é uma instituição desmoralizadíssima.
    “Até as pedras das ruas” sabem que há soldados do exército petista feitos ministros do Supremo Tribunal Federal.
    “Até as pedras das ruas” sabem que existem centenas ou milhares de mensalões patrocinados e organizados “pelos mesmos de sempre” e …que a impunidade é garantida.
    A respeito da nossa Economia, o quadro permanece inalterado: ninguém, rigorosamente ninguém, sabe o que está acontecendo. Consequentemente, as maquiagens e manipulações, as projeções e estatísticas que vemos, espelham tão somente as mentiras divulgadas por este sistema doente.

  7. Se de fato o julgamento do tal Mensalão perdurar até 2015 é melhor extinguir o STF por ineficiência jurídica e total falta de credibilidade. Aliás para o cidadão comum que se interessou pelo julgamento da Ação 470, causa estranheza que sentença da Alta Corte não tenha aplicação imediata! Não sou (nem quero) “operador do Direito”, mas tenho para mim a convicção que o STF é “espaço” de convescotes entre advogados cuja honorários são estratosféricos (sem contar a taxa de sucesso!)e ministros e seus “doutos assessores”, sempre a escavarem “brechas” nas leis para “firmarem” jurisprudências, em “privilégios” de parte interessadas… Ademais, causa-me indignação saber que ministros dos tribunais superiores se “aposentam” das funções e depois voltam a “militar” como advogados de causas que envolvam vultosas pendências financeiras, muitas contra o próprio Estado, diante dos mesmos tribunais. O bom senso interessa que isso é esculhambação.

  8. Poupança privada brasileira (caderneta de poupança), posição no último dia 07 segundo o Banco Central: R$532,8 bilhões, ou 12,1% do PIB. A tendência é de aumento das captações.

  9. Sobre Poupança Brasileira.
    “Em conformidade com o quadro atual”, considerando-se a desinformação existente e … o medo em aplicações diversificadas e mais rentáveis … isto jamais mudará e o país permanecerá na Idade da Pedra em termos de poupança. Existem no mundo inteiro empresas como as norte-americanas Prudential, Hartford e AIG, cujas poupanças bilionárias proporcionam aposentadorias dignas e desenvolvimento para o país. Aqui nós não temos instrumentos alavancadores de poupança. Temos esta indecente caderneta, cujas regras foram recentemente alteradas … como todas as regras no Brasil são, causando incertezas (claro).
    Dinheiro temos, e muito! Bilhões de reais! Basta ver as reservas acumuladas pelo PGBL e VGBL, e pelo mercado de consórcios para imóveis e automóveis. Você, leitor e leitora da nossa TI, sabe que pode adquirir estes bens, por este sistema de poupança, pagando 40% (quarenta por cento) menos, em comparação com o sistema de financiamento? Até a Caixa Econômica Federal disponibiliza os consórcios. Quem fiscaliza tudo é o Banco Central!!! Basta divulgar e os brasileiros poderão comprar suas casas de modo muito mais em conta. Mas, feita a divulgação, o sistema de financiamento ficará em nítido desconforto. Acorda Brasil!!!

  10. Concordo Almério, temos de mudar as regras da poupança de maneira definitiva, e estimulá-la para a saúde financeira do país.

    Por enquanto a poupança estimula a construção civil, mas, poderia, com maior volume, incrementar outros setores da economia como a própria atividade agrícola.

  11. O dolar a 2,15 é apenas a ponta do iceberg. A economia está rolando morro abaixo e totalmente fora de controle. Mundialmente se acreditava que a economia brasileira explodiria no final de 2014 mas os indicativos levam para o final de 2013. Pronto, vamos começar tudo de novo.

  12. Os bancos privados não fomentam a produção nacional, sua colaboração é ínfima e atua somente no consumo, drenando as finanças da população. O governo tem de mudar as regras da poupança, estabelecendo rendimentos maiores e fazendo os bancos trabalharem em favor da economia ao devolver ao poupador bons rendimentos.

    Por enquanto é só sugação. Este quadro tem de mudar e o governo pode fazer isso a partir do Banco Central.

  13. Se acontecer o que o Ministro Toffoli esta afirmando, definitivamente o Brasil não é um país sério. Será um incentivo a impunidade e uma vergonha para a nação. Realmente o Brasil não é um país sério.

  14. O governo está encurralado entre a limitação orçamentária, a pressão inflacionária e a valorização dólar.

    A limitação orçamentária não permite ao governo dispor de recursos para investir na infraestrutura que faz deslanchar os investimentos.

    O setor privado não amplia a produção em quantidade suficiente para atender ao mercado, tendo em vista as limitações de ordem estrutural, a falta de uma reforma trabalhista e tributária que atenuem os custos da produção trazendo a questão para uma ordem microeconômica. A taxa de câmbio, também, não ajuda a empresa nacional que sofre a concorrência de mercados mais competitivos.

    Encolheu o investimento estrangeiro direto (IED)- somente US$19 bilhões no primeiro quadrimestre -, a continuar assim será em montante menor que o do ano passado. E nós somos muito dependentes deste investimento. 31% do nosso PIB é formado por capital estrangeiro.

    Enquanto a pressão inflacionária corrói o poder de consumo do mercado, a valorização do dólar provoca déficits cada vez maiores nas transações externas, ao mesmo tempo em que insufla a própria inflação que ocorre sobre os produtos importados. É claro, o real se desvaloriza perante o dólar gerando inflação de demanda sobre estes produtos.

    O governo construiu uma rota de fuga desta encruzilhada econômica, encruzilhada que induz a economia à recessão, ou, à estagflação, no caso brasileiro. Esta rota foram as recentes concessões, cujos resultados só começarão a serem vistos a partir de 2014.

    Sobre as concessões o ministro Guido Mantega usou a expressão “pegar fogo” em relação aos investimentos, mas, na verdade, nem o próprio governo sabe a que ponto elas irão estimular a economia nacional.

  15. Desculpe a redundância na postagem anterior.

    Com relação a Eike Batista, manchete de o Globo diz “Grupo de Eike Batista coloca à venda o Hotel Glória Palace, na zona sul do Rio”. Pertinente o comentário do Deputado Federal Anthony Garotinho em seu blog com relação a este assunto abaixo:

    O sonho de Eike era montar um complexo que incluía o Hotel Glória, a Marina da Glória, um enorme centro de convenções no meio do Aterro do Flamengo (ao lado da marina), além do barco para festas e eventos Pink Fleet. Uma coisa casava com a outra.

    O problema começou com o centro de convenções porque o Aterro é tombado e não pode ter novas construções. O barco Pink Fleet está á venda, segundo o filho de Eike, Olin, em entrevista ao Globo, só dá prejuízo. O Hotel Glória por problemas na obra de reforma, e depois por falta de verba está com a reforma atrasada e não fica pronto até à Copa. E para piorar a Justiça determinou o cancelamento do contrato de exploração da Marina da Glória.

    Só tem uma coisa que é preciso observar nessa história do Hotel Glória. Eike apanhou R$ 200 milhões de financiamento do BNDES para reformar o hotel dentro do programa de incentivo ao turismo para a Copa. E como é que isso fica?

    Agora digo eu: Em qualquer país sério, o Eike Batista já estaria na prisão a muito tempo e o pessoal do BNDES punido exemplarmente. Mas estamos no Brasil…

  16. Só portadores de QI aquém da média poderá ter dúvida de que este julgamento do mensalão terminará em mais uma PIZZA?
    Mais evidente, IMPOSSÍVEL!

  17. O Judiciário debocha de todos nós.
    O cara que disse “o crime não compensa” suicida-se todos os dias quando vê como funcionam as nossas “instituições” (argh!!!).
    E … aguardem as notícias da próxima semana. José Dirceu exclamará: “Dilma, EU QUERO ser nomeado para o Supremo Tribunal Federal!!!”
    Dilma dirá: “Sim senhor!!! Sim Senhor!!! A próxima vaga já está garantida para Vossa Excelência”

  18. Wagner Pires!!! Seu comentário sobre “poupança” é corretíssimo. Se o que você propõe fosse objeto das atenções – e ações – do governo, a situação do Brasil e dos brasileiros seria muito diferente. Muito melhor. Abraços!!!

  19. Lula está “tratando” câncer com João de Deus

    Algumas semanas atrás, o jornalista Claudio Humberto soltou uma nota que dizia, em poucas palavras: “O ex-presidente Lula é aguardado nesta quinta-feira em Abadiânia (GO), onde atua o médium curandeiro João de Deus.”

    Recebemos, hoje, a confirmação de que duas visitas ocorreram, e uma terceira está para ser agendada.

    Todas realizadas na surdina, de madrugada.

    Lula, segundo gente ligada ao médium, teria sido desenganado pela medicina tradicional com relação a possível cura de sua patologia, diferente do que vem sendo informado, de maneira “oficial”, pelos médicos que o trataram.

    Levado por amigos do PT, o ex-presidente, em sua primeira visita a João de Deus, não teve coragem de realizar o procedimento indicado para que pudesse obter, segundo o médium, a possibilidade de cura por intermédio de intervenção espiritual.

    Repensou e, antes mesmo de retornar à São Paulo, submeteu-se às recomendações, em ação que, segundo informações, não utilizou-se de incisões com bisturis, apenas procedimentos que lembram o famoso “passe”, muito utilizado pelos adeptos da doutrina espírita.

    Seguindo ainda a recomendação do “tratamento”, Lula terá que retornar mais vezes com João de Deus, a fim de continuar a “operação”.

    Tomara a fé possa conseguir o que a ciência parece não mais acreditar, e o ex-presidente possa voltar a gozar de saúde perfeita para poder responder às diversas acusações de corrupção das quais é acusado.
    (do blog do Paulinho – http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/06/13/lula-esta-tratando-cancer-com-joao-de-deus/ )

  20. Tá tudo bem,tá tudo legal! Eu,também gostaria que os julgados e condenados pelo mensalão,já estivessem em cana. Esta ópera bufa,vai durar uma encarnação!
    É justo,a “esperneada” da rapaziada pela demora da conclusão da ópera mas,TAMBÉM, temos que ter a capacidade de se indignar,pela eternidade do pro cesso da Tribuna. Alguém,lá do Supremo Pardieiro,sentou em cima do processo e com a maior cara de paisagem,não dá prosseguimento para o devido pagamento que a Tribuna,já tem direito.
    Por essas e outras,é que fico incomodado com o silêncio sobre o assunto.
    A propósito CN,como esta o assunto?
    Abrs,Barão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *