Moraes e Toffoli comportam-se como se o inquérito não fosse nulo de pleno direito

Resultado de imagem para Alexandre Moraes e toffoli

Toffoli prorroga as investigações, que Moraes mantém sob sigilo

Carlos Newton

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que abriu o inquérito sobre as “fake news” e ofensas ao STF e a seus ministros, comporta-se como se não estivesse havendo fortíssima reação contrária, comandada oficialmente pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e concedeu mais 90 dias para as apurações serem concluídas. O ministro Alexandre de Moraes, que é relator do inquérito, comporta-se da mesma maneira e ignorou a determinação dada pela procuradora-geral para arquivar o inquérito, e decidiu manter as investigações sob sigilo.

Em tradução simultânea, o que está ocorrendo é uma gravíssima crise institucional, porque, segundo a procuradora Raquel Dodge, o inquérito aberto pelo presidente do Supremo é absolutamente ilegal e não poderá surtir efeitos jurídicos, pois todos os seus atos são nulos.

DIZ BÉJA – O jurista Jorge Béja já revelou, aqui na Tribuna da Internet, que de nada adiantará esse esforço da Polícia Federal para atender as ordens de Moraes/Toffoli.

“Ora, se a autoridade maior do Ministério Público Federal — no caso, a doutora Raquel Dodge — já peticionou determinando o arquivamento de um inquérito que o STF ordenou fosse instaurado, que adianta seguir com ele? O MPF já disse que não o quer, que dele não vai se servir para oferecer denúncia e iniciar ação penal contra quem quer que seja”, afirmou Béja, acrescentando:

“O MPF já escreveu que as provas colhidos são inservíveis, são nulas de pleno direito. Então, por que seguir com investigações, diligências, oitivas de testemunhas, buscas e apreensões, se quando tudo acabar e for enviado a quem de Direito, que é o procurador-geral da República, este não oferecerá denúncia e voltará a pedir o arquivamento do inquérito?”

10 thoughts on “Moraes e Toffoli comportam-se como se o inquérito não fosse nulo de pleno direito

  1. Caro CN … Boa tarde!

    Ainda não me ajudaram … continuo precisando de ajuda … pois ninguém me esclareceu se o Comando Supremo da Revolução de 31 de março de 1964 … foi extinto ou não com a Promulgação da CIDADÃ de 1988!!!

    É que para ser Revolução há necessidade de mudança profunda no meio Social, né???

    A Revolução de 1.100 continua valendo até hoje; pois os barões são consultados antes de serem tocados os impostos!!!

    A Revolução Americana continua valendo até hoje; pois os EUA continuam sem Rei e sem Nobreza, né???

    A Revolução Francesa continua valendo até hoje; pois a França continua sem Rei, sem Nobreza e o Clero com poderes diminutos, né???

    A Revolução Russa continua valendo até hoje; pois a Rússia continua sem Tzar, sem Nobreza e o cadáver de Lênin continua insepulto, né???

    A Revolução das Mulheres com Terço nas Mãos de março de 1964 continua valendo até hoje; pois os Atos do Comando Supremo da Revolução continuam a não serem sujeitos ao Judiciário, né???

    Um aperto de mão.

  2. Carlos Marchi (via Facebook)

    Tous les gloires a les pompiers de Paris, corporação fundada em 1793, logo depois da Revolução.

    Eles ontem cumpriram um protocolo que guardavam desde a sua fundação e que é digno de altos elogios.

    Era o protocolo para o atendimento de sítios de alto valor cultural em casos de incêndio ou inundação.

    O protocolo estabelece uma hierarquia:

    1) Salvar as pessoas;

    2) Salvar as obras;

    3) Isolar o que for possível reconstituir;

    4) Proteger as estruturas.

    Anteontem, um capelão-bombeiro acompanhava as brigadas que entraram na catedral para identificar e salvar as relíquias.

    Que ele sabia exatamente quais eram e onde estavam.

    Havia uma preocupação especial com as rosáceas. Tanto para isolá-las do fogo como para não deixar que os jatos d’água as atingissem.

    A armação delas é de chumbo, que poderia derreter com o alto calor; e os vitrais não suportariam jatos d’água fortes.

    Ainda bem que eles NÃO SEGUIRAM a “instrução” obrada por Donald Trump, diretamente de Washington:

    “Joguem água de helicópteros!”

    Se tivessem feito isso teriam destruído a catedral.

    Allez les pompiers de Paris!!!

  3. Ditadores por óbvio sequem apenas seus próprios ditames.

    Não adianta argumentar com a Constituição, Leis e Normas perda de tempo.

    Estamos na Roma antiga.

    Não posso me estender estão batendo à porta não sei se é o carteiro ou o STF.

  4. Neste mato tem coelho. O que eles querem é BISBILHOTAR as pessoas para descobrirem segredos pessoais. Sabem que estão na mira do MP, mais cedo ou mais tarde. Querem portanto “investigar” por interesse próprio e aí pouco importa se as provas serão nulas para o MP. O inquérito é pretexto para apreender celulares, notebooks e tablets. É máfia como fez renan com a polícia do senado e suas malas de escuta.
    Ninguém faz uma patacoada destas à toa.

  5. Por falar em bisbilhotar, os senhores viram que o Facebook cogitou vender as informações dos usuários?
    -E eu duvido que isso não tenha sido feito para “algum governo”

    “O Facebook sempre foi claro ao alegar que não vende dados de seus usuários para empresas, mas apenas uma segmentação de mercado para ser explorada por anúncios publicitários. Contudo, a ideia de vender diretamente as informações de quem usa a rede para companhias diversas foi cogitada pela companhia, revelam emails apreendidos pelo Parlamento Britânico.”

  6. Para que se veja a extensão da ilegalidade desse inquérito, transcrevo o art. 42 do Regimento Interno do Supremo, conforme consta da página do próprio tribunal.
    Ei-lo:
    Art. 43. Ocorrendo infração à lei penal na sede ou dependência do Tribunal,
    o Presidente instaurará inquérito, se envolver autoridade ou pessoa sujeita à sua
    jurisdição, ou delegará esta atribuição a outro Ministro.
    § 1º Nos demais casos, o Presidente poderá proceder na forma deste artigo ou
    requisitar a instauração de inquérito à autoridade competente.

  7. O STF …tá mais do que certo… estamos cansados de ver…as decisões do STF …sendo bombardeadas e enxovalhadas pelos justiceiros sem togas… por uma população que teleguiadas pelos interesses dos que querem destruir a reputação do STF…seguem falando daquilo que não entendem…apelam para a justiça e quando a corte suprema não faz o que é do interesse desta plebe idiota e burra…todos correm para vomitar suas asneiras contra a nossa Suprema Corte… quem está por trás destes atos contra o STF…? A quem interessa destruir a reputação dos membros deste tribunal ? Plebe idiota uma cousa é Liberdade de expressão outra cousa é fazer o que estão fazendo…Dados fiscais e financeiros de juizes do STJ e STF…sendo publicados por órgãos de imprensa…vida pessoal de Ministros sendo enxovalhadas pelos diversos sistemas de comunicações irresponsáveis e levianos …é o que estamos vendo…Já estava na hora desta baderna contra as cortes Supremas DE NOSSA NAÇÃO TERMINAR…E nunca devemos nos esquecer que essa “onda” doida e irresponsável começou com o Sr. Bolsonaro que vomitou insanidades contra a Suprema Corte…durante a sua campanha para presidente e o STF …ao invés de dar uma reprimenda no néscio ficou calado agora colhe o germe da afronta e insanidade contra seus membros …Tem mais é que encanar os responsáveis pela desmoralização e insanidades contra as nossas cortes Supremas. Basta tudo tem limites…desmoralizar um ministro do STF ..por suas decisões (votos) é o cúmulo dos absurdos …que já estavam passando dos limites…

    • É ISSO AÍ! FICA DECRETADO! STF ACIMA DE TUDO, STF ACIMA DE TODOS! Que esses lemas sejam apensados em todas as escolas, quartéis e repartições públicas em todo o país!
      Aliás, não só em orgãos públicos, mas também em todas as igrejas, empresas e propriedades privadas também !
      Melhor dizendo TOFFOLI ACIMA DE TUDO E MORAES ACIMA DE TODOS! E O GM AONDE FICA? GM É O PRÓPRIO DEUS, ELE NÃO PENSA QUE É DEUS, ELE TEM CERTEZA DISSO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *