Moreira anuncia que o governo terá candidato único na sucessão de 2018

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn
Imagem relacionada

Meirelles fez questão de “esquecer” Meirelles

Pedro do Coutto

Em entrevista a Geralda Doca, Letícia Fernandes e Paulo Cesar Ferreira, o ministro Moreira Franco afirmou que o governo Michel Temer poderá apresentar um candidato único à sucessão presidencial de 2018. Ao defender a escolha comum, acentuou que o candidato deverá representar o conjunto de forças que hoje formam ao lado do Palácio do Planalto. “Não há possibilidade”, acrescentou, “de não termos um candidato capaz de entusiasmar o eleitorado”.

Analisando-se o conteúdo da entrevista, pode se chegar à interpretação de que o nome mais adequado para união colocada em debate é o de Geraldo Alckmin. Isso porque a candidatura Alckmin entra nas hipóteses de Moreira Franco. E o governo não possui outro nome nas mesmas condições apresentadas pelo governador de São Paulo.

CAMINHO NATURAL – O Ministro Moreira Franco que, obviamente, falou em nome do presidente Michel Temer admitiu ser esse o caminho mais natural para o projeto de unir as correntes governistas. Essa opinião é minha. Moreira não disse diretamente que o rumo desloca-se para São Paulo. Porém, admitiu que o governador paulista reúne as condições para defender o Executivo nas urnas deste ano.

Moreira defendeu uma frente formada pelas diversas legendas que apoiam o governo. Incluiu o PSD e o DEM de Rodrigo Maia. No entanto, ao se referir as condições para que o candidato seja escolhido, não se referiu ao Ministro Henrique Meirelles, que é do PSD. Quer dizer: o PSD, de Gilberto Kassab, entra nos cálculos da construção da frente. Mas Henrique Meirelles não está incluído entre as hipóteses.

Tanto assim que o ministro, ao falar que o candidato tem que apresentar sua capacidade de convencimento do eleitorado, citou, concordou em princípio com a possibilidade de Geraldo Alckmin constituir-se na solução natural do governo.

APOIO DE FHC – Portanto, dando sequência ao apoio já manifestado a Alckmin, pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, tudo leva a crer que, logicamente, o rumo do Planalto esteja basicamente traçado.

A entrevista de Moreira Franco, a meu ver, abre o debate concretamente em torno da sucessão presidencial. Importante, agora, é saber a reação do ministro Henrique Meirelles: apoiará o nome de Alckmin, ou encerrará sua participação no governo? Porque se permanecer na Fazenda é sinal de que desistiu da indicação e da missão, que atribuiu a si mesmo, de representar na campanha eleitoral a política econômica de Michel Temer.

MEIRELLES EXCLUÍDO – As reportagens políticas deviam se voltar para entrevistar o titular da Fazenda, pois praticamente seu nome foi excluído da lista de escolha do candidato único do Executivo.

O quadro é incerto, sobretudo porque tem que se esperar a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região a respeito da condenação ou não do ex-presidente Lula. A partir daí começa a maratona 2018 pelo poder.

Sem Lula, o quadro político altera-se substancialmente em matéria de voto. Com Lula, o panorama é o atual. Temos que se esperar mais 20 dias para saber.

8 thoughts on “Moreira anuncia que o governo terá candidato único na sucessão de 2018

  1. De que adianta as 50 perguntas feitas a Temer ?!

    Raquel Dodge está prevaricando e essa atuação da PGR de Temer é inaceitável !

    Raquel Dodge é a Prevaricadora Geral da República !!!

    Já era pra PGR ter feito a 3ª denúncia contra Temer no caso da MP do porto de Santos faz meses !!!

    Mas Raquel Dodge, a Prevaricadora Geral da República, foi escolhida por Temer justamente pra isso: continuar engavetando essa denúncia !

  2. O grande e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO analisa a declaração do Ministro MOREIRA FRANCO, de que o Governo TEMER MDB, terá Candidato Único na sucessão Presidencial 2018, e que aparentemente não será o Ministro da Fazenda Sr. HENRIQUE MEIRELLES, (72), PSD, ( que foi esquecido).

    Seguramente o MDB tem as melhores “antenas” para captar ” de que lado sopra o vento”, e apoiar o Candidato que tem mais chance de Vencer.
    Mas caso a Conjuntura mude, não terão a menor dúvida de Cristianizar” o Candidato Oficial e apoiarem o que vai Vencer, que poderá ser o Sr. MEIRELLES, se esse conseguir compor com o PT do Presidente LULA, o que me parece mais lógico de acontecer.
    De qualquer forma, acabarão no futuro Governo. Oposição nunca.

  3. Bortolotto, Moreira Franco é o famoso “gato angorá” que armou o “Golpe da Proconsult com o “diferencial Delta” em 1982 para roubar uma eleição ganha por Brizola” . Deu azar pois vazou o golpe e Brizola foi a Proconsult meteu o pé na porta botou os coroneis do SNI para correr, convocou a Imprensa Internacional e declarou: Estou eleito: Só a fraude me tirará a vitória. Elegeu-se e foi empossado contra tudo e todos. Moreira na outra eleição mudou de tática e ganhou de Darcy. Na verdade Moreira está fazendo propaganda de seu genro Rodrigo Maia que será o candidato da coligação MDB/DEM e o baixo-clero. No segundo turno apoiarão ou serão apoiados pelo PSDB. Não aposta contra. É melhor ficar assistindo de camarote.

  4. Prezado Sr. ANTONIO SANTOS AQUINO,

    Sua Tese de que o Governo TEMER, principalmente através de seu Ministro MOREIRA FRANCO, manobra para colocar como Único Candidato do Governo, seu genro Sr. RODRIGO MAIA, MDB-DEM, etc, com a maioria do Baixo Clero Congressual, faz sentido.
    Mas, sinto que o Candidato que vai ganhar é o que terá o apoio do Presidente LULA – PT, que acho tem chance de ser o Sr. HENRIQUE MEIRELLES, PSD.
    Se o Presidente LULA, que seguramente não participará da Eleição, vier apoiar RODRIGO MAIA, DEM-MDB-PSDB-……., estará eleito.

    Vou ficar assistindo de Camarote.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *