Moro desmente Bolsonaro e diz que ele cometeu um ”estelionato eleitoral’ em 2018

Moro rebate fala do presidente: 'Assim como Lula, Bolsonaro mente' |  Política | iG

Moro volta a refrescar a memória do presidente Bolsonaro

João Vitor Tavarez
Correio Braziliense

Após o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), negar que tenha dito, nas eleições de 2018, ser a favor da Operação Lava Jato e do combate à corrupção, o pré-candidato ao Palácio do Planalto, Sergio Moro (Podemos), declarou que o ex-aliado cometeu ‘estelionato eleitoral’ naquele ano. 

“Bolsonaro enfim admitiu ontem que nunca defendeu o combate à corrupção e a Lava Jato. Era só mais um discurso do seu estelionato eleitoral”, declarou o ex-juiz, no Twitter, nesta quarta-feira (12/1/22).

DISSE BOLSONARO – A afirmação de Moro é uma reação à entrevista concedida pelo presidente da República a um site bolsonarista, e reproduzida pelo portal O Antagonista.

“Eu não apareci em 2018 e falei que sou a favor da Lava Jato e que vou combater a corrupção. Não foi isso. Minha história começa há muito tempo. Eu estou com 66 anos de idade. São 28 anos no Parlamento e nenhum problema sobre acusações de coisa errada”, disse Bolsonaro, que hoje é antilavajatismo.

POSTAGEM DESMENTE – No entanto, essa declaração de Bolsonaro é contestada por uma publicação dele no Twitter em 11 de setembro de 2018, quando o então candidato à Presidência defendeu publicamente a operação de combate à corrupção no país. 

“Apoiar a Lava Jato é fundamental no combate à corrupção no Brasil. O fim da impunidade é uma das frentes que estanca o problema, outra é atacar a corrupção na sua raiz, pondo fim nas indicações políticas do governo em troca de apoio. Nós temos a independência necessária para tal!” – diz a postagem, feita às 07h21m, na reta final da campanha de 2018.

7 thoughts on “Moro desmente Bolsonaro e diz que ele cometeu um ”estelionato eleitoral’ em 2018

  1. O ERRO DE CIRO GOMES. Com apenas mais dos me$mo$ na cena eleitoral, todos e todas continuístas da mesmice do sistema apodrecido, o resultado das pesquisas não tem chance nenhuma de ser diferente disso que ai está até as eleições em outubro de 2022, por razões óbvias e ululantes, e de nada adiantará os caminhões de titicas a serem atiradas nos ventiladores dos me$mo$, dos dois favoritos, aliás, por ora, os dois mais odiados pela mídia facciosa que tem os seus “pupilos” de estimação, e que não se cansa de puxar as brasas para as sardinhas dos me$mo$, tb por razões óbvia$ e ululante$. E, nessa conjuntura, O ERRO DE CIRO é apenas não render-se à boa-fé, à verdade, à honestidade, à sinceridade, ao bom senso, ao idealismo, à necessidade, à sabedoria e à Justiça da RPL-PNBC-DD-ME, o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, O FATO NOVO DE VERDADE DA POLÍTICA DO BRASIL, que ele, Ciro, que não é burro e tem “feeling”, tenta copiar e se confundir, desesperadamente, como tábua da sua própria salvação, porém em vão, porque o FATO NOVO DE VERDADE não aceita imitação e nem confusão, tipo água e óleo, não se misturam, por mais hábil que seja o imitador, valendo lembrar que no caso a tentativa de imitação e de confusão afeiçoa-se a desonestidade intelectual, e dá castigo, como já deu em 2010, 2014 e 2018, e os castigados sabem do que estou falando, ou deveriam saber, a menos que sejam todos e todas psicopatas, insensíveis ao extremo, acometidos de amnésia, loucos por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, que operam à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus que, aliás, estão custando cada vez mais caro$, a cada novo golpe ou nova eleição do tipo 171, digo, à moda estelionatos político-partidário-eleitorais, à paisana e fardados. http://www.tribunadainternet.com.br/do-jeito-que-a-coisa-esta-indo-ciro-gomes-vai-acabar-elegendo-lula-ou-bolsonaro/?fbclid=IwAR0yKT7IK2yLaTJ6VM6IoUq1jhbv5pergobiFwbXZx2Zd2o0HfEvituBRqc

  2. Bolsonaro já se contradisse n vezes. Ele mostra a toda hora que não tem um rumo definido. Desde a posse deixou claro que quer um segundo mandato. Mas tudo o que faz é o contrário do que pretende.

  3. Bolsonaro joga o milho e os orelhudos vermelhos e os oportunistas caem como patinhos. O que o Presidente disse é que o seu histórico contra a corrupção vem de longo tempo, não começou com a Lava Jato, ao contrário de muitos aproveitadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.