Moro envia Força Nacional ao Ceará para conter a onda de ataques incendiários

Resultado de imagem para ataques no ceará

A situação da violência no Ceará está mesmo fora de controle

Deu em O Globo

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, recuou e decidiu autorizar nesta sexta-feira o uso da Força Nacional, por 30 dias, para conter a onda de violência no Ceará. Antes, o ministro da Justiça avaliava que ainda não era o momento de enviar tropas, conforme pedido do governador Camilo Santana. Na madrugada desta sexta-feira, criminosos promoveram novos ataques no estado pelo segundo dia consecutivo. Ônibus e até uma sala do Palácio Municipal da Prefeitura de Maracanaú foram incendiados.

O Ministério da Justiça anunciou o envio das tropas depois de uma reunião de emergência entre o presidente Jair Bolsonaro e os ministros Sergio Moro, Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Fernando Azevedo (Defesa). Não está claro ainda se a redefinição de rumos foi acertada durante a reunião. O presidente se reuniu com os três ministros num encontro que não estava previsto em agenda.

DE SOBREAVISO – Até às 9h desta sexta-feira, a decisão de Moro era não enviar, de imediato, tropas para Fortaleza. Numa reunião na quinta-feira à noite, Moro e auxiliares mais próximos consideravam que a melhor alternativa era deixar as tropas de sobreaviso para uma futura emergência.

Em portaria na manhã de hoje, o ministro determinou o envio de cerca de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional para trabalhar em ações de segurança e apoio à Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) em conjunto também com policiais estaduais. Caso necessário, o prazo de atuação poderá ser prorrogado.

Durante cerimônia em Brasília, o Bolsonaro elogiou a atuação de Moro sobre o envio das tropas da Força Nacional e destacou o fato de o Ceará receber a ajuda mesmo sendo governador pelo PT.

SEM OPOSIÇÃO — “Desde ontem à noite o ministro da Justiça está tratando dessa situação. Ele foi muito hábil, rápido e eficaz, para atender inclusive um estado cujo o governador reeleito é de uma posição radical à nossa. Nós jamais faremos oposição ao povo de qualquer estado. E o povo do Ceará precisa neste momento, tanto que as medidas estão sendo tomadas. Faltava por parte do governo do Ceará se enquadrar e via ofício informar da real necessidade da presença da Força pela sua incapacidade de resolver o problema. Então a Força Nacional já foi contactada e estão na iminência de decolar para Fortaleza” — afirmou Bolsonaro.

O secretário de Segurança, Guilherme Theofilo rebateu as críticas de que o governo só teria resolvido mandar  a Força Nacional para o Ceará depois da reação de alguns setores contra decisão anterior que era apenas manter as tropas de sobreaviso.

O secretário até negou que tivesse havido recuo em relação a decisão de quinta-feira, que era enviar para o Ceará apenas reforços da Polícia Federal, Rodoviária Federal e Depen. Apoiadores do governador teriam reclamado de discriminação contra o governo petista.

 

— Alguém está criando fantasma onde não tem fantasma. Estamos prontos para ajudar.Acho que foi tempo recorde (decisão sobre a Força Nacional) — disse o secretário.

 

PUBLICIDADE

 

Theófilo disse ainda que, de fato, a violência está  aumentando no Ceará. Segundo ele, o crescimento de homicídios está relacionado a disputas de facções rivais pelo controle de territórios, ou seja, de área de vendas de drogas. O secretário disse ainda que a ordem para a onda de ataques partiu de dentro de um dos presídios. Isso explica, segundo ele, a necessidade de reforçar a disciplina dentro do sistema carcerário do país.

 

Bombeiro observa ônibus incendiado por criminosos em nova onda de ataques em Fortaleza Foto: Reprodução

Bombeiro observa ônibus incendiado por criminosos em nova onda de ataques em Fortaleza Foto: Reprodução

Camilo Santana pediu ajuda da Força Nacional e de tropas militares diante de uma onda de ataques criminosos em Fortaleza e outras cidades vizinhas . Ontem, o estado registrou motim na Casa de Privação Provisória de Liberdade, em Fortaleza, e ataques a ônibus. Na última madrugada, cidades da Grande Fortaleza e do interior do Ceará registraram vários  ataques. Uma prefeitura, agências bancárias e delegacias foram os alvos.

 

Desde a noite de quarta-feira, ocorreram mais de 40 ataques em Fortaleza, Tinguá, Pacatuba, Horizonte, Maracanaú, Caucaia, Pindoretama, Eusébio, Morada Nova, Jaguaruana, Canindé, Piquet Carneiro, Morrinhos, Aracoiaba e Baturité. Criminosos incendiaram vários ônibus de transporte urbano em Fortaleza e chegaram a explodir uma bomba num viaduto em Caucaia, na Região Metropolitana. Também atearam fogo em carros do Detran (Departamento de Trânsito).

14 thoughts on “Moro envia Força Nacional ao Ceará para conter a onda de ataques incendiários

  1. O governador do PT “solicita” a Força Nacional às 18 hs da quinta-feira. O governo federal libera a ida das tropas na sexta de manhã. E os petralhinhas junto com o Diário do Nordeste do tiro gomes vem falar que “demorou”?
    Eles tratam narco-terrorista com tapioca quentinha e depois querem jogar a responsabilidade no colo dos outros?
    Segurança pública é dever ESTADUAL. Se não consegue pede pinico para o Federal.
    Mas tem que PEDIR e EXPLICAR que não tem mais condições de segurar o rojão.
    Vir com solicitaçãozinha vaga é armadilha, golpe para depois falar que “foram violentos demais”, “exageraram”… Mourão definiu bem esse “golpe” do PT.

    • “…armas não reduzem a violência.”

      -Por isso, deveriam ter chamado os desarmamentistas do Supremo, da OAB, da Comissão de Direitos Humanos da Câmara e do PSOL… incluindo no time a Maria dos Presidiários.

      E tem mais: Se algum policial matar algumas dessas crianças indo para a casa da avó, responderá sozinho e, ao contrário do Adélio, pagará o advogado do salário minguado.

  2. Enquanto nossas fronteiras forem piores do que casa da Maria Joana, estes casos continuaram acontecer. Ainda bem um procurador dizendo que devemos esvaziar nossas cadeias, este País irá ver estas cenas.

  3. Eu só queria saber se o Ciro Gomes vai cumprir a ameaça de receber a “turma do Moro” à bala, como prometeu.

    Esse panaca é o típico Frango à Brizola, muita farofa e pouco peito.

  4. Prezado Franco, se os esquerdistas do Supremo deixarem o Bolsonaro fazer as mudanças nos presídios que ele disse que fará, ônibus serão queimados do Arroio ao Chuí…

  5. Mas o que é isso??????

    Desde sempre o PT nos ensinou que “é a pobreza a causa da criminalidade do país”, o que faz de nós culpados. “Criminosa é a sociedade desigual”. “Bandido pobre não é bandido, é a vítima da sociedade”, berra o povo petista e os grupos políticos caudatários (psol, pcdob e assemelhados).

    Assim – com a mesma histeria, cinismo e hipocrisia de dona Maria do Ossário Nunes – emerge meu estridente grito contra o governador do PT: mas o que é isso companheiro petista governador do Ceará Camilo Santana: como é possível que, uma excelência petista, avise que “vai endurecer no combate” às ‘pobres vítimas da sociedade’?????? Mas o que é isso??????… Mas o que é isso?????? Mas o que é isso??????… Peço os meus sais …

Deixe uma resposta para Paulo2 Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *